Skip to Content

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.

Multi-cache

Jardim Tropical [Lisboa]

A cache by acasim & Beta Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 12/8/2007
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


O objectivo desta cache é trazer-vos até ao Jardim Botânico Tropical, colocando no mapa geocachiano um local que pensamos merecer uma visita. A entrada é paga (aparentemente é agora 2€ cada adulto), à semelhança dos outros Jardins Botânicos de Lisboa, mas pensamos que valerá a pena. Para encontrar a cache terão de dar um pequeno passeio pelo jardim e recolher algumas informações (contar umas gaitinhas, vá lá) que vos permitirão obter as coordenadas do ponto final. Bom passeio!


Alameda das washingtonias

Ficus macrophylla

O jardim

O Jardim Botânico Tropical (JBT), também conhecido por Jardim Agrícola Tropical e Jardim do Ultramar, está situado em Belém, junto ao Mosteiro dos Jerónimos e ocupa uma área de cerca de 7 hectares.

É um jardim agradável, com lagos, aves aquáticas e pavões, pouco frequentado e cujos edifícios, lamentavelmente, careciam de alguma intervenção.

Criado no início do século XX (25 de Janeiro de 1906) pelo Rei D. Carlos I como centro de investigação do Instituto das Ciências Tropicais, é mais dedicado às árvores do que às plantas. A ênfase é posta em árvores e plantas raras, tropicais e subtropicais, muitas delas em perigo de extinção. Entre as mais curiosas estão os dragoeiros, nativos das Canárias e da Madeira, araucárias e uma bela avenida de palmeiras Washington. O jardim oriental, com lagos, pontes e hibiscos, inclui um grande portão chinês que representou Macau na Exposição do Mundo Português em 1940.

Os edifícios de investigação e o Museu Tropical estão instalados no Palácio dos Condes da Calheta, uma mansão do século XVIII cujo interior está coberto de azulejos que abrangem três séculos. O museu tem 50 000 plantas secas e uma colecção de 2414 amostras de madeiras.

O Jardim inclui ainda estufas e vários abrigos e um laboratório de cultura de tecidos e um banco de sementes. O jardim e as estufas albergam várias colecções de plantas, na sua maioria de origem tropical e subtropical.

Muitas destas espécies são economicamente importantes e algumas encontram-se ameaçadas de extinção. De entre as colecções são de destacar as árvores de fruto, as especiarias e aromatizantes, as palmeiras e as plantas medicinais, entre outras.

Pode fazer-se uma visita virtual ao jardim em: http://www.iict.pt/revista/rev06/vrev0608.htm


Mapa do jardim

 

Um pouco de História / Some history (but only in Portuguese)

"O projecto de reunir colecções de "madeiras, plantas secas e sementes" provenientes do Ultramar parece remontar a 1783, em pleno reinado de D. Maria I, numa altura em que, por toda a Europa, a curiosidade científica crescia a par do interesse colonial. Sabe-se, de facto, que, por essa data, a Academia Real das Ciências fez diligências nesse sentido e que, pelo menos de Moçambique, lhe foram enviados alguns mostruários.

Alguns anos depois, em 1796, o Secretário de Estado dos Negócios da Marinha e do Ultramar, D. Rodrigo de Sousa Coutinho, solicitava ao Capitão-general de Moçambique "o envio de mostruários para o Rea1 Museu" e mencionava expressamente, "sementes, plantas e amostras de madeiras, conchas, corais, animais marinhos, pedras, todos os minérios, armas gentílicas de arremesso e fogo, vestuários indígenas, mobiliário doméstico, objectos de adorno, artigos de indústria local e tudo o que possa dar uma ideia da vida social e económica da colónia".

De qualquer forma só muito mais tarde, já no reinado de D. Carlos I, virá a ser oficialmente criado o Museu Agrícola Colonial, através do mesmo decreto-lei que, em 1906, criava o Jardim Colonial.

A instalação do Museu será lenta. Só em Maio de 1912 lhe é atribuído, no interior do Jardim Colonial, "todo o edifício situado junto ao tanque grande e com frente para o Pátio das Vacas".

Conhecido ainda hoje como o antigo Jardim Colonial ou Jardim-Museu Agrícola Tropical (JMAT), pertencente ao Instituto de Investigação Científica Tropical (IICT), e sendo tutelado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, este jardim, com uma forte vocação didáctica, é, à data da sua criação, considerado “base indispensável ao ensino” por ser “indispensável o exemplar vivo para que a demonstração seja rigorosamente scientifica e educativa, para que o alumno não fique imaginando somente como são os animaes e os vegetaes, mas tenha a noção viva da realidade”. A designação oficial do jardim - "Jardim-Museu Agrícola Tropical" - hoje já não corresponde ao seu conteúdo, pois nos anos 80 foi desactivada a componente de Museu Agrícola.

A actual designação Jardim Tropical realça a área de especialização da investigação que desenvolve e a flora existente no jardim: Tropical e Sub tropical", perspectivando-se em três vertentes os objectivos do Jardim Botânico Tropical (designação recentemente atribuída): a de "montra" das actividades do IICT, a de "palco" de exposições e outros eventos capazes de atrair o público e de aumentar a sua visibilidade e a de “pólo científico".

A cache

Esta é uma multi-cache com 3 pontos intermédios e um ponto final, distribuídos num percurso de cerca de 600 metros. Nos pontos intermédios é necessário fazer contagens simples, obtendo os valores A, B e C, com os quais se calculam as coordenadas finais.

Ponto 1: N38° 41.887 W9° 12.234

Vamos lá começar o passeio. Quantas esferas armilares guardam a entrada do jardim? (valor A)

Ponto 2: N38° 41.935 W9° 12.108

Esta estrela não está no céu, está na pedra. Quantas pontas tem a estrela? (valor B)

Ponto 3: N38° 42.042 W9° 12.139

Repare na inscrição. Em que ano do século XVII se fez este portal (dois algarismos)? (valor C)

Ponto final: N38° X.Y W9° 12.Z

Para obter as coordenadas finais calcule os valores X, Y e Z, da seguinte forma:
        X=C-A-1
        Y=1000-(3*B)
        Z=(3*C)+(8*B)+2

O contentor é uma pequenina caixa contendo apenas um reduzido logbook, um lápis, um afia e a stashnote.

Bom passeio e boa caçada!

 

The objective of this cache is to bring you to the Tropical Botanic Garden, adding to the geocaching map a place that we believe deserves to be visited. There is an entry fee (apparently it is now 2€ each adult), just like the other Botanical Gardens in Lisbon, but we believe it is worthwhile. To find the cache you will need to do a short walk around the garden and collect some information that will be necessary to get the final coordinates. Enjoy the walk!


Encephalartos altensteinii

Ibiscus

The garden

The Tropical Botanic Garden, also known as “Agrícola” Tropical Botanic Garden or “Jardim do Ultramar”, an area of about 7 acres, is located in Belém, near “Jeronimos”.

It’s a nice and peaceful garden, with ponds, waterfowl and peacocks. Designed originally as a research center for the Institute for Tropical Sciences, the park is more of an arboretum than garden. Rare tropical and sub tropical trees and plants abound. Many of the plantings are endangered species, such as dragon-trees, from Canárias and Madeira, araucarias, and a boulevard of Washington palm trees. The “Oriental Garden”, with ponds, bridges and hibiscus, includes a Chinese doorway which represented Macau in the “Portuguese World Exhibition” in 1940.

The research buildings and museum are housed in the “Palácio dos Condes de Calheta”. This is an 18th century mansion whose interior walls are covered with tiles covering three centuries of work. The museum has an herbarium concerning the living plants collection (50 000 plants), and a collection of timbers (2414 samples), most of tropical or subtropical origin.

The garden includes one heated greenhouse and several shelters; a seed bank; a plant tissue culture laboratory. The garden and greenhouses possess several collections of plants, mainly of tropical and subtropical origin.

Many of this species are of economic importance and some are threatened of extinction. Among the collections it is possible to point out the fruit trees, the spice plants, the fiber producing species, the Ficus species, the palms, the medicinal plants, the cactus and succulent plants and the Encephalartos species.

A virtual tour of the Tropical Botanic Garden is available at: http://www.iict.pt/revista/rev06/vrev0608.htm


Bustos

The cache

This is a multi-cache with 3 intermediate points and a final point, distributed along the nearly 600 meters of the walking course. At the intermediate points it is necessary to do some simple counting, obtaining values A, B and C, with which it is possible to calculate the final coordinates.

Point 1: N38° 41.887 W9° 12.234

Let’s start the visit. How many armillary spheres can you find at the entry of the garden? (value A)

Point 2: N38° 41.935 W9° 12.108

This star is not in the sky. It is on the stone. How many points does the star have? (value B)

Point 3: N38° 42.042 W9° 12.139

Notice the inscription. In which year of the XVII century was this portal made (two digits)? (value C)

Final point: N38° X.Y W9° 12.Z

To obtain the final coordinates, calculate the values X, Y and Z in the following manner:
        X=C-A-1
        Y=1000-(3*B)
        Z=(3*C)+(8*B)+2

The container is a very small box containing just a tiny logbook, a pencil, a sharpener and a stashnote.

Have a nice walk and a good hunting!

 

Informações úteis

Localização e contactos
Largo dos Jerónimos, 1400-209 Lisboa, Portugal
Tel: / Fax: (351) 21 362 02 10 / (351) 21 363 70 23
Fax: +351 21 362 02 10
e-mail: jbt@iict.pt
webpage: http://www2.iict.pt/jbt

Horário de Verão (25 Março - 29 Outubro):
De 2ª a 6ª feira - das 9h00 às 18h00
Sábado e Domingo - das 11h00 às 19h00

Horário de Inverno (30 Outubro - 24 Março):
De 2ª a 6ª feira - das 9h00 às 17h00
Sábado e Domingo - das 10h00 às 17h00

Encerra dias 25 Dezembro e 1 Janeiro.

Preços
Adultos: 2€
12 a 18 anos e maiores de 65 anos: 1€
Crianças até 12 anos: grátis
Cartão anual: 20€
Grupos: informações na secretaria

Transportes públicos
Autocarros: 727, 728, 729, 751, 714
Eléctricos: 15
Comboio: Linha Lisboa-Cascais (estação de Belém)

Useful information

Location and contacts
Largo dos Jerónimos, 1400-209 Lisboa, Portugal
Tel: / Fax: (351) 21 362 02 10 / (351) 21 363 70 23
Fax: +351 21 362 02 10
e-mail: jbt@iict.pt
webpage: http://www2.iict.pt/jbt

Summer Timetable (March 25 - October 29):
Weekdays - from 9h00 to 18h00
Saturday and Sunday - from 11h00 to 19h00

Winter Timetable (October 30- March 24):
Weekdays - from 9h00 to 17h00
Saturday and Sunday - from 10h00 to 17h00

Closes on December 25 and January 1.

Price list
Adults: 2€
12 to 18 years old and Seniors (over 65 years old): 1€
Children up to 12 years old: free
One year ticket: 20€
Groups: information at the JT office

Public transportation
Buses: 727, 728, 729, 751, 714
Trams: 15
Trains: Lisboa-Cascais line (Belém station)

Additional Hints (Decrypt)

Zntargvpn.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

554 Logged Visits

Found it 503     Didn't find it 31     Write note 9     Temporarily Disable Listing 3     Enable Listing 3     Publish Listing 1     Needs Maintenance 3     Owner Maintenance 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 324 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated: on 7/13/2018 4:07:58 AM Pacific Daylight Time (11:07 AM GMT)
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page