Skip to content

This cache has been archived.

Bitaro: Caro julioverne,
Esta geocache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante uma situação de falta de manutenção.
Relembro a secção das Linhas de Orientação que regulam a manutenção das geocaches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Uma vez que se trata de um caso de falta de manutenção a sua geocache não poderá ser desarquivada. Caso submeta uma nova será tido em conta este arquivamento por falta de manutenção.

More
<

Casa de Oleiros - Seminário de S. José

A cache by julioverne Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 03/10/2013
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
1 out of 5

Size: Size:   not chosen (not chosen)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Related Web Page

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Casa de Oleiros - Seminário de S. José

História da Casa:

PASSADO

            Do passado desta casa, serão salientadas apenas duas datas, as mais importantes e significativas da sua já longa existência de 65 anos.

1ª Data: 7 de Outubro de 1938

           Nesta data foi inaugurada a segunda Casa de Formação da Província Portuguesa Restaurada. Pelo facto de o Seminário de Santa Teresinha (GC3T14C) não ter capacidade para mais estudantes, a Província viu-se na necessidade de procurar uma nova casa de formação, apesar das possibilidades serem poucas. Sabendo disto, a Irmã Maria Luísa de Barros, Filha da Caridade e muito afecta aos Padres Vicentinos, fez-nos a doação do solar e quinta de Oleiros para aí construir uma Escola Apostólica; ficou-se pelo aproveitamento, adaptação e amplificação do velho Solar da Quinta de Oleiros.

            Em Novembro de 1936 arrancavam as obras e a sua inauguração foi possível a 7 de Outubro de 1938, sob o auspício de Nª Sª do Rosário.

2ª Data: 25 de Maio de 1940

            Esta é também uma das datas mais significativas para a história desta casa, mas também e sobretudo, para a história da Província. Da Casa de Oleiros partiriam para África os primeiros missionários vicentinos, sob a orientação do padre Francisco de Sousa, autor da nova fundação missionária em Moçambique. A acompanhá-lo iam ainda o Pe António Almeida e quatro irmãos coadjutores: Avelino Alves, Almerindo Olim Perestrelo e Avelino Carvalho.

            Esta data tratou-se do renascer da epopeia missionária das Padres da Missão, durante os séculos XVIII e XIX, na Índia, na China, em Macau, Timor e Brasil. Há que reencontrar estes caminhos da Missão, com Maiúscula, a paixão pela Missão universal.  

 

PRESENTE

                Pouco a pouco, do regime de internato rígido passou-se a uma abertura cada vez maior ao exterior e a uma progressiva integração dos alunos na vida famíliar e no ensino da escola oficial. Desde 1974 deixou de haver regime de internato no Seminário de S. José, dando lugar à formação do SEF ou Seminário em Família: os alunos vivem no seio das suas famílias, vão às aulas do ensino liceal, acompanhados de perto por um responsável vocacional.

            Presentemente, além do seu papel de Casa de Formação, nos moldes descritos, o Seminário de S. José é residência permanente da comunidade local, aliás, muito heterogénea na sua composição etária, oscilando entre os 84 e 38 anos.  

 

FUTURO

            Pelo avançado estado de degradação do edifício do Seminário de S. José e tendo em conta as possibilidades financeiras da comunidade, está em execução um projecto arquitectónico de requalificação e remodelação da parte norte do edifício, para proporcionar outras condições de habitabilidade e conforto aos Confrades que nele habitam.  De modo geral, a remodelação terá em vista diversos objectivos de índole pastoral e social.  

 

            Uma das perspectivas é a de que o Seminário de S. José se venha a tornar gradualmente num futuro Centro de pastoral e Espiritualidade Vicentinas, e possa vir a reunir nele a comunidade de Santa Quitéria, num futuro próximo.

   

 

            O Seminário de S. José é, de facto, o mais valioso património da Província Portuguesa e a Casa de Formação onde a quase totalidade dos seus membros iniciaram a sua caminhada vocacional vicentina e, por tudo isto e muito mais, será sempre um tempo da memória e um espaço de recordações e afectos, onde sempre apetece voltar para recordar a matar saudades…

 

A cache

A cache é um container 'other' sem espaço para trocas. Levem material de escrita. É necessário um cuidado adicional na recolocação após logar, caso contrário torna-se muito mais dificil para os seguintes geocachers.

Usem da maior descrição na procura da cache, disso depende a sua longevidade.


This page was generated by GeoPT Listing Generator

Additional Hints (Decrypt)

N cbfgpneq gb gur ovfubc

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.