Skip to Content

This cache has been archived.

bolacha: Pelos relatos parece terem deixado de andar pela zona, ouvi dizer que agora costumam parar é na tasca do Sousa!

More
<

OVNI(zado) [Setúbal]

A cache by Bolacha, Dakidali & MightyReek Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 05/15/2009
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Translation
OVNI(zado)

OVNI é a sigla para Objecto Voador Não Identificado, também conhecido pela sigla em inglês, UFO (Unidentified Flying Object).

Há cerca de 15 mil milhões de anos, uma imensa explosão deu início à extraordinária história do mais precioso “segredo” da existência: o Universo. Na vertigem de uma esplendorosa sucessão de eventos, o Tempo e o Espaço estruturaram-se e a dinâmica eterna da matéria - sustentáculo de algo mais, ou mera matriz do Todoiniciou-se.
Átomos, nuvens cósmicas, galáxias, quasares, sistemas, toda a arquitectura dos astros ergueu-se e habitou essa matriz.
Cerca de 10 mil milhões de anos depois, um pequeno planeta de um sistema de uma estrela, num braço de uma galáxia em espiral, metamorfoseava-se em palco, onde cerca de 6 mil milhões de anos mais tarde, pedaços de Universo iriam complexificar-se, e encetar o milagre de se replicar. A Vida, consequência de uma expansão espacialou secreta interacção das moléculas, desabrochava no seio fértil desse planeta.
O Universo podia então, pensar-se, raciocinar sobre si mesmo. Foi no berço orgânico de um continente de contrastes, que a expressão contínua desse raciocínio lançou as raízes de um futuro prodigioso. Numa dinâmica contínua de vida a reagir ao que a circunda, na dançaeternadas espécies, os hominídeos surgiriam, cerca de 2,5 milhões de anos.

Desde a aurora dos seus primórdios, o homem nunca deixou de expressar a centelha única do que o move – a incessante auto descoberta, pela descoberta da verdade. Observando, experimentando, sonhando e arriscando, o inacabado caminho do conhecimento trouxe respostas a quem vive o trago doce da curiosidade. Mas desde esses mesmos primórdios, as civilizações ergueram-se rodeadas de mistério, cercadas por incontáveis perguntas sem resposta. Da angústia ao êxtase quehabita a procura incessante da realidade, gerações de Homens uniram-se nessa aventura. Dessa ousadia se moldou o avanço das civilizações, a evolução das ideias e dos ideais e o sagrado elo do Homem e do que o transcende, a religião e a Fé.

Se por um lado é impossível resumir esse oceano de angústias e mistérios que ainda rodeiam o dia-a-dia das civilizações actuais, por outro não é difícil encontrar, nas inúmeras expressões de arte humanas, evidências de uma vivência e contacto com esses mistérios. Criaturas, potenciais engenhos, luzes intrigantes, povoam desenhos que remontam à pré-história humana, figuram nos céus renascentistas eternizados em quadros a óleo, e cruzam-se com a memória física da vida e da morte, em relatos de milhares de testemunhas - homens e mulheres, crianças e adultos, de todos os continentes, de todos os credos e religiões. E em cada sinal ou palavra proferida, consonante a tantas outras, o laço diáfano da coerência, unindo as peças de um “puzzle”, revela os legítimos contornos de uma verdade oculta.
Algumas dessasevidências adquiriram no século XX uma categoria que as procura englobar e no seu exemplo maistípico, o de luzes não identificadas num firmamento estudado e conhecido que originaram o termo ObjectoVoador Não Identificado” (OVNI).
Portugal não é excepção e quer nas lendas como nos relatos de avistamentos, milhares de evidências de luzes e objectos não identificados foram-se acumulando ao longo de séculos de História. De uma partilhada vontade de descobrir a verdade, uniram-se portugueses nessa procura. É nestecontexto puro de busca pelo conhecimento, que nasceu a SociedadePortuguesa de Ovnilogia. Um grupocoeso de personalidades de diversas áreas que procura investigar a fenomenologia OVNI, de forma aberta mas objectiva, multidisciplinar e dinâmica.

in: SociedadePortuguesa de Ovnilogia

A maioria dos casos são «observações nocturnas de luzes no céu, sobretudo no litoral e no Verão», já que as boas condições atmosféricas oferecem melhores condições e visibilidade. outros dos locais aparentemente privilegiados para os avistamentos são as serras, sobretudo a da Arrábida e a da Gardunha.

Há uma onda de mistério a envolver a serra da Arrábida e o rio Sado, em Setúbal.
Ovnis e osnis são alguns dos fenómenos que têm sido avistados pelos habitantes sadinos e os seus relatos já despertaram a curiosidade de especialistas e até de cinéfilos.
Luzes que surgem entre a vegetação da serra, clarões vindos do fundo do rio, provocando turbilhões na água, brilhos avistados por escuteiros dentro de uma suposta passagem subterrânea que ligará Tróia a Sintra são apenas alguns dos fenómenos.
Há até quem conte ter sido raptado várias vezes - sempre às quintas-feiras, por um extraterrestre de quem já se tornou amigo. E histórias de pescadores que asseguram ter comunicado, através de um very light, com um círculo de luz no fundo do Sado, junto à fortaleza de Outão.
Tudo se passou em 2002, quando Carlos e Pedro Coelho, pai e filho, foram pescar durante a madrugada e acabaram por ser surpreendidos por uma luz verde fluorescente vindo no fundo do mar. O brilho tinha uma forma circular e movimentava-se sem deixar rasto.
Dizem os pescadores , que o fenómeno provocou ainda um enorme turbilhão na água. Carlos e Pedro quiseram fugir, mas não conseguiram porque ficaram paralisados, sentindo um formigueiro em todo o corpo. Minutos mais tarde recuperam a mobilidade e subiram ao miradouro da fortaleza, onde apontaram um very light ao osni. durante quase meia hora, Carlos e Pedro Coelho dizem ter interagido com o objecto não identificado.
O círculo de luz acendia, apagava e mudava a cor, mas depois de um estrondo e de um clarão na serra da Arrábida, afastou-se até desaparecer no oceano. Não faltam também depoimentos de quem afiance ter visto naves a pousar na serra e que atribua o fenómeno a habitantes de outros planetas do universo.

in: Mago da lua

Alguns depoimentos:
Arsénio Romão
Foi o seguinte, numa segunda-feira à noite, estava eu a caminho de um bar, quando olho para o céu e vejo uma luz verde a passar por cima de nós (eu e quem ia comigo).
Uma luz com muita velocidade, não sei o que era. Mas acredito que fosse um ovni.
Comentei com uns amigos, mas ambos ignoraram o que disse/vi.
Pessoalmente acredito neste tipo de fenómenos, mas tenho que respeitar as ideias dos outros.

in: apovni.org

Fernando Bizarro
Estava aqui por cima uma luz muito intensa, muito amarela, que iluminava isto tudo. Era tão intensa que não se conseguia ver mais nada. Foi tudo muito rápido, talvez uns 10 ou 15 segundos, depois aquilo saiu daqui a grande velocidade, na direcção do sul. Só pode ter sido um OVNI. Não acreditava em nada disso. Agora, que vi com os meus olhos, o caso muda de figura.
Afinal, não estamos sozinhos no Universo, Corri para a carrinha, agarrei no telemóvel e tive outra surpresa, de um momento para o outro, a bateria ficou completamente descarregada, mas quando olhei para aquela luz, aqui a poucos metros, não senti qualquer espécie de ameaça.
Entrei depois no café, ainda a tremer com aquela ansiedade toda e contei a história aos meus amigos, uns acreditaram, outros não.
Nunca na vida tinha visto uma coisa destas. Já passaram alguns dias e ainda sonho com isto.
Já estava escuro, não há electricidade aqui no monte e de um momento para o outro, surgiu toda aquela luz aqui mesmo por cima. Ninguém está à espera de uma coisa destas.

in: Jornal de Nisa

Manuel Palmela
Eu não acreditava em nada dessas coisa, até ser raptado por extraterrestres.
E digo mais, já fui raptado cinco vezes e em duas delas forçaram-me a ter relações sexuais até a exaustão.

in: Debate directo num canal da televisão Portuguesa.

A Cache, a foto e os nossos depoimentos:
Está colocada nas proximidades das antenas da Arrábida, local esse já referenciado em avistamentos de OVNI. Depois de termos escondido a cache e de regresso ao automóvel, também nós (Dakidali, Bolacha, Bolachinha e MightyReek) observamos algo que não sabemos bem explicar o que era, mas vimos... pedi a estes meus companheiros que relatassem o sucedido, o qual deixo abaixo... assim como a foto tirada no local...
MightyReek
Quê Aquilo, pá?! Ca raio de luzes são aquelas?!
Mas tu queres ver... Que arranjo já aqui uma tema para uma nova cache!?
A fisga, onde é que eu tenho a fisga?! Que amando já com os gajos a baixo!
Olha! Ca gajo mais esquisito, mas espera lá... aquela cara é me familiar! Será que o gajo também sabe fazer uns bruxedos?!
Bolachinha
O que é aquilo ali no ar?
Olha! Olha! Atiraram qualquer coisa cá para baixo... Mas que coisa tão esquisita!
Fujam! Fujam! Que eles andem ai!
Só me lembro de já estar dentro do carro... Ca ganda susto que apanhamos!
Dakidali
Epá! Granda cena!
Ainda nem sei bem que coisa era aquela... Só vi umas luzes e aquilo passar por aqui a rasgar!
De repente saiu um gajo do nada e aparece-nos à frente... Pirei-me logo!
Fogo pá! Ainda tou toda a tremer!!! Ca nojo!
Bolacha
Quando vi aquela luz tão intensa ainda pensei que fosse o Sup3r a brincar com a lanterna de dar à manivela...
Mas depois apareceu o outro gajo à nossa frente, até me borrei todo... e ala que se faz tarde!
Andei pensei que fosse do sumo de laranja que bebemos ao almoço, mas não...

Divirtam-se! / Enjoy!

"Try to learn something about everything and everything about something"

Thomas Huxley's memorial

Additional Hints (Decrypt)

[PT] Gncnqn pbz crqenf, cregb qb neohfgb.
[UK] Pbirerq jvgu fgbarf, arne gur ohfu.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.