Skip to Content

<

A bravura de São Martinho do Porto

A cache by GEOESTEGANG Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 05/06/2017
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
3 out of 5

Size: Size: other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:



A bravura de São Martinho do Porto


O QUE SÃO FÓSSEIS

A vida surgiu há aproximadamente 3,8 bilhões de anos e, desde então, restos de animais e vegetais ou evidências de suas atividades ficaram preservados nas rochas. Estes restos e evidências são denominados fósseis e constituem o estudo da Paleontologia. A história dos fósseis é também a história da migração dos continentes (paleogeografia), das mudanças climáticas (paleoclimatologia), das extinções em massa e das modificações ocorridas na fauna e flora ao longo do tempo geológico (CASSAB, 2004).

Somente restos ou vestígios de organismos com mais de um milhão de anos (1Ma) são considerados fósseis. Esse tempo, calculado pela ultima glaciação, é a duração estimada para a época geológica em curso: o Holoceno ou Recente. Não é imprescindível que o organismo fossilizado seja um ser extinto. Muitos animais e vegetais que vivem nos dias de hoje são encontrados no registro fossilífero. Alguns grupos sofreram poucas modificações ao longo do tempo geológico, e há formas conhecidas desde o Paleozóico. São denominados fósseis-vivos ou formas-relíquias, e como exemplos podemos citar o Ginkgo biloba, Lingula sp., Limulus sp. e Latimeria chalumnae (celacanto) (CASSAB, 2004).

Quando os restos ou vestígios possuem menos de um milhão de anos, são denominados subfósseis. São encontrados alguns exemplos na literatura, como um bisão preservado em turfeira e um homem antigo, mumificado, em depósitos de caverna. Encaixam-se neste caso os sambaquis, acúmulos de conchas, ossos e carvão resultantes da atividade humana, muito freqüentes no litoral brasileiro (CASSAB, 2004).

São utilizados ainda os termos dubiofósseis (estruturas que podem ser de origem orgânica, mas cuja natureza ainda não foi comprovada) e pseudofósseis (estruturas comprovadamente inorgânicas que se assemelham a organismos, tais como os dendritos de pirolusita (óxido de manganês), cujo hábito cristalino lembra impressões de um vegetal) (CASSAB, 2004).

O início do documentário fossilífero bem representado coincide com o desenvolvimento, no Cambriano, de esqueletos mineralizados maiores e mais resistentes nos invertebrados marinhos (CASSAB, 2004). Já o registro fóssil Pré-Cambriano, de rochas mais antigas, é bastante escasso, se o compararmos ao apresentado por sedimentos mais recentes. Essa escassez se justifica pela ação de processos metamórficos e erosivos. No Brasil, o Pré-Cambriano é pouco estudado, apesar dessas rochas ocuparem mais de 60% da área do País (LIMA, 1989).

FORMAÇÃO E PRESERVAÇÃO DOS FÓSSEIS

A fossilização de um organismo é resultante da ação de um conjunto de processos químicos, físicos e biológicos que atuam no ambiente deposicional. Têm mais chances de serem preservados aqueles organismos que possuem partes biomineralizadas por carbonatos, fosfatos e silicatos ou constituídos por materiais orgânicos resistentes, como a quitina e a celulose. Mesmo assim, ocorrem no registro geológico muitas preservações excepcionais de partes moles (CASSAB, 2004).

Após a morte dos organismos, no ciclo natural da vida, as partes moles entram em processo de decomposição devido à ação das bactérias, e as partes duras ficam sujeitas às condições ambientais, culminando com sua destruição total. A fossilização representa a quebra deste ciclo e, portanto, deve ser sempre vista como um fenômeno excepcional. No decorrer do tempo geológico, apenas uma percentagem ínfima das espécies que um dia habitaram a biosfera terrestre preservou-se nas rochas. Muitas espécies surgiram e desapareceram sem deixar vestígios, existindo portando muitos hiatos no registro paleontológico (CASSAB, 2004).

Vários fatores atuam na preservação dos indivíduos e favorecem a fossilização. O soterramento rápido após a morte, a ausência de decomposição bacteriológica, a composição química e estrutural do esqueleto, o modo de vida, as condições químicas que imperam no meio, são alguns desses fatores, cujo somatório determinará o modo de fossilização. Mesmo depois dos fosseis já estarem formados, outros fatores concorrem para sua destruição nas rochas, como águas percolantes, agentes erosivos, vulcanismo, eventos tectônicos e metamorfismo. As rochas onde os fosseis são encontrados indicam as condições que prevaleceram no ambiente onde esses organismos viviam ou para o qual seus restos foram transportados (CASSAB, 2004). 

This page was generated by Geocaching Portugal Listing Generator





A bravura de São Martinho do Porto GC75T5T

Para registar esta Earthcache, vai ao local das coordenadas indicadas observa e responde:

 

1º Existe uma lage com várias duzias de fósseis marinhos, que aparentam serem todos da mesma familia.

Sim ? ou Não ? quais ?

A) Estrelas do mar

B) Mexilhões

C) peixes

D) Belemnites

 

2º Qual a inclinação da lage onde se encontra os fósseis ?

A) 0% a 25%

B) 26% a 35%

C) 36% a 50%

D) 51% a 75%

 

3º Quantos blocos de pedra formam o arco da saida do túnel junto às coordenadas ?

A) 17

B) 19

C) 21

D) 23

 

4º Opcional, deixa uma foto tua se possível no local, sem que a mesma possa identificar as respostas da earthcache.

To register this Earthcache, go to the location of the indicated coordinates, and respond:

 

1º There is a lage with several dozen of marine fossils, which appear to be all of the same family.

Yes ? or not ? which are ?

A) Starfish

B) Mussels

C) fish

D) Belemnites

 

2º What is the slope of the lage where the fossils are?

A) 0% to 25%

B) 26% to 35%

C) 36% to 50%

D) 51% to 75%


3º How many stone blocks form the arc of the exit of the tunnel next to the coordinates?

A) 17

B) 19

C) 21

D) 23

 

4º Optional, leave a photo of you if possible in the place, without it being able to identify earthcache responses.




Para “logar” esta Earthcache deve visitar o local, nas coordenadas indicadas.
Depois deve responder às seguintes questões e enviar as respostas para o seguinte endereço: cq0odx@sapo.pt




Não se esqueça da Máquina fotográfica para registar os melhores momentos. Venha com boa disposição e tempo para usufruir das caches a encontrar.


Owner: GEOESTEGANG.





Boas Cachadas e Divirtam-se !










Flag Counter

Additional Hints (Decrypt)

Phvqnqb anf crqenf, n frthenaçn frzcer rz cevzrveb.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

177 Logged Visits

Found it 174     Write note 2     Publish Listing 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 113 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.