Skip to Content

<

Delta aluvial

A cache by Berlaita Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 02/22/2018
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2.5 out of 5

Size: Size: other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Delta aluvial



Para registrar esta cache, necessita responder a estas perguntas por e-mail. Todas fotos publicadas que denunciem as respostas serão apagadas sem aviso prévio, assim como os registo aos quais não tenha recebido as respostas requeridas.
Espero que disfrutem da vossa visita!

Esta EARTHCACHE só pode ser concluída com maré vazia.


Para saber o estado das marés pode clicar neste link


1- Explique por palavras suas o que é um Delta aluvial?
2- Qual a constituição do depósito aluvial na foz?
3- Classifique granulometricamente os depósitos aluviais?
4- Qual a altura total da parede no GZ e de que rochas é constituída?
5- Tarefa adicional (após 2019-06-12), cada registo carece de uma foto sua nas coordenadas ou da sua mão segurando um papel com o seu nick escrito nele. Fotos que sirvam de spoiler serão apagadas sem aviso prévio.

Para consultar as novas Earthcache guidelines



Delta aluvial


Um delta é formado pelo conjunto de terras baixas originado pela acumulação dos materiais aluviais (argila, vasa, areia, cascalho) que um rio transporta e deposita em sua foz, devido à rápida redução de velocidade que a corrente experimenta ao encontrar-se com a massa de água marinha.

Os deltas formam-se tanto no litoral marítimo como na foz de um rio num lago. Além disso, não são necessariamente emersos; podem ser submarinos, embora tendam a emergir com a progressiva acumulação de sedimentos.

Para que surja um delta é necessário, em primeiro lugar, que o rio carregue significativa quantidade de aluvião, quando chega à foz a sua corrente logo perde velocidade e torna-se incapaz de continuar a transportar os materiais. As partículas grossas depositam-se primeiro, enquanto as argilas e outros materiais finos continuam em suspensão até chegarem às águas mais profundas, onde se depositam. O encontro da água doce com a salgada faz com que as argilas mais finas se aglomerem em grandes agregados, que se vão acumulando no fundo do mar. Os depósitos recobrem primeiro o leito da foz; se a profundidade do mar não for grande, continuam por este adentro.

A segunda condição é que a depositação aluvial se efetue num ritmo mais intenso do que o da entrada dos materiais pelo mar. Por isso, os deltas formam-se com maior facilidade sobre as costas dos mares calmos ou fechados. Contudo, os deltas não são exclusividade dos mares tranquilos, alguns formam-se em mares abertos, em virtude da abundante carga aluvial dos rios.

Evolução do delta. O rio deposita aluvião sobre as margens e no fundo de seu leito, formando braços entre os quais subsistem marismas e lagunas. Quase sempre o mar colabora com o rio na formação do delta, constituindo, com suas correntes, cordões litorais que completam o fecho do triângulo.

Tipos de deltas:


1- Arqueado, com numerosos canais de distribuição que se espalham de forma radial, pela ampla curvatura de sua linha costeira, assemelhada ao contorno de um leque aluvial.
2- Digitado, ou de pata de ave, quando cada canal distribuidor origina uma longa projeção de sedimentos que penetra mar adentro.
3- Cúspide, que é pontiagudo, com as bordas ligeiramente côncavas em direção ao mar e forma-se quando um rio desemboca numa linha costeira, onde o embate das ondas é muito forte, e o sedimento transportado pela corrente fluvial se esparrama pela praia em duas direções, a partir do ponto de confluência.
4- Estuário, quando o rio desemboca num longo e estreito estuário e o delta a ele se amolda.

Também podemos classificar os deltas em:


1- Construtivos, quando o mar exerce pouca ou nenhuma influência na sedimentação.
2- Destrutivos (formados pela atividade marinha), quando as correntes ou marés, ou ambas, destroem e transportam os detritos e os depósitos nas proximidades da foz.

Atividade econômica. Os deltas em que não se realizaram suficientes obras de saneamento são zonas pobres, de marismas, contudo, os deltas trabalhados durante gerações apresentam grande fertilidade, já que a acumulação de limos e as facilidades de irrigação os tornam em ótimas zonas agrícolas.

Importantes cidades costeiras, com articulações entre tráfego marítimo e fluvial, surgiram às margens dos deltas. Em virtude do crescimento dos deltas, algumas povoações e cidades, que há centenas de anos estavam na foz de um rio, encontram-se hoje vários quilômetros terra adentro. A formação de depósitos de sedimentos exige a manutenção de um canal aberto, para que embarcações possam chegar pelo delta até o porto; para tanto, é necessário executar continuamente obras de dragagem.




Fonte: https://biomania.com.br


Additional Hints (No hints available.)



 

Find...

28 Logged Visits

Found it 27     Publish Listing 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 17 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.