Skip to content

This cache has been archived.

touperdido: Eu é mais iscas!

Rui Duque

More
<

TP57 - Não Nomeada [Redinha]

A cache by touperdido Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 08/27/2007
Difficulty:
4.5 out of 5
Terrain:
5 out of 5

Size: Size:   regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Introdução sobre a Serra do Sicó

Situado a norte das Serras de Aire e Candeeiros, o Maciço do Sicó abrange os concelhos de Alvaiázere, Ansião, Condeixa-a-Nova, Penela e Soure, atingindo uma altitude máxima de 618 metros na Serra de Alvaiázere.
O Maciço de Sicó corresponde a um conjunto de relevos calcários que, quer pelas formas de superfície, quer pelas formas de profundidade, constituem um convite para uma longa descoberta.

O Maciço desenvolve-se em duas grandes unidades morfológicas: a primeira, situada no lado oriental e dominada por um conjunto de colinas dolomíticas formadas a partir dos 300 metros de altitude e onde se distingue a depressão do Rabaçal.
A segunda unidade morfológica é localizada no lado ocidental do Maciço e é constituída pelas Serras e Planaltos calcários.

Nesta segunda unidade, poderemos distinguir do lado ocidental um conjunto de pequenas Serras - Avessada, Ponte, Alcôncere, Cruto e Circo, cuja altitude não ultrapassa os 406 metros, que se estendem depois pela Serra do Rabaçal cuja altitude máxima é de 532 metros, para culminar nos 553 metros da Serra do Sicó.
No lado oriental situa-se o ponto mais alto de todo o Maciço de Sicó: a Serra de Alvaiázere com os seus 618 metros de altitude. Nesta faixa oriental distinguem-se ainda a Serra de Mouro com 447 metros e a Serra dos Ariques com 533 metros de altitude.

O Maciço de Sicó é um surpreendente cenário, particularmente surpreendente pela riqueza e diversidade florística. A Mata da Bufarda, as centenárias manchas de Carvalhal ou o incrível milagre das Orquídeas.
Mas há ainda Lapas e Algares.
E há os canhões como o de Poios, do Vale das Buracas ou o espectacular canhão de Rio de Mouros em Conímbriga.
E é no extremo oeste da Serra de Sicó, que se situa o sistema Espeleológico Várzea-Dueça que constitui uma extensa rede subterrânea de Grutas. É neste sistema que se localizam a Gruta da Nascente do Algarinho, o Algar da Várzea e a Gruta do Talismã.

Informação retirada de (visit link)

Escola de Escalada da Redinha

Esta escola é uma das mais antigas de Portugal, (basta olhar para o aspecto de algumas plaquetes e tops), conta actualmente com 64 vias que vão desde o terceiro grau, considerado fácil, até ao oitavo, considerado "hinumano". É essencialmente uma escola de iniciação à escalada pois tem bastante vias acessíveis. Muito perto existem mais três locais onde se pode escalar, são eles, Poios (Vale de Poios), Poio Velho e Buracas do Cagimil.

Localização

Vindos de Leiria, pela estrada nacional nº1, seguem na direcção de Coimbra. Poucos quilómetros depois de passarem Pombal têm um corte à direita com placas a dizer "Redinha", sigam até ao centro da aldeia. Daí sigam a direcção de Poios e posteriomente a Capela de Sra. da Estrela em direcção ao estacionamento aconselhado.

Cache

Para acederem à cache têm que usar MATERIAL DE ESCALADA e DOMINAR AS TÉCNICAS que permitem subir até ao top, bem como dar segurança. ACONSELHO a fazerem a via até ao cimo (reunião ou top) e só depois (na descida) procurarem a cache. Tenham o CUIDADO de voltarem a colocar a cache exactamente da forma como estava. Mais informações sobre esta via e sobre outros locais de escalada podem ser vistos em (visit link) A cache está colocada no Sector Fendilhona na via que dá o nome à cache.

MATERIAL NECESSÁRIO:

- 2 Capacetes
- 2 Boudries ou Arneses
- 8 Expressos
- 2 Anéis ou Fitas (60cm + 120cm)
- 2 Mosquetões Hms com rosca
- 1 aparelho de segurança (GriGri, Atc, Reverso ou Oito)
- Corda de 50 metros
- Pés de gato (opcional)
- Saco de Magnésio (opcional)

Outras Considerações

Esta cache foi colocada numa tarde solarenta de escalada com Edmundo e com a Júlia. Agradeço a ambos o empenho e dedicação na colocação da cache e espero que nos voltemos a encontrar para escalar.

Este local tem especial significado para mim, porque foi onde "abri à frente" a minha primeira via. Já passei neste local noites loucas de galhofa com os amigos da escalada, bem como muitos dias a disfrutar do consistente calcário e apreciar a explendorosa paisagem.

Quem tiver interesse em passar um dia agradável, o que sugiro é fazerem a cache "TP56 -Patos Barrulhentos", depois fazerem "Estrela do Sicó" e acabarem o dia com esta. Caso não saibam escalar, contactem-me que dependendo da minha disponibilidade irei convosco.

Additional Hints (No hints available.)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.