Geocaching.com


Geocaching

Welcome, Visitor!

Sign In | Create Account

Sign in with Facebook


or

Sign in with Geocaching

Forgot Username/Password

Traditional Geocache

Mindelo Bird Sanctuary

A cache by kidloco
Hidden : 6/10/2007
In Porto, Portugal
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size: regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


 

 

[PT] Antes de tudo quero aqui expressar os meus sinceros agradecimentos à Associação Amigos do Mindelo para a Defesa do Ambiente (AAMDA) pelo seu valioso apoio na criação desta cache.

Esta Associação, criada em 1992, é a única organização não governamental de ambiente do concelho de Vila do Conde. Tem por finalidade exclusiva a defesa do ambiente, do património natural e construído, conservação da natureza e promoção da qualidade de vida na área da sua influência.

 

A criação desta cache tem por objectivo chamar a atenção de todos para a problemática da Reserva Ornitológica de Mindelo, as suas qualidades, as suas fraquezas e os problemas que enfrenta. Também tenho em mente a futura realização de um evento CITO neste local, enquanto isso não acontece peço a todos que a visitarem que levem na volta algum do lixo ali depositado e que o deixem nos baldes de lixo próximo das entradas da Reserva.

 

[EN] First of all i would like to express my sincere thanks to the Friends of Mindelo Association for the Defence of the Environment (AAMDA) for their invaluable help in the creation of this cache.

This Association, born in 1992, is the only non governamental organization of Vila do Conde municipality. Its aim is to defend the environment, natural and built heritage, the conservation of nature and the promotion of quality of life in its area of influence.

 

The creation of this cache has the aim of catching people attention to the Mindelo Ornithological Reserve problematic, its qualities, its weakness and problems that faces.

I also have in mind the organization of a future CITO event on this site, but while it does not happen i ask all the visitors of this cache to take out some of the garbage that you might find and put it in the garbage bins outside the Reserve.

 

[PT] A Reserva Ornitológica de Mindelo (ROM) foi, em 1957, a primeira área protegida criada em Portugal, apresentando assim um grande valor histórico e simbólico.

 

Santos Júnior, professor catedrático da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP) e pioneiro da anilhagem científica de aves em Portugal, obteve o apoio dos proprietários e, a seu pedido, foi fundada a Reserva pela Direcção-Geral dos Serviços Florestais e Aquícolas. Inicialmente com 411 ha e alargada em 1959 para 594 ha, a área ficou adstrita ao Instituto de Zoologia Dr. Augusto Nobre da FCUP, do qual Santos Júnior era director.

 

Deste modo, a ROM, apesar de criada no âmbito do regime florestal de simples polícia, teve um guarda-florestal (António de Jesus Pereira foi o guarda colocado ao serviço durante muitos anos pela própria direcção-geral dos serviços florestais e aquícolas) e um plano de gestão.

 

É de realçar que o interesse manifestado pelos cientistas pela região de Mindelo remonta aos finais do séc. XIX, existindo registos de valiosas observações ornitológicas efectuadas por Reis Júnior, naturalista da Universidade do Porto, então a trabalhar na Estação Aquícola do Ave.

 

Bird Sanctuary 1Nos anos que se seguiram à sua criação, a Reserva Ornitológica de Mindelo serviu de base a numerosos estudos científicos cuja importância ultrapassou as fronteiras nacionais. Na central de anilhagem então criada, participaram activamente os "roleiros de Mindelo”, naturais desta freguesia e praticantes da captura de rolas com artes tradicionais únicas no mundo.

 

Para além de milhares de aves de variadíssimas espécies aí anilhadas, merecem especial destaque as rolas - cerca de 20.000, ainda hoje um “record” da Europa. Graças ao trabalho realizado, Santos Júnior foi eleito o primeiro Presidente da Secção Portuguesa do ICBP (International Council for Bird Preservation), tendo fundado a Sociedade Portuguesa de Ornitologia (1964) e editado a primeira revista científica especializada, a Cyanopica (1968).

 

Nesta época Vila do Conde era um concelho rural. Ainda não tinham eclodido o turismo de praia, nem as urbanizações com vistas sobre o mar e nem sequer os negócios das areias.

 

Assim a submissão ao regime florestal de simples polícia propiciou até certa altura uma protecção eficaz, apesar da escassez de meios financeiros: havia uma entidade gestora activa (o Instituto de Zoologia da UP), um regime legal de protecção (o regime florestal), um plano de gestão (aprovado logo com a criação da reserva e com o acordo dos proprietários envolvidos) e fiscalização capaz (o guarda-florestal da DGSFA), factores que raramente se verificam noutras reservas naturais entretanto criadas.

 

Contudo, com o passar dos anos, surgiram diversos problemas de gestão da área, tendo causado o desinteresse das entidades responsáveis e das populações locais. Na década de setenta, com a criação de entidades governamentais para a conservação da natureza e a instituição de uma rede nacional de áreas protegidas, a Reserva foi “formalmente” esquecida. Falecido em 1990, Santos Júnior não teve nenhum sucessor na protecção desta área.

 

Bird Sanctuary 6A pouco e pouco foi aumentando a apetência urbanística dos terrenos onde a ROM está implantada, surgindo urbanizações, acessos rodoviários e infra-estruturas portuárias. As areias das principais dunas foram extraídas, depositaram-se lixos, poluíram-se as ribeiras, permitiu-se a expansão de espécies exóticas e proliferou a captura e abate ilegais de aves. A somar a isto, o avanço do mar devido à destruição do cordão dunar. Nos últimos anos surgiram os incêndios de origem duvidosa.

 

A área da ROM tem sofrido uma pressão urbanistica fortíssima. De 1958 a 2000 os terrenos urbanos e industriais aumentaram 600%, passando de 4% a 26% da área total, com um crescimento médio de 89 m2 por dia. Anteriormente estes terrenos tinham maioritariamente ocupação florestal. As zonas húmidas reduziram-se em 70%.

 

Esta área é densamente construída comparativamente à totalidade do Concelho de Vila do Conde. O período 1971-1990 verificou o maior aumento no número de construções, em especial para casas de segunda habitação (90 novos edifícios por ano). Na última década a população residente tem aumentado a níveis elevadíssimos, tornando esta área num dormitório com crescente má qualidade de vida. Note-se por exemplo que o número de famílias residentes aumentou 46% entre 1991 e 2001, o dobro do que se verificou em termos médios na Área Metropolitana do Porto. 

 

Apesar da degradação a que se chegou e da ambiguidade do seu estatuto de conservação, a Reserva Ornitológica de Mindelo foi conseguindo sobreviver.

 

Continuou a ser visitada por muitos naturalistas profissionais e amadores e foi local de numerosas aulas de campo (sobretudo do Departamento de Zoologia e Antropologia da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto).

 

Nos anos oitenta surgiu um grande projecto urbanístico (cerca de 2000 habitações turísticas, dezenas de campos de ténis, oito piscinas e um hotel), pairando sobre a Reserva o risco de extinção. A grande discussão pública que então surgiu teve a vantagem de acordar consciências. Foram muitas as vozes em favor da manutenção deste espaço natural e efectuaram-se vários estudos de viabilidade da Reserva. Todos eles – Quercus-Associação Nacional de Conservação da Natureza, Serviço Nacional de Parques, Reservas e Conservação da Natureza, Departamento de Zoologia da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, entre outros - foram unânimes quanto à necessidade de manter a Reserva Ornitológica de Mindelo. O projecto urbanístico acabou por ser inviabilizado pela Comissão de Coordenação da Região Norte e pela Secretaria de Estado do Ambiente, tendo-se preparado a criação de uma Área de Paisagem Protegida para o Mindelo. O Decreto-lei estava redigido e pronto para aprovação em Conselho de Ministros. Mais uma vez não se passou de intenções, voltando tudo à “estaca zero”.

 

O processo acelerado de urbanização referido foi potenciado pela abertura de novos acessos ao Porto (IC1) e o aumento da zona industrial. A entrada em funcionamento do Metro, a expansão em curso da zona industrial (Lactogal, Globe Motors...), e a construção do maior parque comercial, empresarial e de lazer do pais (Nassica), irão fazer sentir a sua influência nos próximos anos de uma forma que poderá ser arrasadora se não se tomarem as medidas de protecção necessárias.

 

Património natural

 

O que caracteriza melhor o património natural da Reserva Ornitológica de Mindelo é o mosaico valioso constituído por dunas, zonas húmidas, extensa mata e campos agrícolas. Esta diversidade de habitats permite albergar um grande conjunto de espécies animais, constituindo um refúgio essencial para aves migratórias e anfíbios.

 

As dunas localizadas junto ao mar e cobertas de vegetação rasteira e arbustiva ocupam mais de 100 hectares e possuem vegetação rara, existindo ainda exemplares de dunas interiores arborizadas e alinhadas paralelamente à costa, em formações conhecidas por “fieiros”. Existe assim a possibilidade única de reconstituição da estrutura completa do ecossistema dunar.

 

Bird Sanctuary 5As zonas húmidas, constituídas pelas Ribeiras de Silvares e Varziela e as suas lagunas terminais, são fundamentais para as aves e anfíbios, destacando-se ainda os charcos temporários na zona dunar. No estuário do Rio Ave existe ainda uma área de sapal.

 

As manchas florestais são constituídas por pinheiros, carvalhos, sobreiros, castanheiros, loureiros, amieiros, choupos e salgueiros, para além de muitas outras dezenas de espécies, embora com grande número de exóticas como o eucalipto. De salientar o bom estado das matas ribeirinhas e das sebes dos campos agrícolas.

Como refere o Plano de Ordenamento da Orla Costeira, provavelmente é esta diversidade de biótopos, em conjunto com a sua localização e a relativa conservação das dunas, que levam grande parte das aves migradoras, sobretudo passeriformes, a procurar esta área durante a sua passagem.

 

Na Reserva foi observado um recorde de aves: cerca de 150 espécies de rolas e garças, águias e galinhas d’água, borrelhos e gaios, chapins e pica-paus, chascos e narcejas, rabirruivos e andorinhas, cartaxos e alvéolas, abibes e patos, maçaricos e cucos, corujas e mochos, poupas e pegas, carriças e rouxinóis, piscos e tordos, pintassilgos escrevedeiras, etc., etc.

 

A destacar a nível nacional o importante refúgio para os anfíbios, com a presença de 14 das 17 espécies de anfíbios de Portugal, onde se destacam as presenças do tritão palmado (claramente o anfíbio mais raro em Portugal), e das populações costeiras conhecidas mais a norte de sapinho de verrugas verdes, sapo de unha negra e salamandra de costelas salientes.

 

Na Reserva podem ainda ser encontradas diferentes espécies de mamíferos, entre os quais esquilos, coelhos, raposas, ouriços-cacheiros, vários roedores e morcegos. E ainda répteis como o lagarto de água.

 

Muitas destas espécies e habitats estão ameaçadas e encontram-se, por isso, protegidas por convenções internacionais e directivas europeias.

 

[EN] The Mindelo Ornithological Reserve (ROM - "Reserva Ornitológica de Mindelo" in portuguese) is located in the coastal zone of the North of Portugal, municipality of Vila do Conde, 20 km from Oporto, occupying an area of around 6 million m2.

 

Bird Sanctuary 7In ROM we can find a mosaic of two small coastal lagoons with water coming from Silvares and Varziela streams, extensive dune areas, forest and agriculture fields. It is an important place for migratory birds, with 153 species already identified. It is also a significant refuge for amphibians (13 species) and reptiles.

 

It was legally created in 1957 in order to protect resident and migratory birds, forest and dunes, being the first area for nature conservation in Portugal. It is also said to be the first Ornithological Reserve in Europe. Santos Júnior, professor in the Faculty of Sciences of the University of Oporto, proposed the creation of the reserve and initiated the bird banding in Portugal with the help from roleiros. Roleiros are considered turtle-doves catchers using nets with traditional methods unique in the world. To be a roleiro was considered a highly regarded social status until the late 1960's. In the period 1953.1989 about 20 000 doves were captured for ringing.

 

Therefore a traditional activity of significant ethnographical value (dove hunting) was converted in a scientific activity, being ROM created with the full support of all the landowners.

 

Bird Sanctuary 2In the last decades many areas of the Reserve have been built for houses and industry, sand dune vegetation was removed, waste was dumped, fires took place and it suffered from coastal erosion. Bird banding has stopped in 1989. But the natural value of the place still remains. In the recent Coastal Zone Management Plan it was considered almost the only place with significant natural value in the region and "an important sactuary for wildlife; to be protected at any cost".

 

ROM's ecological characteristics and integration in Oporto urban area, makes it a priviledge place for protection of endangered birds at the European level and also for environmental education and tourism.

 

[PT] A Cache

 

Na criação desta cache foi reciclado algum do lixo depositado ilegalmente no local. Tem tamanho regular e encontra-se envolta num saco plástico verde.

 

Conteúdo inicial da cache: Logbook, stashnote, lapiseira, bola de golfe, dois balões e amostra de perfume.

 

Além destes items, deixei na cache alguns panfletos com informação turística sobre o concelho de Vila do Conde, que devem retornar à cache depois de os lerem.

 

Apesar do local da cache ser relativamente liberto de muggles, verifiquei que há pessoas que lá se deslocam para observar as aves utilizando binóculos, o que me obrigou a ser bastante discreto quando a coloquei no terreno. Portanto, olhem bem à vossa volta antes de fazerem a abordagem final.

 

Para entrar na ROM têm duas possibilidades, pelo norte através de Árvore ou pelo sul através de Mindelo. Vejam os waypoints destas duas entradas em baixo e as fotografias na galeria fotográfica.

 

Sugiro que estacione o carro junto a estas entradas e prossiga a pé ou de bicicleta. Pessoalmente gosto de fazer BTT nos diversos trilhos que existem na Reserva e normalmente entro em Mindelo e vou até Árvore, ás vezes quando o tempo o permite, aproveito para ir à praia dar um mergulho.

 

Embora só seja permitido a veículos agrícolas, há infelizmente algumas pessoas que utilizam o seu veículo motorizado dentro da ROM. Deixo à consciência de cada um a escolha.

 

Para manter a surpresa, por favor não publique fotografias ou logs que possam revelar a localização da cache.

 

[EN] The Cache

 

In the creation of this cache some of the illegaly dumped garbage was recycled. It has regular size and it's inside a green plastic bag.

 

Cache initial contents: Logbook, stashnote, pencil, golf ball, two baloons and a perfume sample.

 

Beside this i left some leaflets with touristical information about Vila do Conde, you should put it back inside after reading.

 

The cache site is relatively free of muggles but while i was hidding it i saw some people spoting birds with binoculars. So i advise that you should look around before doing the final aproach.

 

To enter the Reserve you have two options, by north through Árvore or by south through Mindelo. See the below waypoints and the photos in the gallery.

 

I suggest that you should park your car near those waypoints and proceed on foot or by bicycle. Personally i like to do MTB on the various dirt tracks of the Reserve and weather permiting i head off to the nearby beach for a swim.

 

In the Reserve the traffic is only permited to agricultural vehicles, but as you will see there are those that ignore this and use their motorised vehicles inside. The choice is up to your conscience.

 

To keep the surprise please don't publish photos or logs that might reveal the cache location.

 

 

CITO

Additional Hints (Decrypt)

[Por] An fbzoen / [Eng] Ba gur funqr

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)

Advertising with Us

 

Find...

405 Logged Visits

Found it 369     Didn't find it 8     Write note 15     Temporarily Disable Listing 2     Enable Listing 2     Publish Listing 1     Needs Maintenance 2     Owner Maintenance 6     

View Logbook | View the Image Gallery of 70 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated: on 9/20/2014 7:30:18 PM Pacific Daylight Time (2:30 AM GMT)
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum