Skip to content

<

#50 -> Lusitanos, Romanos e a Senhora das Cabeças

A cache by Blue Trekkers Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 04/07/2009
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2.5 out of 5

Size: Size:   regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


#50 -> Lusitanos, Romanos e a Senhora das Cabeças




Este local foi escolhido há mais de um ano como o eleito para a nossa cache número 50. Ilustra aquilo que gostamos no geocaching, principalmente quando escondemos as nossas caches: a descoberta de um sítio fantástico, com uma bela paisagem e muita história para contar. E mais importante que tudo, foi um daqueles sítios que não faziamos ideia que existia e que só descobrimos pela nossa busca por locais que mereçam ser partilhados e conhecidos por outros.




A arqueologia

Numa meia encosta da vertente Este da Serra da Estrela, e sobranceiros à várzea do Zêzere, encontram-se os vestígios de um povoado fortificado da Idade do Ferro, bem como de um templo romano.
O sistema defensivo do povoado - erguido durante o século VIII a. C. - apresentava planta ovalada, de cujas cintas de muralhas apenas subsiste o arranque de alguns dos muros que as perfaziam.
É na área intramuros deste recinto que se podem observar as estruturas do podium de um templo romano, genericamente atribuído ao século I d. C., e às quais se encontram associados diversos fragmentos de tegulae (cerâmica de construção) e de cerâmica comum.
De planta rectangular, este edifício religioso possuía cerca de dezoito metros e meio de comprimento, por oito metros de largura, tendo sido erguido sobre três plataformas com silhares de grande aparelho, que se apresentam almofadados no alçado principal. É, ainda, possível observar uma cornija a encimar a fachada tardoz deste templo.
Além destes vestígios materiais, identificaram-se duas inscrições votivas dedicadas ao deus Banda Brialeacus, existentes na localidade de Orjais, e que, certamente, se relacionarão com as práticas religiosas desenvolvidas no templo em questão.





A cache

Devem ir até Orjais e daí tentar descobrir a estrada que segue para cima até à Capela de N. Sr.ª das Cabeças.
É possivel encontrar em diversos locais vestígios das ruínas do Castro, principalmente ao subir um pouco mais o cabeço seguindo a estrada. Nós encontrámos uma grande parte dele mas não dizemos onde porque as ruínas estavam muito sensíveis e por isso não é aconselhável andar muita gente por lá.

A cache está escondida nos vestígios do templo romano, e é acessível subindo o muro (o que será este muro? ) junto de onde acaba o alcatrão.




Additional Hints (No hints available.)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.