Skip to Content

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.

This cache has been archived.

Pcalisto: Arquivada.

Obrigado pelas vossas visitas.

More

Traditional Geocache

Quinta da Vala - Caminho dos Peregrinos

A cache by Pcalisto Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 11/3/2012
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size: micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Quinta da Vala - Caminho dos Peregrinos

 

Uma peregrinação (do latim per agros, isto é, pelos campos) é uma jornada realizada por um devoto de uma dada religião a um lugar considerado sagrado por essa mesma religião.
O termo 'Peregrino' aparece na nossa língua na primeira metade do século XIII, para denominar os cristãos que viajavam a Roma ou à Terra Santa para visitar os lugares sagrados.
O acto de peregrinar e as peregrinações ocorrem desde os tempos mais remotos, mesmo nos chamados tempos primitivos em que predominavam os costumes ou ritos pagãos. Existem escritos de locais de peregrinação muitas vezes ofuscados pela própria religião cristã, como o caso da Catedral de Santiago de Compostela que pode ter sido construída onde passaria antes uma outra rota mais antiga, a peregrinação a Finisterra (fim-da-terra), à costa Ocidental para ver o deus Sol a 'morrer' no mar e que no dia seguinte ressuscitava no Oriente.
As primeiras peregrinações do Cristianismo datam do início do século IV (quando o Cristianismo foi tornado religio licita), e tinham por destino a Terra Santa (a mais conhecida e a primeira a deixar um relato da peregrinação é a histânica Erétria, muito provavelmente familiar de Teodósio I, imperador romano). Mais tarde, tiveram grande surto devido à pregação de São Jerónimo.
As peregrinações também começaram a desenvolver-se a locais onde estavam enterrados santos, apóstolos, mártires, ou ainda a locais onde se diz ter aparecido a Virgem Maria.
Para peregrinar há que ter em conta que não se trata apenas do acto de caminhar (no caso da peregrinação a pé), ou executar um trajecto com um determinado número de quilómetros; é reconhecido que peregrinar carece caminhar-se motivado 'por' ou 'para algo'.
A peregrinação tem, assim, um sentido e um valor acrescentado que é necessário descobrir a cada pessoa que a executa.

 

Os Caminhos de Fátima são percursos de peregrinação centralizados na cidade de Fátima, à semelhança dos que levam a Santiago de Compostela. A peregrinação tradicionalmente ocorre a pé, com milhares de peregrinos todos os anos. Com o evoluir dos tempos, e com o crescente número de peregrinos, foi-se criando a necessidade de serem criados caminhos definidos que conduzissem os peregrinos ao seu destino final em segurança.

Como tal, as entidades responsáveis pelo Santuário de Fátima, em colaboração com o CNC (Centro Nacional de Cultura), lançaram em 2003 um projecto que visava a criação de caminhos de peregrinação com marcos indicativos de direção constituídos de eetas azuis. Desse projecto, nasceram dois caminhos:

Caminho do Tejo, ligando a cidade de Lisboa ao Santuário de Fátima. O caminho inicia-se em Lisboa, no Parque das Nações, interligando a Póvoa de Santa Iria, Alverca, Alhandra, Vila Franca de Xira, Vila Nova da Rainha, Azambuja, Valada, Ómnias, Santarém, Azoia de Baixo, Advagar, Santos, Arneiro de Milhariças, Monsanto, Minde, Giesteira e terminando então no Santuário de Fátima.

Caminho do Norte, ligando a cidade do Porto ao Santuário de Fátima. Este caminho ainda não se encontra concluído, devido à sua longa extensão e aos muitos municípios que atravessa, com os quais é necessário negociar para a colocação dos marcos indicativos. Este caminho terá a particularidade de ter a seta azul indicando a direção de Fátima, e no sentido oposto uma seta amarela, indicadora do Caminho Português de Santiago de Compostela, contibuindo para a sua consolidação e ajudando os peregrinos portugueses que se dirigem anualmente para Santiago.

 

Os Caminhos de Santiago são os percursos percorridos pelos peregrinos que afluem a Santiago de Compostela desde o século IX. Estes são chamados de peregrinos, do latim 'per ægros', 'aquele que atravessa os campos'. Têm como seu símbolo uma concha, normalmente uma vieira designada localmente por 'venera', costume que já vinha do tempo em que os povos ancestrais peregrinavam a Finisterra. Saiba mais aqui.

 

Image Hosted by ImageShack.us
A Cache:

Passagem pela primeira Geoquinta, a Quinta da Vala, que também teve direito à sua cache.

Vamos ver aqui mais um exemplo do desleixo das entidades autárquicas - o local não é minimamente interessante, fica marcado o ponto de passagem para peregrinos - já merecia um arranjo!

A cache é um container micro, sem material de escrita.

Tenham cuidado, existem muitos muggles na zona.

How stealth can you be?


Divirtam-se!



This page was generated by GeoPT Listing Generator

Additional Hints (Decrypt)

Aãb rfgá rapbfgnqn nb znepb. Gncnqn pbz hzn crqen.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

75 Logged Visits

Found it 67     Didn't find it 1     Write note 2     Archive 1     Temporarily Disable Listing 2     Enable Listing 1     Publish Listing 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 10 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated: on 11/15/2017 3:48:19 PM (UTC-08:00) Pacific Time (US & Canada) (11:48 PM GMT)
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page