Skip to Content

<

Canhão Cársico da Ota

A cache by Gatarron Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 01/06/2019
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
4.5 out of 5

Size: Size: other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Esta earthcache localiza-se no Canhão Cársico de Ota, junto a uma cascalheira resultante do encaixe epigénico que está na origem desta formação geomorfológica. Podes registar esta earthcache imediatamente após enviares as respostas. Se as respostas não estiverem corretas, serás contactado por mim. Logs efetuados sem que antes tenham sido enviadas as respostas serão apagados sem aviso prévio.

 

ADVERTÊNCIAS DE SEGURANÇA

O ponto de observação situa-se na base de uma enorme cascalheira. Para lá chegar é necessário seguir o leito do Rio Ota, pelo que devem ser respeitadas as seguintes precauções:

  • É desaconselhado fazer esta earthcache sozinho.
  • Tendo em conta que se trata de uma zona cársica, o nível das águas do rio pode subir em épocas de maior pluviosidade. Nessas alturas, o acesso à cache pode estar impedido.
  • O acesso só pode ser feito através do leito do rio. Não existe acesso alternativo por cima, apenas uma vertente de cascalheira de forte inclinação.
  • A progressão é lenta e difícil, e o terreno muito acidentado, pelo que se deve ter atenção à condição física e especial precaução quanto a possíveis acidentes de percurso.
  • Em certas ocasiões pode ser necessário pôr o pé dentro de água.

 

SECURITY WARNING

The observation spot is at the base of a pile of gravel. To get ther you mus follow the course of the Ota River and be specially cautious with the following:

  • You should not go there alone, by your own.
  • Considering this is a karst topography the water level in the river may rise in times of heavy rain. In those occasions, access to the earthcache may not be possible.
  • Access can only be made from the river bed. There is no access from above, just a heavy slope.
  • Moving will beslow and the terrain is very steep, so you should be physically fit and pay special attetion to possible obstacles along the way.
  • In some steps of the way, youmay have to put your feet on the water. 

 

Canhões flúvio-cársicos

Um canhão fluvio-cársico é um vale escarpado, resultado da ação erosiva de um rio sobre um leito de rocha calcária, num processo designado por epigenia. É uma das formas geomorfológicas características da paisagem cársica, pelo que nas zonas envolventes dos canhões fluviocársicos é habitual a ocorrência de outras formações cársicas, como grutas, buracas e algares.

A epigenia ocorre habitualmente ao longo de uma falha tectónica sobre a qual o rio corre. Isto justifica uma progressão mais acelerada da erosão do que em outros casos e o elevado pendor das escarpas em volta. Nestas situações pode ocorrer o fenómeno de reculeé, de que é exemplo a Fórnea de Alcaria

A erosão desenvolve-se de jusante para montante (da foz para a nascente), geralmente potenciado por rebaixamento do nível de base que vai provocando maior erosão do curso de água sobre a rocha encaixante, no sentido de equilibrar as forças através do aplanamento das superfícies.

A erosão atua ao nível químico e físico, por dissolução da rocha através da circulação em fraturas e por arraste de fragmentos e blocos de rocha soltos, respetivamente. A erosão pronunciada causada pelo encaixe epigénico pode levar à perda de sustentação de grutas e buracas existentes nas zonas superiores do vale, causando o seu desmoronamento e, consequentemente, a formação de enormes cascalheiras nas vertentes.

Karst canyons

A karst canyon is a deep gorge valley resulting from the erosion of a river over a limestone bedrock, in a process called epigenenis. It is a typical feature of karst lanscape, so one is likely to find other karst formations in around, such as caves and sinkholes.

Epigenesis usually occurs along a fault over which the river runs. This explains that erosion progresses faster than in other cases, and also why the cliffs around are so steep. In such cases there can be a reculée, such as the Fórnea de Alcaria

Erosion develops from downstream to upstream of the river, taking advantage of the lowering of the base level. This accentuates water erosion over the embedding rock, wich tends to a balance by the flattening of the surface.


O Canhão Cársico da Ota

 

Entalhado durante milhares de anos pelo rio de Ota sobre os calcários do Jurássico Superior, o Canhão Cársico de Ota apresenta-se como um vale encaixado, de comando superior a 100 metros, com escarpas de parede vertical e cones de cascalheiras de elevado pendor.

A tectónica regional, assim como os processos de erosão física e química, isolaram e moldaram, respetivamente, desde o momento da deposição das camadas calcárias até aos dias de hoje, as serras de Ota e Atouguia. A tectónica regional potenciou o desenvolvimento de fraturação no maciço calcário, enquanto que os processos de meteorização física e química potenciam o desenvolvimento de uma camada de solo incipiente no topo das serras e o desenvolvimento de espaços vazios no interior do maciço, de onde resultam as grutas.

Perfil do Canhão Cársico de Ota

Perfil do Canhão Cársico de Ota

 The Karst Canyon of Ota

Carved over thousands of years by the Ota river over a limestonebedrock of the Upper Jurassic, the Karst  Canyon of Ota is a steeped valley with a height of over 100 meters, vertical walls and steep accumulations of rubble.

Regional tectonics and physical and chemical erosion, have isolated and shaped the mountain range of Ota and Atouguia since the depostition of the limestone layers until today. Regional tectonics has enabled the fracturing of the karst, while physical and chemical erosion accentuates the development of soil on the top of the range and the development of empty spaces within the bedrock, from which caves are formed.

 
Carta geológica do Canhão Cársico de Ota, com indicação das fraturas e falhas

Seguindo duas direções preferenciais de orientação, o leito do rio, avançando torrencialmente, alonga-se num percurso controlado pela fraturação natural do maciço durante aproximadamente 2,3 quilómetros. No seu leito é possível identificar blocos de grandes dimensões arrastados pela corrente, e nas margens elevam-se pequenos terraços aluviais formados em locais onde as condições físicas assim o permitem.

A precipitação real e oculta (nevoeiro) ocorrida na região, recarrega naturalmente o sistema aquífero Ota-Alenquer, do qual fazem parte as serras de Ota e Atouguia. Este sistema aquífero ocupa uma área aproximada de 10km2 e é captado desde 1959 para abastecimento público na povoação de Ota e na vila de Alenquer, ambos com três captações cada.

Heading in two main directions, the river bed, running as a torrent, stretches in a path along the natural fracture of the bedrock along 2,3 km. In it's bed one can find large blocks carried by the current, and in the banks small aluvial terraces arise where possible.

The region's precipitation, both real and apparent (fog), naturally recharges the Ota-Alenquer aquifer, of which the Ota and Atouguia range are part. This aquifer stretches over an area of about 10 km2 and is used for water suplly of the nearby towns of Ota and Alenquer.

Biodiversidade e interesse arqueológico

Para além do interesse geológico e geomorfológico, o Canhão Cársico da Ota é uma área de assinalável interesse biológico, sendo uma zona de nidificação provável de várias espécies pouco frequentes, como o açor, a águia-calçada, a rola-brava, o bufo-real, o corvo, o noitibó, o peto-verde e o torcicolo. Assinala-se também a presença de espécies de mamíferos, como o esquilo vermelho e algumas espécies de morcegos.

Foram também descobertos vestígios arqueológicos numa zona povoada na época calcolítca, no cabeço identificado como Castro de Ota. Este sítio descoberto pelo arqueólogo alenquerense Hipólito Cabaço em 1932 e estudado mais aprofundadamente em 1956, em escavações conduzidas pelo arqueólogo Ernâni Barbosa. Estes achados e outros encontrados em algumas grutas podem ser visitados no Museu Hipólito Cabaço, em Alenquer.

Biodiversity and arcaheological relevance

Besides the geologial and geomorphological aspects, the canyon is also a site of biological relevance, and a nesting place for bird species such as goshawk, booted eagle, european turtle dove, eagle owl, raven, nightjar, green woodpecker, and wryneck. Some mammal species are also present, such as the red squirrel and several species of bats.

Findings from a settling from the calcolithic age were made in the nearby hill called de Ota Hillfort, a site discovered by local archeologist Hipólito Cabaço, from Alenquer, in 1932, and further studied in excavations conducted by Ernâni Barbosa in 1956. These findings and others form the surronding caves can be seen in the Hipólito Cabaço Museum, in Alenquer.

 
 
Para registar esta earthcache deves visitar o ponto das coordenadas, colocando-te junto à base da cascalheira, e responder às seguintes questões, enviando-me as respostas por mensagem para o meu perfil:

  1. Os fragmentos de cascalho têm dimensão geralmente uniforme ou apresentam diferenças significativas de dimensão?
  2. Qual é a inclinação aproximada da encosta de cascalheira em graus?
  3. Na área em volta, a distância considerável mas perfeitamente ao alcance da vista, é visível uma buraca na encosta do vale. Utilizando uma bússola (pode ser a do telemóvel) indica em que azimute (quantos graus) ela se encontra em relação ao local onde te encontras.
  4. A buraca situa-se numa vertente inclinada ou numa parede vertical?
  5. Atendendo à informação constante do texto e às observações que pudeste fazer durante o percurso para aqui chegar, onde consideras que o curso do rio está mais erodido: para Norte do ponto onde te encontras, ou para Sul (no sentido do estacionamento indicado)? Justifica.

 In order to log this earthcache, you must visit ground zero, placing yourself in the base of the gpile of gravel, and answer the following questions, sending them to my profile:

  1. The fragments of gravel are generally of the same size, or are they of different sizes?
  2. What's the average inclination, in degrees, of the pile of rubble?
  3. In the area around you, at a considerable distance but perfectly in sight, you should be able to spot a cave. Using a compass (the one in your smartphone is just fine), tell me the bearing of the cave's location (in degrees) from your own standing point.
  4. Is the slope inclined or completely vertical?
  5. Considering the information in the description above, as well as your observations along the way here, where do you think the river bed is more eroded? Explain why.

Fonte:
Plano de Ação para o Canhão Cársico da Ota (financiado pelo Orçamento Participativo de Alenquer) - relatórios finais de Geologia, Arqueologia e Biologia, disponíveis na página pessoal do biólogo José Carlos Morais, responsável pelo projeto.

 

Earthcaches relacionadas / related earthcaches:

GC4WBK6 - Fórnea Wonder

GC2KM46 - Buracas do Casmilo

GC3KD55 - Canhão do Rio dos Mouros

 

Flag Counter

Additional Hints (Decrypt)

Ngraçãb nbf ngevohgbf r àf erpbzraqnçõrf qr frthenaçn.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

13 Logged Visits

Found it 11     Write note 1     Publish Listing 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 27 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.