Skip to content

Ruivães#08 Aproveitamento Hidroelétrico de Ruivães Traditional Cache

Hidden : 12/17/2020
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


 

Aproveitamento Hidroelétrico de Ruivães

O Aproveitamento Hidroelétrico iniciou a sua exploração em 2016 e situa-se no trecho final do rio Saltadouro, afluente da margem esquerda do rio Cávado, no concelho de Vieira do Minho. Restitui os caudais turbinados na albufeira de Salamonde. 

Fonte: http://pt.hidroerg.pt/ahe-de-ruivaes.html

Ao acrescentar um longo circuito à já existente cache da Casa do Capitão-Mor de Ruivães pretende-se levar os geocachers a percorrer caminhos históricos entre Ruivães e Vale. O circuito (integralmente pedestre) inicia-se em Ruivães (Casa do Capitão-Mor ou Casa de Dentro), percorre a rua principal da vila para em seguida descer até ao fantástico rio Saltadouro. O caminho ladeia o rio durante vários quilómetros, passando pelo Poço das Traves (parque de lazer) e termina na histórica Ponte de Pedra ou Ponte de Rês. A partir da ponte segue-se ainda o rio Saltadouro, percorrendo a zona do Aproveitamento Hidroeléctrico de Ruivães que tem vistas deslumbrantes para a barragem de Salamonde. Retorno à Ponte de Pedra para em seguida subir à aldeia de Vale. Da pequena aldeia outro caminho faz-nos regressar a Ruivães.

Além das invasões francesas, Ruivães foi palco de acesas lutas entre liberais e miguelistas e numa das suas casas esteve aquartelado Paiva Couceiro e suas tropas em 1919. Do último capitão-mor de Ruivães, miguelista convicto, conta-se que terá sido assassinado por ordens dos liberais vitoriosos em 8 de Junho de 1832, quando seguia de sua casa — Casa de Dentro — para o Gerês, a tomar águas. Foi, também, palco do Combate de Ruivães.

A Ponte de Rês e o Caminho de Ruivães foram classificados como conjunto de interesse público pelo "interesse como testemunho notável de vivências, valor estético e memória coletiva que reflete".

O percurso é de cerca de 9 km e conta com 13 caches (incluindo a da Casa do Capitão-Mor). Depois de grandes chuvas de Inverno pode ser difícil (ou mesmo impossível) atravessar o rio Saltadouro na zona do Poço das Traves. Não corra riscos desnecessários. Aparte esta possível dificuldade invernal, o resto do percurso é relativamente fácil mas aconselham-se botas com bom suporte de tornozelo. Bom passeio!

 

By adding a long circuit to the already existing cache of Casa do Capitão-Mor de Ruivães, geocachers can be taken along historic paths between Ruivães and Vale. The circuit (entirely pedestrian) starts in Ruivães (Casa do Capitão-Mor or Casa de Dentro), goes through the main street of the village, then goes down to the fantastic Saltadouro river. The path runs along the river for several kilometers, passing through Poço das Traves (leisure park) and ends at the historic Ponte de Pedra or Ponte de Rês. From the bridge, we still follow the Saltadouro River, passing by the Ruivães Hydroelectric Power Plant area, which has stunning views over the Salamonde dam. Return to Ponte de Pedra and then we will go up to the village of Vale. From the small village, another path takes us back to Ruivães.

In addition to the French invasions, Ruivães was the scene of fierce struggles between Liberals and “Miguelistas” (supporters of the legitimacy of the king Miguel I of Portugal) and in one of its houses stayed Paiva Couceiro and his troops in 1919. The last “Capitão-Mor” of Ruivães, a convinced “Miguelista”, is said to have been murdered by victorious liberals on June 8, 1832, when he was going from his home - Casa de Dentro - to Gerês. It was also the stage for the Combat of Ruivães.

Ponte de Rês and Caminho de Ruivães were classified as a group of public interest for "interest as a remarkable testimony of experiences, aesthetic value and collective memory".

The circuit is about 9 km and has 13 caches (including Casa do Capitão-Mor). After heavy winter rains it can be difficult (or even impossible) to cross the Saltadouro river in the Poço das Traves area. Don't take unnecessary risks. Apart from this possible winter difficulty, the rest of the path is relatively easy, but boots with good ankle support are advised. Have a good walk!

 

 

Additional Hints (Decrypt)

Zntaégvpn / Zntargvp

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)