Skip to Content

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.

This cache has been archived.

btreviewer: Esta cache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante as situações relatadas. Relembro a secção das guidelines sobre a manutenção http://support.groundspeak.com/index.php?pg=kb.page&id=307#maint :

[quote]
You are responsible for occasional visits to your cache to maintain proper working order, especially when someone reports a problem with the cache (missing, damaged, wet, etc.). You may temporarily disable your cache to let others know not to search for it until you have a chance to fix the problem. This feature is to allow you a reasonable amount of time – normally a few weeks – in which to check on your cache. If a cache is not being maintained, or has been temporarily disabled for an unreasonable length of time, we may archive the listing.

Because of the effort required to maintain a geocache, we ask that you place physical caches in your usual caching area and not while on a vacation or business trip. It is best when you live within a manageable distance from the cache placements to allow for return visits. Geocaches placed during travel may not be published unless you are able to demonstrate an acceptable maintenance plan, which must allow for a quick response to reported problems. An acceptable maintenance plan might include the username of a local geocacher who will handle maintenance issues in your absence.[/quote]

Como owner, se tiver planos para recolocar a cache, por favor, contacte-me por [url=http://www.geocaching.com/email/?u=btreviewer]e-mail[/url].

Lembro que a eventual reactivação desta cache passará pelo mesmo processo de análise como se fosse uma nova cache, com todas as implicações que as guidelines actuais indicam.

Se no local existe algum container, por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Obrigado

[b] btreviewer [/b]
Geocaching.com Volunteer Cache Reviewer

More

Traditional Geocache

A minha rua

A cache by jasafara Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 1/25/2010
Difficulty:
1 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Ok. Podia disfarçar e ter chamado a esta cache por exemplo "Costinha".

Mas embora aproveite para vos dar a conhecer melhor este grande actor Português, a grande motivação para que ela tenha sido aqui colocada é passar a ser a mais perto da minha casa...

De facto quando vierem fazer a cache, eu poderei estar-vos a ver pela janela.
A maior parte do tempo também poderão ver por aqui estacionado o UMM que serve de foto ao meu perfil.

A Rua Augusto Costa (Costinha) é perpendicular á Rua das Pedralvas e fica no Bairro com o mesmo nome, na freguesia de Benfica.

Passando a apresentar o Actor que dá nome á rua onde moro há cerca de 15 anos.

Costinha, aliás Ernestino Augusto Costa, foi um actor que fazendo parte da chamada Geração de Ouro do Cinema Português, juntamente com Vasco Santana, Francisco Ribeiro "Ribeirinho", António Silva e outros, é actualmente menos conhecido do que os restantes porque se distinguiu sobretudo no Teatro.

Nasceu a 24 de Fevereiro de 1891, em Santarém, tendo-se estreado no teatro amador em 1912 na Trupe Dramática Portuguesa. Em 1913 é convidado por Jorge Grave para entrar na companhia do Teatro Moderno com a revista "Quadros Vivos". Estudou durante 3 anos no conservatório.
Em 1914 parte numa digressão ao Brasil, onde obtém rasgados elogios do publico e da critica.
Participou durante toda a sua vida em mais de 800 peças. É no ano de 1922 na revista "Cozido à Portuguesa", no Éden Teatro, que Costinha conhece aquela que iria se tornar a sua mulher, a actriz Luísa Durão. Entre as inúmeras peças em que participou, revistas, operetas ou teatro sério, destacam-se:

"História do Fado" em 1930;
"Viva o Jazz" em 1931;
"Milho Rei" em 1935;
"O Jorge Cadete" em 1938;
"Ribatejo" em 1939;
"A Costureirinha" em 1943;
"A Mulher do Padeiro" em 1944;
"Cantiga da Rua" em 1950;
"O Pato" em 1953;
"Não Faças Ondas" e "Abril em Portugal" ambas em1956,
"Uma Bomba Chamada Etelvina" em 1961;
"Põe-te a Pau" e "Aqui Há Fantasmas" em 1962.

Foi um dos actores mais queridos do publico português. Fez ao longo da sua vida várias digressões, tanto ao Brasil como às antigas colónias em Africa.
Pode-se dizer que viveu intensamente para o teatro, tendo falecido a 24 de Janeiro de 1979.

Filmografia (por onde poderá ser mais reconhecido nos tempos de hoje, visto parte estar editada em DVD ou passarem ocasionalmente na TV)

"Lisboa, Crónica Anedótica" (1930)
"A Severa" (visit link) (1931)
"As Pupilas do Senhor Reitor" (visit link) (1935)
"O Trevo de Quatro Folhas" (1936)
"A Rosa do Adro" (1938)
"Varanda dos Rouxinóis" (1939)
"João Ratão" (visit link) (1940)
"Lobos da Serra" (1942)
"Cais do Sodré" (1946)
"Camões" (visit link) e "Um Homem do Ribatejo" (1946)
"Vizinhos de Rés-do-Chão" (1947)
"Uma Vida Para Dois" (1948)
"Sol e Toiros" e "A Morgadinha dos Canaviais" (visit link) (1949)
"Cantiga da Rua" e "Madragoa" (1952)
"Rosa de Alfama" (1953)
"O Costa d'África" (1954)
"O Noivo das Caldas" (1956)
"Perdeu-se um Marido" e "Dois Dias no Paraíso" (1957)
"O Homem do Dia" (1958)
"Costureirinha da Sé" (1959)

fontes: Wikipédia e pauloborges.bloguepessoal

A CACHE

Esta é a minha primeira cache, pelo que peço a vossa compreensão... É muito fácil de encontrar. Tentem ser discretos, pois alem dos meus, terão os olhos de dezenas de vizinhos postos em vós. Não é preciso baixarem-se, nem apalparem nada. É só olharem e os vossos olhos treinados de geocachers vão vê-la.
O sinal do GPS pode não ser o melhor, mas basta verem a hint para identificarem o GZ.

Peço que manuseiem a cache na horizontal.
Tem material de escrita e permitirá a troca de objectos que não ultrapassem as dimensões 1x1x10cm... Tentarei manter a cache sempre aprovisionada com micro-lápis. Peço que levem um e o deixem na 1ªcache que façam sem material de escrita e onde ele caiba.

A propósito de uma nota que o simpático reviewer SUp3rFM me fez, quando do pré-publishing desta cache, e que é efectivamente pertinente abri o tópico "A minha rua" nos fóruns da geocaching-pt (visit link) e da geocaching.com (visit link)

Enquanto não fizerem a cache poderão dar a vossa opinião teórica sobre a questão. Depois de a fazerem poderão fazer os vossos comentários nas logs.

LER COM ATENÇÂO

A quem NÃO se destina esta cache:

1) A quem faz poucas caches e procura criteriosamente aquelas que ou revelam 'maravilhas naturais', ou recantos desconhecidos mas cheios de beleza e/ou história.

2) A estrangeiros. Razão para não estar traduzida para inglês. Os estrangeiros deverão utilizar o seu previsível pouco tempo entre nós, para conhecerem os pontos que vale realmente a pena conhecer (e não tenho a pretensão que a minha rua seja um deles...)

3) A quem gosta de caches difíceis. Esta é muito fácil.


A quem se destina a cache:

1) Ao reduzido grupo de geocachers (visit link) que coleccionam ou apenas não deixam escapar a oportunidade de um FTF. Para esses (eu incluído (visit link) o importante é que a cache esteja próxima de forma a não durar mais de 30m... Será que o Monho também se interessará por esta? Ou dará oportunidade a outro membro da comunidade...

2) Ao grande (acho) número de geocachers (visit link) entre os quais também me incluo (embora ainda com um ranking muito humilde) que também correm para as estatísticas. Estes inevitavelmente não terão a pretensão de só encontrarem caches espectaculares.

3) Para quem já tem as caches de Lisboa todas feitas (visit link) e desespera por uma que permita alimentar o vício/desporto/hobby sem ter de mudar de Concelho e/ou Distrito. O Prodrive será sempre bem-vindo.

4) Para quem gosta de fazer cachadas nocturnas. Claro que mesmo de noite é mais giro fazer uma cache com vista para uma Catedral, mas o que é mesmo bom é ficar num sítio bem iluminado, seguro (espero que ninguém seja assaltado a fazer esta cache...) e com bons acessos a pé, de carro ou de bicicleta (será verdade que os geocachers não andam de transportes públicos?).

5) A quem não perde muito tempo a ler as descrições. Claro que é muito agradável uma página bem construída em HTML com imagens e com uma história bem contada, mas isso não deve ser o mais importante para quem carrega os pontos para o GPS e lá vai á descoberta.

6) Sim claro que o geocaching se destina a indicar monumentos bonitos que merecem sem visitados. Olha aqui está um bom tema para um tópico: Qual a percentagem dos geocachers que aproveita a boa intenção do owner e visita o monumento mostrado? Pois têm uns horários esquisitos (abertos das 9h-17h) e estamos com pressa que ainda temos de fazer mais umas tantas. Mas fica a intenção "Em breve vou cá voltar", "Pena estar fechado",etc, etc. Aqui não tem de ter complexos de culpa por não ligarem ao que os owners vos sugerem. Podem fazer uma cache simples e descomplexada que só mostra "a minha rua".

7) A quem quer conhecer melhor Lisboa. Nestes poucos meses que levo de geocaching já viajei mais por Lisboa do que nos meus 30 anos anteriores. Além dos lugares especiais, fiquei também a conhecer lugares normais, onde vivem as pessoas, fiquei a conhecer melhor as ruas de Lisboa. Assim quantos de vós conhecem Pedralvas além dos que eventualmente aqui moram? Ora aqui têm uma oportunidade. Esta não será uma cache muito boa, mas quando cá voltarem para fazer uma melhor já sabem o caminho...

8) Os que estão fartos de caixas de rolos de fotografias como eu. Não sei se colocarei muitas caches. Não sei se terei imaginação para colocar sempre containers diferentes. Mas uma coisa prometo, nunca utilizarei esse container (pode ser parecido mas não serão rolos de fotografia pretos...). Eu sei que são resistentes, pequenos e óptimos para colocar em todos os sítios. Também sei que depois de desaparecer um, dois, três containers deve começar a chatear e não se tem paciência para caixas mais elaboradas. Também já li bastantes vezes a opinião do Torgut sobre containers 'originais' (outro bom tema para um tópico) mas eu pessoalmente (e acredito que bastantes geocachers) apreciam um container diferente...

9) A quem acha que ninguém é obrigado a ir a todas, que desde que uma cache seja honesta e não leve ao engano (como julgo que esta não leva) e não esteja a menos de 161m de um spot que mereça realmente ter uma cache anda não colocada, quanto mais caches houver melhor.

10) Por último, ao concerteza pequeno número de geocachers/owners que colocou uma cache "na sua rua" :)

11) Para vizinha(o)s ou ex-vizinha(o)s. Acrecentado após sugestão da nhokas (visit link)

12) Para todos aqueles que gostam da sua rua (actual ou passada). Acrescentado devido ao log do Timearth (visit link) e depois de o relembrar aqui (visit link)

Additional Hints (Decrypt)

VANCGB
Qrsvavçãb Qvpvbaáevb Cevorenz qn Yíathn Cbeghthrfn
nqw.
Aãb ncgb; vaáovy.

Gh pbapregrmn dhr rfgáf ncgb n rapbagene rfgn pnpur!

C.F. Aãb rfgbh n vafvahne dhr fãb vancgbf. Fr wá rfgãb ab ybpny wá creprorerz n qvpn. Fr rfgãb rz pnfn é fvzcyrf: Tbbtyr Zncf > Ehn Nhthfgb Pbfgn Yvfobn > Ivfgn qr Ehn > tverz rager 0 r 180º r iãb creprore....

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

152 Logged Visits

Found it 127     Didn't find it 3     Write note 10     Archive 1     Temporarily Disable Listing 5     Enable Listing 4     Publish Listing 1     Post Reviewer Note 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 6 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated: on 11/15/2017 3:26:56 PM (UTC-08:00) Pacific Time (US & Canada) (11:26 PM GMT)
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page