Skip to Content

<

Pelos túneis à Tapada (Pomarão) – [1]

A cache by Geonorth80 Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 06/11/2010
Difficulty:
3 out of 5
Terrain:
3 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Pelos túneis à Tapada – [Pomarão] – [1]

Esta cache pertence a um conjunto de 5 caches colocadas ao longo do troço final da antiga linha de caminhos-de-ferro, a qual apresenta uma extensão total de cerca de 18 km, desde a Mina de São Domingos ao porto fluvio-marítimo do Pomarão, no rio Guadiana.

mapa

Percurso ao longo da linha férrea

 

Um pouco de história...

Os primeiros testemunhos de actividade mineira na região de São Domingos remontam à época romana. Mas foi em 1857 que a exploração em larga escala arrancou, em resultado da concessão atribuída a uma sociedade de origem espanhola – a La Sabina – que no ano seguinte acabou por arrendar os direitos de prospecção aos ingleses da Mason & Barry. Em poucos anos, São Domingos transformou-se num dos maiores complexos mineiros da Europa. Ao longo de mais de cem anos, os homens esventraram a terra em busca de cobre e enxofre. Primeiro em galerias subterrâneas, depois a céu aberto. Após extraído, o minério era conduzido pelo caminho-de-ferro que ligava a Mina de S. Domingos ao porto do Pomarão para embarcar em grandes navios que o levavam até Inglaterra e outros países. Com o aproximar do esgotamento do jazigo, a exploração terminou em 1965 e a Mason & Barry declarou falência três anos depois.

mina

Linha férrea em 1880

 

Com este percurso pretendemos dar a conhecer parte de uma das primeiras linhas de caminho-de-ferro construídas em Portugal, iniciando os visitantes numa viagem no tempo através dos seus túneis, sombrios e ocultos na paisagem, último testemunho do que outrora foi uma importante rota de minério.

 

Desta feita, realizando o percurso inverso, a nossa viagem tem início no Pomarão.

tunel 1

Primeiro túnel, à saída do Pomarão

 

Uma deliciosa e pacata aldeia operária, erguida numa belíssima curva do Guadiana, na confluência com a ribeira do Chança. Quem hoje ali chega tem dificuldade em imaginar a agitação e a vida de outrora, no tempo em que mais de quinhentos navios por ano recebiam o minério de São Domingos e o espalhavam pelo mundo. As ruínas do cais mineiro e a memória dos homens estão lá para testemunhar um passado difícil mas, indiscutivelmente, glorioso.

pomarao

Vila do Pomarão

 

Seguindo pelos trilhos abandonados, constata-se que praticamente todas as pontes que existiam ao longo dos dezoito quilómetros da linha estão destruídas, o que obriga a passar a vau os minúsculos cursos de água, assim mesmo sem grande dificuldade. Na verdade, durante o Verão não é sequer necessário molhar os pés.

pontes

Aspecto das antigas pontes sobre as quais passavam os carris

 

E ainda há que atravessar uma sucessão de seis túneis, alguns dos quais razoavelmente extensos e habitados por morcegos.

tuneis

Aspecto dos túneis 2 e 3, acessíveis aos mais aventureiros!

morcego

Morceguinho!

 

Mais de quarenta anos após a passagem do último comboio, a natureza vai tomando conta de algumas partes do percurso. Embora seja possível a realização de todo o percurso seguindo a linha férrea por dentro dos túneis, aconselha-se a levar lanterna e calçado apropriado para terreno lamacento. A vegetação e os desmoronamentos obrigam, inevitavelmente, a pequenos desvios, mas a chegada a Tapada do Touril faz-se sem grandes sobressaltos.

tapada

Tapada do Touril

 

Recomenda-se a fazer aqui uma pausa, aproveitando para apreciar a tranquilidade e a beleza deste local. Por fim, mais uns passos adiante, guiam-nos à última paragem do percurso.

caminhos

Fragmentos do que resta da linha férrea (à esquerda) e túnel 6 (à direita)

 

Esperamos que desfrutem ao máximo deste passeio e que o apreciem tanto quanto nós!! De resto, há que ter atenção às crianças, já que nem sempre o acesso às caches é fácil.

 

Fonte:

Wikipedia

Blog “Num Lugar à Direita Da Mina de São Domingos ao Pomarão”

Additional Hints (Decrypt)

À rfdhreqn qn obpn qb gúary, "2z r cvpbf" qr nyghen

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.