Skip to Content

<

Entre duas Freguesias

A cache by quimpena Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 05/28/2016
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size: micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Entre duas Freguesias

A Ermida de S.Silvestre fica perto da Póvoa,cerca de 2.5Km,mas situada no termo de Montalvão.A Ermida já é tão antiga (de referir o simbolo da Ordem dos Templários,a Cruz da Ordem de Cristo,talhado na pedra de cantaria no centro da abobada da capela) que dificilmente se poderá achar explicação para o facto de se fazer anualmente uma romaria no Domingo de Pascoela,quando o dia dedicado ao Santo é o ultimo do ano. Em avançado estado de degradação,foi mandada reconstruir pelo Sr. Eduardo Fragoso,benfeitor de Póvoa e Meadas e proprietário do Vale de São Silvestre,depois de ter pedido autorização ao Bispo de Portalegre.Foi acrescentando na altura á Ermida original uma sacristia e um alpendre para abrigar o Povo das chuvadas,tão frequentes em dia de romaria.Os devotos de S.Silvestre agradecidos prestaram-lhe justa homenagem. A romaria á Ermida de S.Silvestre perde-se no tempo,mas o fervor da devoção ao Santo avivou-se depois da reconstrução da capela.Para comemorar tal feito,foi celebrada uma grande missa pelos párocos das duas freguesias -Póvoa e Montalvão- com procissão ao longo de toda a azinhada (desde a estrada até á capela) e comprado um Santo novo,desta feita de barro,vestido de branco já que S.Silvestre fora Papa. Entre a Póvoa e Montalvão sempre houve muitas rixas,mas esta questão do S.Silvestre veio reforçar o 'ódio de estimação' entre as duas freguesias.Diz.se que as gentes de Montalvão tinham tanta 'raiva' ás da Póvoa ,por terem sido estes a reconstruir a capela e a comprar um Santo novo,que até insistiram em ter o antigo (de madeira) na sacristia para lhe fazeram as oferendas.Lá diziam eles que 'Santos de barro não fazem milagres'.Por causa destas e outra desavenças entre os dois Povos,é aqui nesta romaria,que começam as famosas brigas de pau e pedra em que as azinheiras,na azinhaga que liga a Capela á estrada,ficavam completamente desfolhadas. Por a Póvoa ser famosa em ter as mais belas raparigas dos arredores,era esta romaria muito visitada.Vestidas com os seus 'fatos de Carnaval',saia encarnada bordada,xailes lindissimos nas costas e com todo o ouro ao peito eram mais um motivo de desavenças entre os rapazes,que ponham todo o fervor numa desgarrada bem cantada e improvisada mas acabando sempre em insultos entre eles e claro numas boas pauladas e pedradas. Era costume nesta romaria levar-se o gado a benzer para este se criar bem,ter boas crias e também oferecer para leilão a melhor rês e bons chouriços,muitos deles feitos de propósito para a ocasião. Dando três voltas a capela,á chegada,e outras tantas a partida em jeito de cumprimento ao Santo,assistia-se a missa,a procissão,as ofertas e leilões e estendia-se a merenda toda a tarde,não faltando na toalha a tradicional freira(bolo de forma redonda com um ovo ao centro e uma cruz da massa do bolo por cima do ovo)


This page was generated by Geocaching Portugal Listing Generator

Additional Hints (Decrypt)

An frthaqn.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.