Skip to content

This cache is temporarily unavailable.

btreviewer: Pelo teor dos últimos registos, parece necessária a intervenção do owner para verificar o estado da geocache.
Até lá, ficará temporariamente inactiva.

Por favor leia atentamente as Linhas de Orientação que regulam a manutenção das geocaches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Esta designação serve para geocaches que estão com alguma questão pendente ou um problema temporário por resolver.
Como owner, tem ao dispor quatro soluções possíveis:

  1. Efectuar a manutenção necessária e reactivar a geocache, dentro do prazo estabelecido pelas Linhas de Orientação
  2. Colocar uma nota na geocache com o plano de manutenção, caso esta não possa ocorrer num curto espaço de tempo. Nessa nota deve constar:
    • o prazo em que pretende efectuar a manutenção,
    • o argumento pelo qual o prazo indicado abaixo terá de ser ultrapassado para que fique novamente activa;
  3. Caso não consiga assegurar a manutenção da mesma, pode considerar o processo de adopção por um geocacher local;
  4. Arquivar a geocache se não tiver disponibilidade para assegurar o estado pleno da mesma. Por favor, tenha em consideração que nesta opção é necessário remover a geocache ou os conteúdos da mesma para evitar que se tornem lixo (*geolitter*).

Assim, caso não seja feita manutenção ou indicado um motivo válido pelo qual a geocache deva estar desactivada além do tempo previsto pelas Linhas de Orientação, a mesma será arquivada num prazo de 60 dias.
Relembro que não é possível desarquivar uma geocache que seja arquivada por falta de manutenção.

btreviewer
Geocaching.com Volunteer Cache Reviewer
Work with the reviewer, not against him

More
<

A cidade dos mortos [Alto S. João]

A cache by almeidara Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 02/25/2008
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


 

O culto aos mortos é tão antigo como a própria humanidade. O Homem tornou-se Homem quando começou a sepultar os antepassados, e fê-lo de forma mais permanente possível. Os achados arqueológicos mais antigos são necrópoles, grutas artificiais onde eram depositados corpos. As grandes maravilhas arquitectónicas humanas são dedicadas à memória de ente-queridos, desde as pirâmides, onde o corpo do faraó-deus era enterrado, até ao mausoléu de Taj Mahal, dedicado à mulher amada.

O cemitério do Alto de São João foi construído nos inícios do século XIX, ocupando a Quinta dos Apóstolos. Inicialmente ajardinado, está arborizado com ciprestes, eucaliptos, robínias, alfarrobeiras, jacarandás, entre muitas outras. Encontram-se aqui um notável conjunto de arquitectura funerária, muitos deles em estilo neomanuelino, onde estão sepultadas algumas das personalidades que fizeram história do país nos últimos duzentos anos. Trata-se uma verdadeira cidade, com casas (com número) e ruas. A principal, rua 1, é a que começa na entrada sendo cortada por outras perpendicularmente.

Logo junto à entrada, encontram-se dois dos exemplares mais notáveis: o mausoléu da Misericórdia de Lisboa em estilo neomanuelino (esquerda), e do visconde de Valmor de linhas neo-românicas. Na rua nº 1 encontram-se as sepulturas de várias figuras do movimento republicano: Machado dos Santos, Cândido dos Reis, Miguel Bombarda e José Elias Garcia. Interessante ver todos os símbolos maçónicos nestas sepulturas. No número 317 encontra-se sepultado Eça de Queirós. Na metade direita do cemitério, no meio da rua nº 5 merece destaque o imponente jazigo neogótico da família Igreja. 

Na rua nº 9, no número 4251, está sepultado Manuel Buiça, um dos regicidas do Rei D. Carlos e do príncipe D. Luís, cujo enterro, evidenciando o apoio popular à causa republicana, foi quase tão concorrido como o do próprio monarca. Do lado esquerdo do cemitério encontra-se a cripta dos combatentes, monumento aos combatentes na grande guerra de 1914/18. 

Em 2005, o cemitério recebeu os restos mortais de Álvaro Cunhal, político fundador do Partido Comunista Português.

Este cemitério é também conhecido como Oriental, em oposição ao cemitério dos Prazeres, ou Ocidental. Ambos foram criados em 1833, na sequência da epidemia de cólera que assolou Lisboa, o que obrigou à proibição dos enterramentos nos espaços religiosos.


NOTAS:
- É proibido tirar fotografias dos jazidos sem as permissões necessárias.
- A cache encontra-se junto ao Talhão Privativo dos Combatentes. O sinal é fraco, mas o hint e o spoiler devem ser suficientes para encontrar a cache sem perturbar o meio envolvente. As coordenadas têm 1m de erro.

 

Additional Hints (Decrypt)

ab greprveb neohfgb n pbagne qn rfpnqn

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.