Skip to Content

<

Miradouro de Boticas

A cache by Silvana Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 05/06/2007
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Miradouro de  Boticas

Atenção: A  cache não se encontra nas coordenadas indicadas

 

       

Os rios representam a riqueza natural, a que dá energia aos naturais que tirarem da terra o seu sustento. É portanto da cor dos rios que deve ser a bandeira da vila de Boticas.

HISTÓRIA

O concelho de Boticas, com uma população residente de 6411 (Sensos de 2001),. O concelho de Boticas foi legal e definitivamente constituído através do Decreto de 6 de Novembro de 1836, com freguesias desanexadas dos vizinhos concelhos de Chaves e Montalegre e extinção do concelho de Dornelas. Apesar da fundação do concelho de Boticas ser recente, não significa que os povos que o constituem datem de tão fresca data. Pelo contrário, as suas origens perdem se na imensidão dos tempos. Desse facto nos falam designadamente os abundantes castros pré históricos, bem como os variadissimos monumentos romanos existentes em toda a área do concelho.,

LOCALIZAÇÃO

O concelho de Boticas está situado na parte noroeste de Portugal, província de Trás os Montes, Distrito de Vila Real. Os seus limites confinam com cinco concelhos. Do Norte com os de Montalegre e Chaves; Do sul com o de Ribeira de Pena; A Nascente com o de Chaves e Vila Pouca de Aguiar e do Poente com o de Montalegre e Cabeceiras de Basto. Actualmente o concelho de Boticas ocupa uma área de 312,41 Km2, estendendo se desde o rio Tâmega à Serra das Alturas e das Serras de Melcas e dos Marcos às serras do Leiranco e Pastoria. Integra se no agrupamento de municípios de Alto Tâmega, fazendo também parte integrante da lendária Região de Barroso a qual é constituída, na sua generalidade, por uma massa compacta de terras altas, de topografia complicada, onde sobressai um aglomerado de picos e serras separadas por largas depressões de planaltos.

TRADIÇÕES

Boticas tem o encanto próprio das terras transmontanas, encanto de que naturalmente participam os seus habitantes, orgulhosos das suas origens e tradições. Festa das papas: Festa em honra de São Sebastião, que se realiza no lugar de Vila Grande, freguesia de Dornelas, no dia 20 de Janeiro de cada ano. A sua famosa mesa, designada por mesinha de São Sebastião é posta ao longo das ruas da aldeia, coberta com toalha de linho, que chega a ter mais de 500 metros de comprimento, para servir gratuitamente a todos os habitantes e forasteiros, um almoço composto de pão, arroz e carne de porco cozida. Diz a lenda que aquando da 2.ª invasão francesa, S. Sebastião fez um "milagre" e evitou que os soldados de Napoleão os espoliassem porque passaram ao largo. O povo acredita que nos anos em que se fizer a festa em honra de S. Sebastião, não haverá nesta aldeia nem fome nem peste. "Os mortos de Boticas". Nome lúgubre! São contudo, deliciosos os vinhos que eles designam, pois de vinhos apenas se trata, vinhos que constituem uma autêntica especialidade regional. O vale de Boticas produz um delicioso vinho verde amadurado, palhete, conhecido em quase todo o país pelo nome de " Mortos de Boticas". Trata se de um vinho com características muito especiais e de qualidade única e precioso. Conta se que por ocasião das invasões francesas (2.ª 1808) os moradores de Boticas tiveram necessidade de esconder todos os seus haveres, a fim de se protegerem das pilhagens dos invasores. O vinho não fugiu à regra. Foi engarrafado e de seguida enterrado. Mais tarde e após a partida dos invasores, o vinho foi desenterrado e para surpresa e gáudio das pessoas, este adquiriu qualidades excepcionais, mais apurado e agradável ao paladar, antes desconhecidas. Tornou se tradição enterrar o vinho e que perdura até aos nossos dias.

 

 

 

Para encontrar esta cache deverá dirigir-se ao centro de Boticas, até ao moinho situado no centro da Vila (parque de Lazer do Ribeiro do Fontão):

Coordenadas: N41º.41.258  ;  W007º.39 952

E aí procurar as respostas ás seguintes perguntas:

A)     Qual foi a data de construção do moinho?

B)      Quantos são os moinhos existentes no concelho de Boticas (aproximadamente)?

Para obter  as coordenadas finais da cache deverá fazer os seguintes cálculos:

Coordenadas da cache: N 41º 40.AAA) W 007º 40.BBB

Como calcular?

AAA= (Os últimos 3 algarismos do ano da construção) - 121

BBB= (nº de moinhos x 3) – 5

Espero que gostem das vistas do miradouro, assim como, da bela vila de Boticas

 

Conteúdo inicial da cache:

  • Log book

  • Esferográfica

  • Agenda 2007

  • Esferográfica especial

  • 2 pulseiras

  • 1 vela azul

  • 1 emb. de essência de eucalipto

  • TB- raposinha

Additional Hints (No hints available.)



 

Find...

172 Logged Visits

Found it 154     Didn't find it 10     Write note 5     Publish Listing 1     Owner Maintenance 2     

View Logbook | View the Image Gallery of 94 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.