Skip to Content

This cache has been archived.

paulohercules: Após as transformações efectuadas na área da cache, este local perdeu o seu "encanto"...
Arquive-se!

More
<

Caldelas [Thomar]

A cache by paulohercules Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 03/24/2008
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

free counters

PT

CALDELAS


Caldelas é o nome de um local a cinco quilómetros a sudoeste de Tomar.
Diz-se que ali existiu uma cidade com este nome.
Alguns dos idosos daquela zona dizem que, a cidade chamava-se Caldeu, cujo nome por corrupção transformou-se em Caldelas.
Não pode este nome derivar de caldas ou águas termais porque, por ali não as há.


Segundo uma lenda contada pelo meu avô, a cidade de Caldeu era dos mouros e, o seu governador tinha duas filhas muito formosas.
Um príncipe muito poderoso, filho do rei de Castela, passando por ali vira-as sentadas no seu balcão.
O príncipe enamorado pela sua beleza pediu ao pai em casamento uma das filhas, ao que o mouro respondeu tirando o alfange “Enquanto este alfange puder cortar cabeças de nazarenos como corta o tronco desta árvore, nenhum as possuirá”.
Estavam no jardim do palácio e, dando com ele um formidável golpe no tronco de uma grossa olaia, decepou-a instantaneamente.
O príncipe retirou-se assustado e, com a sua comitiva lá marchou em rápida cavalgada para terras de Espanha.
Alguns meses depois, voltou acompanhado de um poderoso exército e, montou cerco à cidade.
Ao fim de algum tempo, quando já quase a render-se pela fome, o príncipe enviou um emissário ao governador, pedindo-lhe a entrega de uma das filhas para levantar o cerco.
O emissário foi recebido no jardim do palácio onde, estavam o governador, as filhas e uma velha feiticeira que tinha na mão esquerda uma vara de azevinho.
O mensageiro fez, da parte do príncipe, intimidação ao mouro para que lhe entregasse uma das filhas.
Ouvindo o recado o mouro perguntou: “Qual d’ellas?” (daqui surge o nome Caldelas depois dado a este local).
Ao mesmo tempo a velha feiticeira, tocando com a vara nas cabeças das duas donzelas, transformou-as em duas serpentes que, enroscando-se e sibilando pelo jardim se puseram em fuga.
Pelas enrugadas faces do velho mouro desceram duas ardentes lágrimas e, tirando do cinto o seu punhal, com braço firme e potente cravou-o rapidamente no coração, proferindo como últimas palavras: “Ao menos não as possuirá”.
A esta cena trágica seguiu-se um ruído enorme e prolongado, como o desmoronar de um grande edifício que, ecoou por toda a cidade.
O mensageiro olhou para traz e, já não viu o palácio nem o jardim, tinham desaparecido como se uma avalanche os tivesse soterrado.
Correu então pelo meio da multidão estupefacta, para ir contar o sucedido ao príncipe.
Este como não receava tais feitiços, deu ordem para assaltar a cidade que, foi rapidamente tomada e destruída até às fundações...

      

Estas lendas populares, têm origem em factos remotos.
Quando era criança, durante os passeios de bicicleta pelo campo, lembro-me de explorar aquele local com o meu pai.

Ali houve com certeza uma povoação antiga porque, foram efectuadas escavações arqueológicas e, os vestígios de ali ter existido uma povoação eram bem evidentes: restos de paredes, pedaços de telhas, tijolos e mosaicos.
Parte do espólio encontrado durante as escavações, está em exposto no Convento de Cristo em Tomar.
Presentemente, os terrenos onde foram efectuadas as escavações estão cultivados.
Creio que a intenção foi cobrir 
com terra o que restava das ruínas para as proteger.
Apenas resta uma pequena área onde se encontra um poço e, alguns vestígios das explorações arqueológicas.
Neste sítio também existe uma cache escondida.

Onde outrora viveram homens, vivem hoje as árvores e os arbustos.
Onde se ouvia o ruído de uma população, ouve-se agora o vento a sussurrar ao passar pelos ramos das árvores...

Espero que goste do local, feche os olhos, relaxe e imagine...
Boa cachada.

!!! ATENÇÃO !!! 

Não é aconselhável visitar esta cache à noite porque,

existe um poço próximo da cache sem protecções laterais.

!!! PERIGO !!!

É favor ver as seguintes fotografias:

 

ENG

English version of this legend will not be available because it only makes senses in Portuguese language.

Quiet and peaceful place in the middle of cultivated fields where once existed a Roman city.

There was certainly an ancient settlement there because during the undertaken archaeological excavations, the vestiges of a settlement have existed there were very obvious: the remains of walls, broken tiles, bricks and tiles.
Part of the spoils found during the excavations, are exposed in "Convent of Christ" in Tomar.
Currently, the land where the excavations were made are cultivated.
I think the intention was to cover with soil the remains of the ruins to protect them.
All that remains is small area where a well, and some traces of archaeological explorations.
On this site there is also an hidden cache.

Where men once lived, now live trees and bushes.
Where was heard the noise of a population, now hear the wind whispering when passing through the branches of the trees ...

You have all you need to find this cache: the cache coordinates, recommended acess, parking and the hint.

I hope you enjoy this place.
Happy caching!

!!! ATTENTION !!! 

Don’t search this cache at night because there is a well without side protections near the cache.

!!! DANGER !!!

Please check pictures above.


Proud member of the Military Association of GeoCachers

MAGC Logo


Additional Hints (Decrypt)

Ab puãb, whagb nb cvaurveb.
----------------------------------
Ba gur tebhaq, arne gur cvar gerr.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

105 Logged Visits

Found it 94     Write note 1     Archive 1     Temporarily Disable Listing 3     Enable Listing 2     Publish Listing 1     Owner Maintenance 3     

View Logbook | View the Image Gallery of 14 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.