Skip to Content

This cache has been archived.

Kelux: Obrigado pelas visitas!

More
<

Lágrimas de Portugal

A cache by Kelux (adotada de RCoelho) Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 06/22/2008
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

Lágrimas de Portugal é uma Cache em homenagem aos 120 anos sobre o nascimento de Fernando Pessoa


Ó MAR SALGADO, quanto do seu sal
São lágrimas de Portugal
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar.

Valeu a pena? Tudo vale a pena
se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu."

FERNANDO PESSOA
Nome completo: Fernando António Nogueira Pessoa.
Idade e naturalidade: Nasceu em Lisboa, freguesia dos Mártires, no
prédio n.º 4 do Largo de S. Carlos (hoje do Directório) em 13 de
Junho de 1888.
Filiação: Filho legítimo de Joaquim de Seabra Pessoa e de D. Maria
Madalena Pinheiro Nogueira. Neto paterno do general Joaquim António
de Araújo Pessoa, combatente das campanhas liberais, e de D.
Dionísia Seabra; neto materno do conselheiro Luís António Nogueira,
jurisconsulto e que foi Director-Geral do Ministério do Reino, e de
D. Madalena Xavier Pinheiro. Ascendência geral: misto de fidalgos e
judeus.
Estado civil: Solteiro.
Profissão: A designação mais própria será «tradutor», a mais exacta
a de «correspondente estrangeiro em casas comerciais». O ser poeta
e escritor não constitui profissão, mas vocação.
Morada: Rua Coelho da Rocha, 16, 1º. Dto. Lisboa. (Endereço postal
- Caixa Postal 147, Lisboa).
Funções sociais que tem desempenhado: Se por isso se entende cargos
públicos, ou funções de destaque, nenhumas.
Obras que tem publicado: A obra está essencialmente dispersa, por
enquanto, por várias revistas e publicações ocasionais. O que, de
livros ou folhetos, considera como válido, é o seguinte: «35
Sonnets» (em inglês), 1918; «English Poems I-II» e «English Poems
III» (em inglês também), 1922, e o livro «Mensagem», 1934, premiado
pelo Secretariado de Propaganda Nacional, na categoria «Poema». O
folheto «O Interregno», publicado em 1928, e constituído por uma
defesa da Ditadura Militar em Portugal, deve ser considerado como
não existente. Há que rever tudo isso e talvez que repudiar
muito.
Educação: Em virtude de, falecido seu pai em 1893, sua mãe ter
casado, em 1895, em segundas núpcias, com o Comandante João Miguel
Rosa, Cônsul de Portugal em Durban, Natal, foi ali educado. Ganhou
o prémio Rainha Vitória de estilo inglês na Universidade do Cabo da
Boa Esperança em 1903, no exame de admissão, aos 15 anos.
Ideologia Política: Considera que o sistema monárquico seria o mais
próprio para uma nação organicamente imperial como é Portugal.
Considera, ao mesmo tempo, a Monarquia completamente inviável em
Portugal. Por isso, a haver um plebiscito entre regimes, votaria,
embora com pena, pela República. Conservador do estilo inglês, isto
é, liberal dentro do conservantismo, e absolutamente
anti-reaccionário.
Posição religiosa: Cristão gnóstico e portanto inteiramente oposto
a todas as Igrejas organizadas, e sobretudo à Igreja de Roma. Fiel,
por motivos que mais adiante estão implícitos, à Tradição Secreta
do Cristianismo, que tem íntimas relações com a Tradição Secreta em
Israel (a Santa Kabbalah) e com a essência oculta da Maçonaria.
Posição iniciática: Iniciado, por comunicação directa de Mestre a
Discípulo, nos três graus menores da (aparentemente extinta) Ordem
Templária de Portugal.
Posição patriótica: Partidário de um nacionalismo místico, de onde
seja abolida toda a infiltração católico-romana, criando-se, se
possível for, um sebastianismo novo, que a substitua
espiritualmente, se é que no catolicismo português houve alguma vez
espiritualidade. Nacionalista que se guia por este lema: «Tudo pela
Humanidade; nada contra a Nação».

Posição social: Anticomunista e anti-socialista. O mais deduz-se do
que vai dito acima.
Resumo de estas últimas considerações: Ter sempre na memória o
mártir Jacques de Molay, Grão-Mestre dos Templários, e combater,
sempre e em toda a parte, os seus três assassinos - a Ignorância, o
Fanatismo e a Tirania.

Lisboa, 30 de Março de 1935 [na edição truncada e descuidada da
Editorial Império está 1933, por lapso]
Fernando Pessoa [assinatura autógrafa]

Fonte: Cópia do original dactilografado e assinado existente na
Colecção do Arquitecto Fernando Távora



The location:[ENG]
The location is a perfect example of a limestone landscape sculpted by rough waters and airborne sand particles due to the fierce wind.
Nearby you also have felsic dykes from the north-lying Sintra batholith.

O local:[PT]
O local apresenta uma paisagem de substrato calcário erodido pela acção das águas marinhas com a combinação de partículas de areia levadas pelo vento forte de NW.
No local também é evidende; numa côr mais alaranjada, um dique félsico associado aos diques do maciço granítico de Sintra imediatamente a norte.
Obrigado DanielOliveira pela explicação do local.

Additional Hints (Decrypt)

Ahz ohenpb erqbaqb an ebpun, qrvkne orz gncnqb cnen cebgrtre qb iragb.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

1,054 Logged Visits

Found it 979     Didn't find it 16     Write note 22     Archive 1     Temporarily Disable Listing 5     Enable Listing 4     Publish Listing 1     Needs Maintenance 17     Owner Maintenance 9     

View Logbook | View the Image Gallery of 131 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.