Skip to Content

This cache has been archived.

htf: As outras 2 foram arquivadas um pouco à revelia do dono mas esta vai por vontade do mesmo. Está na hora de libertar o local para uma nova.

Obrigado a todos que a visitaram.

More
<

Doca das Fontainhas (Setúbal)

A cache by Hidden Tupperware Friends Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 08/12/2009
Difficulty:
1 out of 5
Terrain:
1 out of 5

Size: Size: not chosen (not chosen)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Doca das Fontainhas


O Bairro das Fontainhas era uma referência da cidade de Setúbal, dos pescadores, das varinas, das conserveiras, dos estivadores, dos homens honestos, trabalhadores e simples. No verão o ambiente em redor da Doca das Fontainhas era diferente. Vivia-se pela manhã o cheiro a maresia. O Descarregador da Sardinha, correndo a passerelle da desgraça, ia deixando cair propositadamente alguns peixes do seu chapéu de abas largas para os catraios apanharem, ganhando assim comida para casa. Na estacada do gasóleo a prancha maravilha fazia as delícias dos rapazes. Faziam-se saltos acrobáticos para tentar escolher o melhor exibicionista, faziam-se provas de natação de uma ponta a outra da Doca. Apanhava-se caranguejos da anilha no Pé-ré das escadas de serviço de acesso às barcas. Os gaiatos saltavam de barca em barca brincando à apanhada sob o olhar complacente dos donos. Na estacada do Ároles os miúdos nadavam na sua maioria nus o que provocava a indignação do cabo-de-mar, que tentava descobrir debaixo das caixas dos pescadores a roupa dos artistas. Os miúdos gostavam deste ambiente do Gato e do Rato, o desafiar a autoridade. Outros catraios pescavam aos alcabozes nas traineiras da sardinha estacionadas na Doca, alguns mergulhavam em apostas para tentar obter as estrelas-do-mar. Os barcos da ostra navegavam como Galeões no Estuário do Sado. A toninha navegava junto ao barco chorando a perda do seu companheiro. Juntavam-se dezenas de pessoas na caldeira da Tróia na apanha do berbigão pela manhã. Foram tempos diferentes dos actuais, que permanecem em recordação.


Texto de: Joaquim Branco Coelho, Poeta Setubalense.


A cache leva a conhecer a Doca das Fontainhas de hoje. Por favor deixe tudo como encontrou e não publique fotos do container e respectivo logbook. Obrigado.

Additional Hints (Decrypt)

Zntaégvpn

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

319 Logged Visits

Found it 291     Didn't find it 5     Write note 9     Archive 1     Temporarily Disable Listing 4     Enable Listing 3     Publish Listing 1     Needs Maintenance 2     Owner Maintenance 1     Post Reviewer Note 2     

View Logbook | View the Image Gallery of 52 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.