Skip to content

This cache has been archived.

MightyREV: Esta geocache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante uma situação de falta de manutenção.
Relembro a secção das Linhas de Orientação que regulam a manutenção das caches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Uma vez que se trata de um caso de falta de manutenção a sua geocache não poderá ser desarquivada. Caso submeta uma nova será tido em conta este arquivamento por falta de manutenção.


MightyREV
Community Volunteer Reviewer
Centro de Ajuda|Trabalhar com o Revisor|Revisões mais rápidas|Linhas Orientação|Políticas Regionais - Portugal

More
<

Igreja de Santa Maria de Sobretâmega

A cache by Timon i Pumba Team & ZIRROS Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 02/17/2011
Difficulty:
2.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

AS COORDENADAS INICIAIS NÃO SÃO DO LOCAL DA CACHE!


Igreja de Santa Maria de Sobretâmega

 


Edificio do Séc. 13 / 18.
Planta longitudinal composta por nave única e capela-mor mais baixa e estreita, a que se adossa lateralmente a N., capela e sacristia.


 

A extinta Vila de Canaveses

 


A Vila de Canaveses englobava o território aquém e além rio, ou seja S. Nicolau e Sobretâmega, foi Beetria e Honra, sendo a vila querida da rainha D. Mafalda, esposa de D. Afonso Henriques, e mais tarde da sua neta, a Rainha Santa, que aqui permaneceu antes de ir para o Convento de Arouca. A primeira rainha mandou (re)construir a ponte sobre o Tâmega; uma Albergaria (a Albergaria da Rainha), cujo objectivo era albergar passageiros pobres ou peregrinos a caminho de Santiago; uma capela dedicada ao Espírito Santo;  a Capela de S. Pedro; a Igreja de Santa Luzia e a Igreja de Santa Maria Maior (igreja paroquial ).
??   
Esta vila foi ainda um dos locais predilectos do rei D. Pedro, o cruel. Segundo reza a história numa casa situada na actual freguesia de Sobretâmega, ele jurou a sua mãe D. Beatriz (por imposição desta) que terminaria a guerra com seu pai D. Afonso IV iniciada após o assassínio de D. Inês de Castro, que segundo se sabe não cumpriu. A casa onde esta passagem teve lugar chama-se assim Casa da Palmatória.

A sua história remonta à época romana e a prová-lo temos a etimologia do nome Canaveses, a existência de parte da Tamacana-via ( actual Rua Direita) e das suas termas (descobertas e exploradas pelos romanos).   

Com o desenrolar da história esta vila foi perdendo importância em favor da aldeia do Marco e finalmente com as Reformas Administrativas de 1836 ela foi integrada no concelho de Marco de Soalhães (embrião do concelho do Marco de Canaveses).

 

“Dentro da província de Entre-Douro-e-Minho, sob a alçada da antiga comarca de Guimarães, com os braços abertos de uma e outra parte do rio Tâmega, assenta a pequena e antiquada Vila de Canaveses. No recanto onde jaze, entre as colinas do Vale do Tâmega, férteis e verdejantes, esquecida, ignorada, ninguém ousaria chamá-la ao tablado da publicidade, se não fora o precioso manancial de águas sulfurosas ancestrais, que mui perto brota. Terra antiga, que vem, pelo menos, da fundação da monarquia portuguesa, gozou de privilégios e regalias e possui ainda uma das mais belas obras da arte românica, a majestosa ponte sobre o rio Tâmega.”

A Vila de Canaveses
Manuel de Vasconcelos, 1935

 

Morada: A4 (Porto - Amarante), sair para Marco de Canaveses pela EN 211, antes da ponte sobre o Tâmega, virar direita, para o Lug. do Pisão

Lugar: Pisão

Freguesia: SOBRETÂMEGA

Concelho: MARCO DE CANAVESES

Código postal: 4635-392

 

 

 

 

Para a cache encontrar, umas contas terá que efectuar…

 

N 41º 11.6(D+A+B+C+1)

O 8º 9.(D*10)+25

 

 

A – Nº da cruz esquerda

B – Nº da cruz ao meio

C – Nº da cruz direita

D – Idade do “…BOM PASTOR DESTA FREGUESIA…” aquando do seu “…ETERNO DESCANSO”

A, B, C – WP1 (N 41º11.689  O 8º9.693)

D – WP2 (N 41º11.685  O 8º9.706)

A CACHE:

Logbook e material de escrita.

Divirtam-se e tirem fotos deste belo local.

Info: 934372227 / 934602985

 

Additional Hints (Decrypt)

Cvfnf b zrh rfpbaqrevwb?!

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.