Skip to content

Carvalhal - Nicho de Nossa Senhora da Boa Viagem Traditional Cache

Hidden : 05/30/2014
Difficulty:
2.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Na freguesia do Carvalhal (concelho de Abrantes) existem três edifícios religiosos de construção recente.

1. A Igreja Matriz devotada a Nossa Senhora da Conceição, edificada na década de sessenta do século XX, em cumprimento de uma promessa feita pela população, rogando a Nossa Senhora que livrasse a aldeia dos ataques dos lobos.
2. Igualmente resultante do cumprimento de uma graça regista-se a Capela dedicada ao Senhor dos Aflitos, inaugurada em 2004. Foi custeada por um habitante local que a oferecera à comunidade.
3. A Capela do lugar da Matagosa, edificada pela população.
 
Na restante freguesia observam-se singelos monumentos de fé, discretos e dispersos, de construção livre, sacralizando o espaço: os cruzeiros, as alminhas e os nichos dedicados aos santos.
 
Começando pelos cruzeiros, símbolos multisseculares do sagrado, serviam para marcar itinerários processionais, ou, simplesmente, para esconjurar o mal, à entrada e saída das povoações ou intercessão de caminhos.
À entrada do lugar de São Domingos, numa bifurcação de estradas, foi erigido um cruzeiro, com o ano de “1974” e a inscrição “esperança única”. O espaço circundante dispõe de bancos convidando a uma paragem.
 
Relativamente às alminhas, pequenos monumentos, geralmente, em forma de nicho, de feição ingénua, construídos ao ar livre, com o objetivo de lembrar os vivos das almas em sofrimento. Trata-se de uma devoção de raiz popular centrada na crença de que as almas passariam primeiro pelo Purgatório para a expiação dos pecados cometidos na terra; só depois subiriam ao Céu.
A sua origem não é consensual, mas é certo que ganharam expressão após a formalização do Purgatório, em 1563, quando se reafirmou a capacidade dos fiéis resgatarem as almas penitentes através de orações e esmolas.
A partir de então, a Igreja Católica, como reacção à Reforma que negou a existência de um lugar intermédio para redenção dos pecados, incentivou o culto às alminhas, originando a proliferação das Confrarias das Almas.
Apesar desta piedade não ser exclusiva a Portugal, atingiu considerável notoriedade no país, sobretudo a norte do Rio Mondego, sendo mais rara a sul. 
Atendendo a que as encruzilhadas eram os locais onde as almas penadas costumavam vaguear, na bifurcação a três quilómetros da Matagosa foi erigido um pequeno monumento que pede aos viandantes, através das iniciais P.N.A.M., um Padre Nosso e uma Ave Maria pelas alminhas. Trata-se de um dos poucos exemplares observados no concelho.
Em Abrantes a expressão “alminhas” não é do conhecimento geral da população, o que corrobora a proposta de que esta atenção às “almas em pena”, no centro e sul do país teve maior aceitação no interior das igrejas.

Em contrapartida os nichos dos santos são mais vulgares e continuam a edificar-se em espaços públicos. A população identifica-os por santinho ou santinha e exprimemuma religiosidade de piedade e afeto.
À entrada do Carvalhal por Sentieiras, observa-se um nicho datado de 1967, devotado a Nossa Senhora da Boa Viagem.
Já no centro da aldeia descobre-se outro nicho, dedicado a São José, este de iniciativa individual, resultante de uma promessa concedida nos anos setenta do século XX . O singelo monumento de fé testemunha uma religiosidade popular centrada no diálogo entre o homem e o divino.

Informação da Câmara Municipal de Abrantes
 


Esta cache encontra-se próxima do nicho devotado a Nossa Senhora da Boa Viagem.
 


A Cache é de pequena dimensão (8x6x1cm) e contém stashnote e logbook, devem levar material de escrita para registar a vossa visita.
Agradeço que não divulguem fotos que denunciem o container.


Additional Hints (Decrypt)

Rz pvzn qn cbagr qb ynqb qb avpub. Fr gvire qvsvphyqnqrf yvthr: 1001 0100 0001 1000 1000 1000 1000 0100 0100

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)