Skip to Content

This cache has been archived.

btreviewer: Esta geocache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante uma situação de falta de manutenção.
Relembro a secção das Linhas de Orientação que regulam a manutenção das geocaches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Uma vez que se trata de um caso de falta de manutenção a sua geocache não poderá ser desarquivada. Caso submeta uma nova será tido em conta este arquivamento por falta de manutenção.

btreviewer
Geocaching.com Volunteer Cache Reviewer
Work with the reviewer, not against him

More
<

Batalha do Buçaco - 200 anos -Moinho de Sula

A cache by Triplebrand & ALseekers Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 08/24/2010
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


 

 

Moinho de Sula

Um pouco de história

Este local emblemático da Serra do Buçaco, serviu de posto de comando ao General Craufurd na Batalha do Buçaco, em Setembro de 1810.

 

Moinho de Sula há cerca de 100 anos atrás.

As tropas francesas, comandadas pelo Marechal Messena que marchavam em direcção à capital, encontraram grande resistência por parte das tropas anglo-lusas, com uma forte linha defensiva na Serra do Buçaco, organizada por Wellington.

Depois de serem derrotados na batalha de 27 de Setembro de 2010, os franceses contornaram o Buçaco por Boialvo, apanhando de seguida, a antiga estrada real em Avelãs do Caminho, em direcção a Coimbra. As tropas anglo-lusas, quando se aperceberam desta manobra, partiram em debandada para as Linhas de Torres, local onde efectivamente se conseguiram travar os intentos de Massena.

No local, pode-se encontrar o moinho, com um aspecto ligeiramente diferente do que se vê na fotografia e os rochedos que serviram de posto de observação a Craufurd. A paisagem, segundo as descrições da época, era menos arborizada, pelo que permitia observar de camarote os movimentos das tropas francesas.

Ao pesquisar dados para esta cache encontrei uma passagem de um livro de Júlio Dantas que partilho convosco (poderão ler o resto neste link):

«Foi então que os homens de trabalho, sentados com o ferrador debaixo do telheiro, viram assomar na estrada, subindo pacificamente a encosta, sentado na alforjada de um jumento, um homem gordo, chambão, risonho como umas Páscoas, um lenço vermelho atado na cabeça, as pernas bamboando apertadas numas polainas de saragoça de varas, o capote pelos ombros, - tão salpicados de farinha, o burro, os alforjes e o homem, como se viessem debaixo de uma geada de Dezembro. Era o moleiro de Sula, que trabalhava por conta do convento e que seguia, com serenidade evangélica, o seu caminho.
   - Tio João Rana! - jogou-lhe, à passagem, o ferrador. - Para onde vai vossemecê?
   - Para onde vou? Vou para o moinho.
   - Não vá, homem.
   - Tenho lá muito trigo para moer. Só se vossemecê quer que o moinho venha ter comigo.
   - Não vá, que vêm aí os franceses.
   João Rana parou o burro, piscou os olhos, esfregou o nariz às costas da mão lanzuda, sacudiu uma risada e perguntou para a mafra do terreiro:
   - Então, onde é que eles vêm?
   - Não vê, além, o fumo?
   - Vossemecê cuida que eles botam cá ao cimo da serra?
   - São como os milhafres.
   - Não têm barbas para isso. A serra é alta, e há por aí cada S. Judas de cada penedo, que em rebolando pela montanha abaixo acabam-se os franceses todos. - Querem vossemecês alguma coisa para o convento? Então, com sua licença, salve-os Deus.»

In O Moleiro de Sula, Júlio Dantas (Marcha triunfal, Lisboa, Bertrand, 1961)

 

A cache

A cache é uma embalagem cilíndrica preta com cerca de 3cm de diâmetro por 12 de altura. Não está escondida no moínho.

Não se esqueçam de publicar no vosso log fotos neste local.

 

Additional Hints (Decrypt)

Rfpbaqvqn pbzb bf cnffnevaubf.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

675 Logged Visits

Found it 611     Didn't find it 31     Write note 4     Archive 1     Temporarily Disable Listing 5     Enable Listing 4     Publish Listing 1     Needs Maintenance 12     Owner Maintenance 5     Post Reviewer Note 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 120 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.