Skip to content

This cache has been archived.

Bitaro: Esta geocache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante uma situação de falta de manutenção.
Relembro a secção das Linhas de Orientação que regulam a manutenção das geocaches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Uma vez que se trata de um caso de falta de manutenção a sua geocache não poderá ser desarquivada. Caso submeta uma nova será tido em conta este arquivamento por falta de manutenção.

Obrigado pela compreensão,
Bitaro
Community Volunteer Reviewer

Centro de Ajuda
Linhas Orientação

More
<

Dólmen de Carapito (Dolmen of Carapito) [Carapito]

A cache by alvaroalmeida Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 07/17/2010
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Related Web Page

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

Esta cache tenciona mostrar o Dólmen de Carapito, possibilitando ainda uma visita à aldeia de Carapito, onde podem desfrutar da paisagem natural e visitar ainda a igreja e o pelourinho no centro da povoação.

This cache aims to show the Dolmen of Carapito, enabling also a visit to the village of Carapito, where you can enjoy the natural beauty and visit the church and the pillory at the village’s center.


“O Dólmen de Carapito I, também conhecido por Casa da Moura, foi classificado como Monumento Nacional em 21 de Dezembro de 1974 (tal como publicado pelo Decreto 735/74, DG 297, de 21-12-1974). Localizado na freguesia de Carapito, Concelho de Aguiar da Beira, Distrito da Guarda, este dólmen insere-se no grupo mais abrangente dos grandes sepulcros megalíticos de corredor da Beira Alta. Embora ainda não tivessem sido detectados quaisquer elementos do corredor, trata-se, sem dúvida, de uma estrutura megalítica de consideráveis dimensões, constituída por uma câmara poligonal simples. Em relação àquela que é tida como a utilização primordial deste monumento (cerca de 2900 a. C. - Neolítico Final)*, os investigadores V. Leisner e L. Ribeiro registaram a presença de vestígios de uma lareira, aos quais se encontravam associados diversos materiais, como no caso de micrólitos geométricos, contas de colar de variscite, bem como de machados polidos. Foi ainda ao nível da camada da base da câmara que se encontraram outros artefactos, como lâminas e lamelas. Quanto à cerâmica, ela é praticamente omissa, embora se tivesse exumado um fragmento decorado com a aplicação do punção. O quadro relativo à aparente ausência de materiais cerâmicos é rapidamente alterado com a análise dos artefactos associados às camadas de ocupação posterior. Com efeito, constata-se um aumento destes recipientes que agora nos surgem em formas simples, lisas, semiesféricas e de taças em calote. Em contrapartida, observa-se um nítido decréscimo dos materiais em maior abundância na primeira camada, ou seja, dos líticos. Um dos elementos mais interessantes desta estrutura megalítica residirá, contudo, no facto de dois dos seus esteios apresentarem algumas gravuras constituídas por círculos, raiados, linhas onduladas verticais e círculos concêntricos. Apesar do seu estado um pouco abandonado, é para Carapito um monumento de referência.”

*Dados mais recentes indicam que a utilização do monumento foi claramente dentro da primeira metade do 4o milénio a.C., portanto, ainda durante do Neolítico Médio.

O percurso:

Situando-se no interior da Beira Alta, a aldeia de Carapito, vila até 1836, é rica em património natural e cheia de vida. Para além do pelourinho do séc. XVI, tem ainda a igreja paroquial, construída no séc. XVIII. No entanto, remontando a outras eras, Carapito possui ainda vários dólmenes, sendo o maior e mais bem conservado conhecido como Dólmen de Carapito I ou Casa da Moura. Este é nada mais nada menos que o maior da Península Ibérica do seu tipo.

Estando na estrada principal que liga Queiriz a Carapito chegará a um ponto onde poderá ver a indicação do Dólmen. Para chegar até lá, poderá fazê-lo a pé ou de bicicleta, não sendo no entanto uma distância superior a 500 m.

Mesmo antes de chegarem ao Dólmen passarão uma pequena ponte de madeira que atravessa um pequeno ribeiro. Claro que se o percurso for feito no Verão é muito provável que o ribeiro não tenha água, e podem portanto atravessá-lo directamente. Apesar de ser considerado Monumento Nacional, este está situado num terreno privado, e por isso aconselhamos a que sigam pelo caminho pré-calcado.

A caixa é de fácil acesso e inicialmente possui uma caneta, o logbook e uma bola de golf.
Após encontrarem a caixa poderão dirigir-se à aldeia de Carapito e visitar a Praça, onde se situa o Pelourinho e a Igreja Paroquial. Dirigindo-se ao Calvário podem ainda ter uma vista completa da aldeia e também desfrutar da beleza da Serra do Pisco ou Almansor, cimada pelo marco geodésico conhecido como Talefe.


“The Dolmen of Carapito I, also known as Casa da Moura, was classified as National Monument in December 21st of 1974 (as published byDecree 735/74, DG 297, of 12-21-1974). Located in the village of Carapito, municipality of Aguiar da Beira, Guarda district, this dolmen is part of the broader group of large megalithic tombs of the Beira Alta corridor. Although there hasn't been detected any evidence of the corridor, it is undoubtedly a megalithic structure of considerable size, consisting of a simple polygonal chamber. Related to what is considered the primary use of the monument (about 2900 BC - Late Neolithic)*, researchers V. Leisner and L. Ribeiro noted the presence of traces of a hearth, which was associated with various materials, as in the case of geometric microliths, beads and necklace variscite as well as polished axes. At the bottom layer of the chamber other artefacts were found, such as blades of various sizes. Ceramics are almost completely absent, although a decorated fragment with puncture marks was found. The apparent absence of ceramic materials rapidly changes when subsequent layers of occupation were analysed. Indeed, there is an increase in the number of pots found, that now come in simple shapes, smooth, semi-spherical and bowls. In contrast, there was a net decrease in the abundance of first layer materials, i.e. lithic artefacts. One of the most interesting elements of this megalithic structure resides, however, in the fact that two of its orthostats have some engravings showing circles, stripes, vertical wavy lines and concentric circles. Despite having been abandoned, is a reference monument in Carapito.”

*Recent data indicates that it was used clearly in the first half of the 4th millennium BC, that is, still during the Middle Neolithic.

The route:

Standing within the Beira Alta region, the village of Carapito, town until 1836, has a rich natural heritage and is full of life. In addition to the XVIth century pillory, there is also the parish church, built in the XVIIIth century. However, going back to other eras, Carapito also has several dolmens. The largest and best preserved of them is known as Dolmen of Carapito I or Casa da Moura. This is nothing less than the largest of its kind in the Iberian Peninsula.

On the main road linking Queiriz to Carapito you will reach a point where you can see an indication to the Dolmen. To get there, you can go on foot or by bike, has it is located no more than 500 m from the road.

Just before reaching the Dolmen you will pass a small wooden bridge that crosses a small stream. If the route is done in the summer it is very likely that the stream does not have water and you can therefore cross it directly. Although it is considered a National Monument, it is located on private land, so we advise you to follow the pre-trampled path.

The box is easy to access and initially has a pen, the logbook and a golf ball.

After finding the box you can go to the village of Carapito and visit the square, where lie the pillory and the parish church. Towards the calvary you can enjoy a full view of the village as well as enjoy the natural beauty of the Serra do Pisco or Almansor, with a geodesic mark on its top, known as Talefe.

Additional Hints (Decrypt)

Qronvkb qn cbagr.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.