View Geocache Log

Found it Valente Cruz found Fabrica do queijo

Sunday, March 13, 2016Viseu, Portugal

It looks like your log contains HTML or UBB formatting. We now use Markdown formatting because it works on both web and mobile. Would you like to convert your log?

Success! To keep these changes, hit “Submit Log Entry” at the bottom of the page.

Hmm. Some of your log formatting is not supported. You might want to remove it and use Markdown formatting.

Em rota pelo Trilho Medieval, fomos à descoberta desta cache. Iniciámos o percurso em Cambra e passámos por vários motivos de interesse histórico e paisagístico, deambulando por uma ruralidade que vai aos poucos ficando esquecida. Depois de Cambra, da sua Torre e da Cova do Lobisomem, cruzámos a autoestrada e entrámos uma zona de floresta. Por ali, o pinheiro ainda vai dominando a envolvência. Fomos encontrando algumas alminhas pelo caminho e chegámos finalmente à Fábrica do Queijo.

A sombra do arvoredo envolvente permite de facto uma frescura propícia. A nós serviu-nos para um breve momento de descanso. Sem olhar para o aparelho, fomos levantando suspeitas sobre onde estaria o recipiente. Pensámos que estaria no edifício, mas a dica confirmou o contrário. Ao chegarmos à ponte tornou-se fácil identificar o esconderijo. Encontrámos então um malfadado saco de plástico entre nós e o registo. Estes sacos, para além de serem da preferência de caracóis e outras bichezas, parecem reter a humidade mais do que evitá-la.

Ultrapassada a questão de quem tirava o recipiente, o registo fez-se sem problemas, entre o sossego e o bucolismo do local. O ribeiro ainda levava alguma água, em busca de um encontro a jusante com o rio Alfusqueiro. Depois das fotos, prosseguimos pelo percurso e logo à entrada da aldeia tivemos um encontro imediato com um cão de grande porte que saltou de uma casa e veio atrás de nós para nos ferrar os dentes. Perito em submissão de canídeos, o Cruz esticou-lhe a palma da mão em jeito de Professor X, dos X-Men, e tudo correu bem. Também ajudou o facto de a dona do animal ter então surgido.

Passada a aldeia, descemos até à Ponte de Confulcos, um local que também gostámos bastante de descobrir. Só é pena que os moinhos estejam entregues ao tempo à espera do declínio final. Continuámos depois o trilho e lá chegámos a Cambra e ao final do percurso. No total fizemos os 8 km em cerca de 3 horas, num ritmo calmo e delongado.

Obrigado pela cache e pela partilha!

DSC_0105

Additional Images Additional Images

DSC_0105 log image DSC_0105

DSC_0107 log image DSC_0107

CSC_0055 log image CSC_0055

DSC_0118 log image DSC_0118

infoThis is the original cache type consisting, at a bare minimum, a container and a log book. Normally you'll find a tupperware container, ammo box, or bucket filled with goodies, or smaller container ("micro cache") too small to contain items except for a log book. The coordinates listed on the traditional cache page is the exact location for the cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us