Skip to Content

<

Dolina em "Funil" de Vale de Mar

A cache by Helder_SSA Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 09/18/2016
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2.5 out of 5

Size: Size: other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:



'Funil' de Vale de Mar

O concelho de Porto de Mós encontra-se inserido na sub-região Pinhal Litoral, da Região Centro, confinado a Norte pelos concelhos de Leiria e Batalha, a Sul pelos concelhos de Santarém e Rio Maior, a Nordeste, Batalha e Alcanena e a Oeste com o concelho de Alcobaça. O concelho de Porto de Mós tem 13 freguesias.

Referimos neste trabalho vários locais localizados no Maciço Calcário Estremenho, unidade geomorfológica elevada acima da Bacia do Tejo, da Plataforma Litoral e do sinclinal de Ourém, constituído essencialmente por calcários do Jurássico. O maciço encontra-se dividido em três regiões elevadas, a Serra dos Candeeiros, Planalto de Sto António, Planalto de S. Mamede e Serra de Aire. A separá-las estão os dois grandes sulcos tectónicos de Rio Maior-Porto de Mós e Porto de Mós – Moitas Venda, ao longo dos quais se formaram as depressões de Mendiga, no primeiro, e de Alvados e de Minde, no segundo.

O “Miradouro Jurássico” situa-se a 500 m de altitude, no planalto de S. Mamede e Serra de Aire, de onde se pode observar a Serra dos Candeeiros, o polje de Alvados e também o próprio planalto de S. Mamede e Serra de Aire. É formado por 15 blocos de calcário que representam o número das principais épocas do período Jurássico e da época de formação das rochas dominantes das Serras de Aire e Candeeiros. O Miradouro inclui ainda dois grande elementos de basalto, rochas eruptivas intrometidas nos maciços calcários sedimentares.

O planalto der São Mamede constitui uma extensa região planáltica separada da plataforma litoral pelos relevos de Alqueidão da Serra, que se intrepõem entre vale do Lena e a escarpa de falha de reguengo de Fetal. A Serra de Aire é relevo anticlinal alongado na direcção este-nordeste, cortado por falhas transversais que orientam alguns vales de direcção Noroeste-Sudeste, dos quais o mais profundo é o vale Garcia apesar da sua altitude ser superior em mais de 100 metros ao nível da Pias e não haver continuidade morfológica, também aqui existem dolinas (Covão do Milho) e não faltam os depósitos detríticos grosseiros aparentados aos que se observam no planalto de São Mamede.

Toda superfície da Serra é um extenso campo de lapiás. Os algares são mais frequentes e profundos nas vertentes setentrionais, atingindo profundidades raramente superiores a 100 metros.

A formação de calcários micriticos representa a maior parte da área da Serra.

A base dos calcários micriticos da Serra de Aire e litologicamente marcada pela passagem, em continuidade sedimentar, das séries mais ou menos dolomíticas subjacentes a calcários micriticos compactos com presença variável de oncóides, nódulos de algas/cianobactérias e fenestrae.Os calcários oolíticos de Regungo do Fetal são unidades lenticulares no seio dos calcários micriticos da Serra de Aire.Definem uma mancha cartográfica de orientação aproximadamente N-S, a oriente de Reguengo do fetal e a ocidente de São Mamede.

Dolina (também conhecida popularmente como sumidouro) a depressão circular que ocorre em relevo cárstico e que se forma a partir da depressão de solo e rochas do teto de uma caverna por meio de uma drenagem subterrânea. Termo de origem eslovena que significa 'pequeno vale', a união de duas ou mais dolinas recebe o nome de uvala. Cientificamente, tal ocorrência recebe o nome de exocarste.

O diâmetro e profundidade de uma dolina pode variar de poucos metros a dezenas. Geralmente encontrada na natureza derivada de um fenômeno natural, a dolina pode ser induzida artificialmente pela exploração em excesso da água subterrânea por onde se dá sua drenagem numa caverna. Em geral é no fundo de uma dolina que surge a água subterrânea e seu nível é reflexo do nível do sistema geral,podendo subir ou abaixar de acordo com as estações do ano.

As formas mais comuns deste fenómeno são:

Dolina de dissolução: É o tipo mais comum deste exocarste. O material dissolvido, assim como restos insolúveis, são infiltrados através da fractura.

Dolina de colapso: É causada pelo desabamento do teto de uma caverna.

Dolina aluvial: Ocorre quando há coberturas de solo sendo introduzidas nas fracturas do calcário. Esta é diferente da dolina de dissolução pelo fato de que o rebaixamento do piso se dá por carreamento do solo e não por dissolução da rocha no piso inferior.

Dolina de colapso devido a carste subjacente: Difere-se da dolina de colapso pelo fato de que a camada de rochas carbonáticas que entra em colapso se encontra subjacente a uma camada de outra litologia que também entra em colapso.

Esta depressão cársica é a única dolina em funil conhecida no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros.

Nas paredes da dolina observa-se uma estratificação bem marcada, com alternâncias de calcários compactos do Batoniano (Jurássico Médio) com bons exemplos de crioclastos que têm a sua origem nos fenómenos de fragmentação originados pelo gelo e degelo.

O Maciço Calcário Estremenho (MCE), também chamado Maciço Estremenho, ou Maciço de Porto de Mós, é uma unidade geomorfológica elevada situada entre Rio Maior, Tomar e Leiria. Apresenta-se como um grupo compacto de montanhas, composto de serras e planaltos. Corresponde a um grande bloco de calcários jurássicos com cerca de 160 milhões de anos. Encontra-se acima da Bacia do Tejo, da Plataforma Litoral e do sinclinal de Ourém. Tem uma superfície de aproximadamente 800 km2. É formado pelos relevos calcários da Serra dos Candeeiros, do Planalto de Santo António, do Planalto de São Mamede e da Serra de Aire.

Para além destas grandes sub-unidades de origem estrutural, o Maciço estende-se sob variadíssimas formas resultantes dos movimentos tectónicos, da erosão da terra e da corrosão do calcário em toda a sua extensão, entre as quais a mais vasta é a Plataforma de Fátima (Serra da Senhora do Monte, Cabeço da Maúnça, Cabeço dos Moinhos, Santa Catarina da Serra), no prolongamento do Planalto de São Mamede (de que faz parte), a noroeste da Serra de Aire, junto com os lapiás (Penedos Belos, Covas, Chainça, Covão Alto), as dolinas (Covão do Feto e Santuário de Fátima), as uvalas (Chão das Pias), os poljes (Mira-Minde) e os canhões cársicos (Alviela).

Devido à presença importante de solos calcários, existem mais de 1500 grutas repertoriadas no Maciço Calcário Estremenho. O Maciço é uma importante reserva de água doce. Constitui a região cársica mais importante do país. Nele se registam as maiores altitudes e os declives mais acentuados da zona. É também uma grande 'região natural' e unidade de paisagem do centro-oeste do território nacional. Pela área que ocupa e pelas suas características morfológicas e estruturais únicas, é uma das unidades geomorfológicas mais marcantes e singulares do país.

The Porto de Mos municipality is inserted in the sub-region Pinhal Litoral, Central Region, confined to the north by the municipalities of Leiria and Batalha, the south by the municipalities of Santarém and Rio Maior, the Northeast, Battle and Alcanena and West with the municipality of Alcobaça. The Porto de Mos county has 13 parishes.

We refer in this work several sites located in the Limestone Massif of Estremadura, geomorphological unit high above the Tagus Basin Platform Coast and syncline of Ourem, consisting mainly of Jurassic limestones. The massif is divided into three large regions, the Serra dos Candeeiros, Sto António Plateau Plateau S. Mamede and Serra de Aire. The separate them are the two major tectonic grooves Rio Maior-Porto de Mos and Porto de Mos - Thickets sale, along which formed the depressions of Beggar in the first, and Alvados and Minde in the second.

The 'Jurassic Belvedere' is located 500 m above sea level on the plateau of S. Mamede and Serra de Aire, from where you can observe the Serra dos Candeeiros, the polje Alvados and also the very plateau of S. Mamede and Serra Aire. It consists of 15 limestone blocks that represent the number of major epochs of the Jurassic period and the time of formation of the dominant rocks of the Aire and Candeeiros Mountains. The Gazebo also includes two large basalt elements, nosy eruptive rocks in sedimentary limestone massifs.

The São Mamede der plateau is an extensive plateau region separated from the coast by platform Alqueidão reliefs of Sierra, which intrepõem between Lena Valley and the escarpment of Fetal reguengo failure. The Serra de Aire is elongated anticline relief in the east-northeast, cut by transverse faults that drive some direction valleys Northwest-Southeast, of which the deeper the valley Garcia despite its altitude to be higher in more than 100 meters level of Pias and no morphological continuity, here too there are sinkholes (Covão corn) and no shortage of coarse detrital deposits related to those observed on the plateau of São Mamede.

Every surface of the Serra is an extensive Lapiás field. The grottos are more frequent and deep in the northern slopes, reaching depths rarely over 100 meters.

The formation of micritic limestone is the greater part of Mountain area.

The basis of micritic limestones of the Serra de Aire and lithologically marked by the passage in sedimentary continuity of the series more or less dolomitic underlying micritic compact limestones with variable presence of oncóides, algae nodules / cyanobacteria and fenestrae.Os oolitic limestones of the Regungo fetal are lenticular units within the micritic limestones of the Sierra de Aire.Definem a cartographic spot guidance about NS, Reguengo east of the fetal and the west of São Mamede.

Doline (also commonly known as a sink) circulating in karst depression that is raised and formed from the soil depression and ceiling of a cave rocks through an underground drain. Term of Slovenian origin which means 'little valley', the union of two or more sinkholes is called uvala. Scientifically, such an occurrence is called exocarste.

The diameter and depth of a sinkhole can vary from a few meters to tens. Usually found in nature derived from a natural phenomenon, the sinkhole can be artificially induced by excessive exploitation of groundwater where it gives its drainage in a cave. In general it is the bottom of a sinkhole that comes to groundwater and its level is a reflection of the overall system level, may rise or fall according to the seasons.

The most common forms of this phenomenon are:

Dolina dissolution: It is the most common type of this exocarste. The undissolved material, and insoluble residues are infiltrated through the fracture.

Dolina collapse: It is caused by the collapse of the ceiling of a cave.

Dolina Alluvial: Occurs when there is soil cover being introduced in limestone fractures. This is different from the sinkhole dissolution by the fact that the floor of the drawdown occurs by entrainment soil and not by rock dissolving the lower floor.

Doline collapse due to underlying karst: It differs from the collapse doline by the fact that the layer of carbonatic rocks collapses underlies a layer of another lithology also collapses.

This karst depression is the only known sinkhole in the funnel of Natural Aire and Candeeiros Mountains Park.

On the walls of the sinkhole is observed a marked stratification, with alternations of compact limestone from the Bathonian (Middle Jurassic) with good examples of crioclastos that have their origin in the fragmentation phenomena originated by freezing and thawing.

The limestone massif Estremenho (MCE), also called Massif Estremenho, or range of Porto de Mos is a high geomorphological unit located between Rio Maior Tomar and Leiria. It presents itself as a compact group of mountains, consisting of mountains and plateaus. Corresponds to a large block of Jurassic limestones with about 160 million years. It is above the Tagus Basin Platform Coast and syncline of Ourem. It has an area of approximately 800 km2. It is formed by the Sierra limestone reliefs of the lamps, the Santo António Plateau, Plateau de São Mamede and the Serra de Aire.

In addition to these major structural source sub-units, the range extends under extensive range resulting shapes of tectonic movements of land erosion and limestone corrosion throughout its length, including the broader is the Fatima Platform (Serra da Senhora do Monte Cabeço of Maúnça, Cabeço Mills, Santa Catarina da Serra), the extension of the São Mamede Plateau (in part), northwest of Serra de Aire, along with Lapiás (Penedos Belos, Covas, Chainça, Covão Alto), the sinkholes (Covão Fetus and Sanctuary of Fatima), the uvalas (Chão das Pias), the poljes (Mira-Minde) and karst guns (Alviela).

Due to the significant presence of calcareous soils, there are more than 1500 caves inventoried in Estremadura Limestone Massif. The Massif is an important fresh water reserve. It is the most important karst region of the country. In it are recorded the highest altitudes and steeper slopes of the area. It is also a great 'natural area' and landscape unit of the Midwest of the country. For the area it occupies and its morphological and unique structural features, is one of the most remarkable geomorphological units and individuals in the country.

The Natural Park of Aire and Candeeiros, protected area of 389 km² created on May 4, 1979 by Decree-Law 118/79, is framed in the Limestone Massif of Estremadura, covering the two mountain ranges that give you the name and even the St. Anthony plateau and the plateau of São Mamede.


Perguntas / Questions  

1) Qual e a largura e profundidade do 'funil'?

2) Que tipo de dolina e representada neste GZ (sem ser dolina em funil)?

3) Observando a parede do funil e capaz de me dizer qual e o periodo Jurassico que pertence?

1) What is the width and depth of the 'funnel'?

2) What type of sinkhole is represented in this GZ (without it being a sinkhole funnel)?

3) Looking at the wall of the funnel and are you able to tell me what the Jurassic period it belongs to?

 

Additional Hints (No hints available.)



 

Find...

25 Logged Visits

Found it 24     Publish Listing 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 12 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.