Skip to Content

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.

This cache has been archived.

SUp3rFM: Cache arquivada por não estar conforme as Guidelines do Geocaching.com.

Se a energia gasta a tentar "dar a volta" a um revisor for empregue na criatividade de uma cache, de acordo com o compromisso assumido, a comunidade sai beneficiada. Assim, é apenas mais uma infeliz situação.

SUp3rFM
Geocaching.com Volunteer Cache Reviewer

More

Traditional Geocache

Capela Santo António - Riomeão

A cache by Aikmedo Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 11/29/2012
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Capela de S. António - Riomeão


SAnto Antonio Riomeao

A capela de Santo Antónioguarda, na cantaria do lintel da porta principal, o testemunho, gravado para os vindouros, de que “esta ermida s fez coesmolas de devotos 1640 ”.

Assim, a construção e dedicação da capela, bem como o nome do próprio lugar onde a mesma se encontra, Santo António, parecem provar a existência em Rio Meão de uma antiga e particular devoção dos fiéis a este Santo, que já no altar-mor da igreja matriz aparece em destaque, ao lado do orago da paróquia.

Por isso, a capela de Santo António é o centro das festividades com que anualmente, no mês de Junho, se honra este grande santo português. Após um tríduo de oração nos dias 10, 11 e 12, culminam os festejos a 13 de Junho, dia da festa litúrgica do Santo, com celebração da eucaristia e realização de procissão, a que se segue alegre convívio em ambiente de arraial popular.                                         

A capela de Santo António que hoje podemos ver não é o primitivo edifício, construído logo após a libertação do jugo castelhano em 1 de Dezembro de 1640. Provavelmente, foi a gratidão dos fiéis ao Santo, pelo sucesso do movimento da restauração da independência nacional e pela consequente ascensão de D. João IV ao trono, que motivou a construção do templo. Nessa época, terá sido erguida uma simples ermida, de uma só nave central e rectangular, estendendo-se de Oriente para Poente, e com galilés laterais, a norte e a sul.

Da primitiva construção é, sem dúvida, na fachada principal, o lintel da porta axial, em cantaria e com a inscrição que acima transcrevemos. Sobre a porta, rasga-se um janelão rectangular, em estilo chão seiscentista. A empena tem remate em cantaria também, com um pináculo em cada extremidade e uma cruz latina no vértice. No lado sul da frontaria está o campanário, constituído por simples fachada e com acesso  exterior a partir do coro da capela. No topo desse campanário, vemos a coroá-lo um pequeno arco perfeito, de cantaria, encimado por uma cruz latina e assente em dois pequenos pilares. O que poderá parecer assim um singular remate não será mais do que o primitivo campanário de 1640, sobreposto ao novo, construído já no século XIX. Com remate de cantaria, alberga o único sino da actual capela numa abertura que termina em arco perfeito. Esse sino tem inscrita a data de 1867, ano da sua fundição.

De facto, em 1892, a ermida foi restaurada e ampliada. Para além da elevação das paredes e empenas, foi alargado o corpo do templo, que ocupou parte das galilés. Destas, conservaram-se parcialmente os alpendres, que resguardam ainda as portas de acesso lateral à nave da capela. Nesses alpendres, foram preservadas algumas das suas colunas, de fuste liso e capitéis jónicos. Quer na galilé norte, quer na do lado sul, as duas colunas centrais conservam-se intactas, enquanto as restantes foram em parte embutidas nas paredes da ampliação ou em cada um dos pilares então erguidos nos topos a ponte.  

Nessa mesma época, fez-se ainda um prolongamento transversal, para norte e para sul, desde a parte superior do corpo central até à cabeceira da ermida. Aí encontramos, adossado à parede, um nicho em cantaria, com uma meseta à semelhança de pequeno altar. O corpo do nicho, de moldura quadrangular, é encimado por frontão arredondado interrompido. A decorar o tímpano, um motivo geométrico central ostenta a data de 1723. Na base da moldura, a custo e obstinando-se contra a erosão do tempo, pode ler-se ainda a inscrição “avé m. pela + alma + d p. joão de sá”. Este nicho terá sido a forma encontrada de homenagear e perpetuar a memória do Padre João de Sá, natural de Rio Meão e seu pastor na época de construção da capela de Santo António. Teria decerto particular sensibilidade estética, pois foi o autor de um roteiro do património artístico do distrito de Aveiro.

No interior do templo, vemos que o prolongamento transversal que a ermida sofreu é assimétrico. Para o lado norte, um arco abatido abre o corpo central para o que se poderia considerar uma capela lateral, quase paralela ao altar-mor, ampla e despojada de qualquer ornamento. Um arco em cantaria, de vão menor e de volta perfeita, abre um braço lateral sul, à semelhança de um transepto. Esse seria o arco central do primitivo edifício. Entre este prolongamento e a cabeceira do templo existe um espaço fechado que corresponde à sacristia, com acesso directo, quer ao altar-mor, quer ao braço transversal do mesmo lado.

No altar-mor merece destaque o retábulo de talha barroca, do século XVII, ali aposto. É talvez este o pormenor de maior interesse estético da capela. Na verdade, a talha que aqui se encontra proveio da igreja matriz e é de qualidade superior àquela que aí a substituiu e ainda hoje lá se encontra. Mais perfeita, de mais fino burilado e toda ela dourada, a talha da capela de Santo António apresenta os habituais motivos vegetalistas da época, figuras de anjos e colunas torsas. No retábulo há um nicho central superior, onde se encontra um Cristo crucificado, e três nichos inferiores. No nicho do centro, encontramos uma imagem de Santo António, em madeira policromada e esculpida num estilo barroco sóbrio, da mesma época seiscentista da talha e da fundação da ermida. No nicho do lado sul, está uma imagem do mártir S. Sebastião e, no do lado norte, a de N.ª Sr.ª do Rosário. De estilo barroco também e em madeira policromada, esta imagem é de 1724.

No corpo central, há apenas a referir um nicho lateral, na parede sul, onde habitualmente se encontra a imagem do Senhor dos Passos.  

 Para lá do seu valor arquitectónico, a capela de Santo António é o testemunho da fé e do patriotismo dos nossos antepassados, um legado que compromete os presentes paroquianos de Rio Meão na preservação desse edifício e dos valores a ele associados.

Para esta cache levem os miudos para se divertirem nas traseiras da Capela de Santo António, onde existe este bonito Parque Infantil.

NÂO SE ESQUEÇAM QUE AS CRIANÇAS ADORAM A CAÇA AO TESOURO!!! 



Parque

       




A Cache 
A cache não permite a troca de objectos e levem algo para escrever. Por favor deixem a cache exactamente como a encontraram, E NÃO DIVULGUEM FOTOS DO CONTAINER. Por favor sejam MUITO DISCRETOS ao procurar a cache devido à proximidade de casas e ao movimento na estrada enão estraguem nada, POIS NÂO É PRECISO!!

Conteúdo da cache:
- Log book
- Lápis



       
           




Additional Hints (Decrypt)

7 HC

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

84 Logged Visits

Found it 74     Didn't find it 5     Write note 1     Archive 1     Temporarily Disable Listing 1     Publish Listing 1     Owner Maintenance 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 6 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated: on 11/15/2017 3:54:29 PM (UTC-08:00) Pacific Time (US & Canada) (11:54 PM GMT)
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page