Skip to Content

This cache has been archived.

SerafimSaudade: Esta cache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou
adequada perante as situações relatadas. Relembro a secção das
guidelines sobre a manutenção
http://support.groundspeak.com/index.php?pg=kb.page&id=307#maint :

[quote]
You are responsible for occasional visits to your cache to maintain
proper working order, especially when someone reports a problem with
the cache (missing, damaged, wet, etc.). You may temporarily disable
your cache to let others know not to search for it until you have a
chance to fix the problem. This feature is to allow you a reasonable
amount of time – normally a few weeks – in which to check on your
cache. If a cache is not being maintained, or has been temporarily
disabled for an unreasonable length of time, we may archive the
listing.

Because of the effort required to maintain a geocache, we ask that you
place physical caches in your usual caching area and not while on a
vacation or business trip. It is best when you live within a
manageable distance from the cache placements to allow for return
visits. Geocaches placed during travel may not be published unless you
are able to demonstrate an acceptable maintenance plan, which must
allow for a quick response to reported problems. An acceptable
maintenance plan might include the username of a local geocacher who
will handle maintenance issues in your absence.[/quote]

Como owner, se tiver planos para recolocar a cache, por favor,
contacte-me por
[url=http://www.geocaching.com/email/?u=serafimsaudade]e-mail[/url].

Lembro que a eventual reactivação desta cache passará pelo mesmo
processo de análise como se fosse uma nova cache, com todas as
implicações que as guidelines actuais indicam.

Se no local existe algum container, por favor recolha-o a fim de
evitar que se torne lixo (geolitter).

Obrigado

[b] SerafimSaudade [/b]
Geocaching.com Volunteer Cache Reviewer

More
<

Sente-se aqui e aprecie...

A cache by peter santarem Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 12/09/2009
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

Local com vista privilegiada para o rio Tejo, a lezíria ribatejana e a ponte Salgueiro Maia. Situa-se numa das extremidades da cidade de Santarém, onde se pode passar bons momentos apreciar a lezíria ribatejana e as suas culturas ladeadas pelo imponente rio Tejo.

ponte salgueiro maia sobreo o rio tejo.

Rio Tejo

O Tejo é o rio mais extenso da península ibérica. A sua bacia hidrográfica é a terceira mais extensa na península, nasce a 1593m de altitude na serra de albarracin e desagua no oceano atlântico, banhando Lisboa, após um percurso de cerca de 1007 km, a sua bacia hidrográfica é de 80.600 km² (55.750 km² em Espanha e 24.850 km² em Portugal) sendo a segunda mais importante da península ibérica.

rio tejo

Ponte Salgueiro Maia:

A ponte Salgueiro Maia, sobre o rio Tejo, é uma ponte com tirantes, tem o comprimento de 570 metros, assente em 8 pilares, a ponte não tem iluminação devido interferir com o aeródromo localizado nas imediações.
O nome da ponte é uma homenagem ao capitão Salgueiro Maia.

ponte salgueiro maia


Lezíria ribatejana e as suas culturas

É na Lezíria Ribatejana, que encontramos um perfeito enlace entre o homem e a terra, traduzindo-se no seu sustento, mas também na sua cultura mais enraizada. É na lezíria que são criados os touros, pelos campinos esses nobres cavaleiros destas planícies do Tejo, resultando a relação entre estes dois seres a imagem mais característica do Ribatejo. O dia-a-dia do campino passa por cuidar do gado, bovino e cavalar: no bovino é de destacar o seu companheiro; o touro. Este nobre animal que é criado ou nos prados ricos da lezíria ou nas charnecas que são atravessadas por cursos de água, constitui com a sua existência e procura, a razão da profissão de campino ainda não ter sido extinta. Este cavaleiro tem de marcar o animal com o ferro do seu proprietário, datá-lo, e ser responsável pela vacinação do animal, afastando-o do resto do gado bovino, convivendo só com os cabrestos, sendo ele o líder da manada. Quando o touro está o seu auge de bravura por volta dos seus 4 anos de idade, atingindo entre os 400 a 600kg, está pronto para enfrentar o seu destino, nas praças tauromáquicas. O campino é responsável por tornar este animal, o mais bravo possível, evitando que este tenha contacto com outros animais (excepto os cabrestos e outros touros), e também longe da presença humana (à sua excepção). A bravura do animal irá determinar o sucesso da profissão do campino bem como o prestígio da marca de ferro que os tenta. As suas funções passam também pelo tratamento que tem de dar aos cavalos, quer a nível de cuidados de saúde, quer a nível de desbaste, e treino, sendo quase como uma extensão do próprio campino. O Campo é caracterizado também pelas suas terras bastante férteis, o que é um excelente motor para que a agricultura aqui floresça. Devido a serem planícies aluviais, torna-as bastante ricas em água o que permite várias culturas ao longo do ano, como por exemplo; o milho, a beterraba, o tomate, o pimento, o melão, a batata entre outros. Outrora era a Lezíria a principal responsável pelo fornecimento de bens agrícolas à capital.

touros na leziria ribatejana

Additional Hints (No hints available.)



 

Find...

211 Logged Visits

Found it 170     Didn't find it 15     Write note 9     Archive 1     Temporarily Disable Listing 5     Enable Listing 4     Publish Listing 1     Owner Maintenance 2     Update Coordinates 3     Post Reviewer Note 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 13 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.