Skip to content

<

#G- A aventura no Piódão II - Depois da Ponte

A cache by avieira Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 03/01/2017
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
2.5 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:






#G- A aventura no Piódão II - Depois da Ponte
rio
Português English
Eira da Bocha tinha ficado para trás, e agora era momento de descer, descer, um grande declive, por pequenos socalcos, que já foram cultivados em tempos. Uma cancela nos separa da pequena ponte, que nos vai permitir passar para o outro lado da ribeira, e retomar o caminho em direção a Foz de Égua. Eira da Bocha had been left behind, and now it was time to descend, down a great slope, by small terraces, which were once cultivated. A gate separates us from the small bridge, which will allow us to pass to the other side of the stream, and resume the path towards Foz de Égua.
rio
Introdução - O Piódão Preamble - Piódão
Classificada como imóvel de interesse público a partir de 1978, beneficiou assim de alguma proteção. Mas só a partir da sua integração no projeto das aldeias históricas de Portugal, o Piódão viu o seu conjunto urbanístico salvaguardado. Ou seja, no âmbito desse programa todas as casas em cimento e telhados de telha deverão ser convertidas em paredes de xisto e telhados de lousa. As novas edificações deverão seguir a mesma cartilha. Só assim se valoriza a riqueza arquitetónica do Piódão e a sua referência como património a preservar.

O registo mais antigo referente à aldeia do Piódão remonta ao ano de 1527, altura em que o rei D. João II mandou organizar o Cadastro do Reino com o objetivo de determinar o efetivo demográfico. Neste levantamento aparece então o Casal do Piódão, com apenas dois moradores. Talvez tenha sido este o começo da aldeia, no entanto conta a lenda que Diogo Lopes Pacheco, um dos assassinos de D. Inês de Castro, após a fuga para Espanha, volta a Portugal e escolhe o Piódão para se fixar (século XIV), 200 anos antes do primeiro registo acima mencionado.

No entanto, as lendas contam-nos que o Piódão nem sempre foi onde hoje se encontra. Segundo os relatos que passaram de geração, o Piódão seria mais abaixo, num local chamado Casas Piodam, o qual viria a ser trocado pelo actual, mais seco, devido às pragas de insectos e formigas que assaltavam os potes de mel.

A aldeia tem um traçado e uma disposição típica de um povoamento de montanha. Abrigadas dos ventos dominantes, as casas trepam pela encosta acima. Os materiais de construção são aqueles que a serra oferece: xisto e madeira. As paredes têm duas camadas, uma exterior com pedras maiores e uma interior com pedras mais pequenas. Os telhados têm uma ou duas águas, chegando a ter quatro graus de inclinação média. O azul que pinta as portas e janelas é outro dos mistérios ainda por resolver, embora surja a explicação que estas estariam na origem de um antigo costume árabe que permaneceu nesta região.
Classified as a Public Interest since 1978, Piódão received some protection as well. But only from its integration into the project of the historic villages of Portugal, Piódão saw the whole urban safeguarded. That is, under this program all the houses in cement and tile roofs should be converted into shale walls and roofs of slate. The new buildings should follow the same playbook. Only in this way it enhances the architectural richness of the Piódão and its reference as to preserve heritage.

The oldest record on the village of Piódão dates back to 1527, when King D. João II had organized the Register of the Kingdom in order to determine the actual population. In this survey appears then the couple's Piódão, with only two residents. Maybe it was the beginning of this village, but legend has it that Diogo Lopes Pacheco, one of the killers of D. Ines de Castro, after fleeing to Spain, Portugal and back, choose to settle Piódão (fourteenth century), 200 years before the first record above.

However, the legends tell us that Piódão was not always where it is today. According to the stories passed down from generation, the Piódão would be lower, at a place called Piodam Houses, which would be replaced by the current, drier due to insect pests and ants attacked the honey pots.

The village has an outline, typical of a mountain settlement. Sheltered from prevailing winds, the houses climb up the slope. The building materials are those offered by the hills, slate and wood. The walls have two layers, one outdoor and one indoor large stones with smaller stones. The roofs have one or two waters, coming to have four side roofs. The blue painted doors and windows is another of the mysteries still unsolved. Nobody knows for sure why, although the explanation arises that these would be the source of an ancient Arab custom that remained in this region.
rio
Percurso Route
O percurso sugerido tem origem no centro da aldeia, e caminha-se até 40° 13.931'N 7° 49.479'W, onde vamos encontrar um pequeno trilho, após o cemitério, onde devemos optar por seguir para Chãs de Égua.

Este percurso liga Piódão a Chãs de Égua, e retorno passando por Foz de Égua.

Track
The proposed route has its origin in the center of the village and he have to walk to 40 ° 13,931 'N 7 ° 49,479' W, where we will find a small trail that will go a little bit up, and then to the small place called Chãs de Égua.

This path connect Piódão to Chãs de Égua, and then returning by Foz de Égua.

Track


rio


rio


rio




Conselhos e normas a ter em conta




Some advices
- Use calçado e vestuário apropriado para a caminhada, são apenas 6Km, para todos, mas é sempre necessário cuidado nos trilhos;
- Preste especial atenção à sua alimentação e hidratação;
- Não abandone o lixo. Leve-o até ao respectivo local de recolha. Pratique CITO!
- Deixe a natureza intacta. Não recolha plantas, animais ou rochas.
- NÃO FAÇA FOGO! A Floresta agradece e todos nós ganhamos com isso.
Tire fotos e partilhe!
- Wear appropriate clothing and footwear for hiking. We have just to walk for about 6km, and the all family can do it, but it is always necessary care about your journey;
- Pay special attention to your nutrition and hydration;
- Do not leave trash. Practice CITO!
- Let nature intact. Do not collect plants, animals or rocks.
- DO NOT MAKE ANY KIND OF FIRE! The Forest thanks and we all get out of it.
Take pictures and share!



Video do percurso / Video from this track




ATENÇÃO...


ATTENTION


AS CACHES NÃO SE ENCONTRAM, NENHUMA DELAS, EM QUALQUER MURO (nesta zona existem muros de pedra, não vale a pena procurar lá, porque nada vão encontrar).

Todas as caches têm tamanho "small", pelo que todas elas podem ter objetos de troca, se assim o entenderem.

Tanto no Piódão, mas especialmente em Foz de Égua, existem piscinas naturais na ribeira, muito bem preservadas e com águas limpidas.
As águas no Piódão são um pouco mais frias, mas em Foz d'Égua vale a pena dar um mergulho, pelo que se forem no Verão, não deixem de ir preparados...
CACHES ARE NOT, NONE OF THEM, IN ANY WALL (in this area there are stone walls, ot's not worth looking there, because you will find nothing).

All caches have the "small" size, so they all can have objects of exchange.

Both in Piódão, but especially in Foz d'Égua, there are pools in the river, very well preserved and with clear water.
The water in Piódão are a bit cooler, but in Foz d'Égua it worth taking a dive, so if you go during the summer, don't forget your swimsuit ...


PDF COM RESUMO DE TODO O PERCURSO/ PDF WITH INFORMATION ABOUT THIS ROUTE


Additional Hints (Decrypt)

[PT] Qb ynqb rfdhreqb qb pnzvaub, qronvkb qr hzn crqen.
[EN] Ba gur yrsg fvqr bs gur ebhgr, haqre n fgbar.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)