View Geocache Log

Write note Pirat@ posted a note for iNtO tHe WiLd

Sunday, June 28, 2015Guarda, Portugal

It looks like your log contains HTML or UBB formatting. We now use Markdown formatting because it works on both web and mobile. Would you like to convert your log?

Success! To keep these changes, hit “Submit Log Entry” at the bottom of the page.

Hmm. Some of your log formatting is not supported. You might want to remove it and use Markdown formatting.

(...continuação)

Iniciamos a terrível subida ás 11:50 e demoramos 1h e 20 minutos até chegar á Lagoa Comprida. Foram 1.82kms com um desnível de 434 metros com a incrível média de 1.4km/h.
O início foi bastante atribulado onde não havia trilho e havia mariolas por todo o lado. A tática eram saltar de rocha em rocha sempre em subida. Quando não havia pedra tínhamos de seguir pelo meio das giestas que ultrapassavam a nossa altura, mas na verdade em certa altura até deram jeito para nos agarramos para ajudar á progressão. Muitas paragens foram feitas para recuperar o fôlego e a olhar para trás para ver o caminho percorrido. Também uma paragem foi feita para a cache da Crista do Carvalhalzinho que apresenta um spot fantástico com vista para uma boa parte do percurso feito até ali.
O final da primeira parte aproximava-se e já se avistava o paredão da lagoa. Aos poucos a inclinação do terreno suavizava e ansiamos pela chegada ao estabelecimento comercial onde já tinha na cabeça o que pedir.
Ás 13:10 o merecido descanso, primeiro uma troca de t-shirt e pouco depois já tinha o que foi na altura a melhor cerveja do mundo na mão mas que secou rapidamente. “A arca está cheia” disse o comerciante.....fiquei mais descansado!!.
Este foi um dos momentos marcantes deste dia. A sandocha de presunto e queijo regada com umas belas Sagres motivou-nos ainda mais para a segunda parte, mas na verdade desistir nunca foi equacionado.
Com o estômago reconfortado iniciamos a segunda parte pelas 14:00. Os primeiros kms tivemos sempre a Lagoa Comprida como pano de fundo a embelezar mais a paisagem. Mais umas paragens para as caches do trilho e de destacar a cache Fraga da Pena Ruiva que nos dá a observar fantásticos cenários.
O próximo objetivo era alcançar o Cume que seria um ponto importante para o sucesso da missão. A chegada a este local deu-me muitas boas esperanças quando consegui alcançar em linha de vista as torres mas ainda muito caminho faltava percorrer. Daqui seguimos para o Fragão do Poio dos Cães. A passagem por este maciço rochoso é também inesquecível onde podemos perceber bem a grandeza do local que nos faz parecer formigas.
Seguiu-se o acesso até á estrada mas antes não deixamos de viver mais um momento marcante da tarde (senão o melhor momento). Não estou a falar da banhoca tomada na magnifica lagoa, estou a referir-me aos “nagalhos” que lá estavam a apanhar sol. Isto só visto, o Cruz em bicos de pés a fazer-se de grande e eu a encolher a barriga para impressionar as beldades mas não nos valeu de nada.
A travessia da estrada marca a fase final do percurso mas ainda tínhamos quase 1 hora de caminho pela frente. Uma descida que logicamente iria se seguir a respetiva subida. A partir daqui já não tínhamos dúvidas do sucesso da missão. Após a subida depois da lagoa das Quelhas as torres nunca mais perderam-se de vista e ainda conseguimos avistar o Jasafara que tinha saído duas horas antes de nós da Lagoa Comprida.
Pelas 18:05 chegamos ao topo, nada mais havia para subir, a primeira coisa que fizemos foi tirar um foto junto ao VG para registar o sucesso desta grandiosa aventura.
Seguiu-se a visita á cache para registar o merecido log, e para mostrar a nossa frescura ainda demos uns passos de corrida.
Á hora em que estou a fazer este log (01/07/2015) já tenho uma nova visita pré-programada a esta cache, porque clientes satisfeitos voltam sempre.
Obrigado ao António Cruz e ao ZéSampa pela excelente companhia e uma palavra especial ao Jasafara que concluiu também esta cache praticamente ao mesmo tempo, e pelo que percebi sofreu bastante mas assim até sabe melhor.
TFTC

Into the wild 1

Additional Images Additional Images

Into the wild 1 log image Into the wild 1

Into the wild 2 log image Into the wild 2

Into the wild 3 log image Into the wild 3

Into the wild 4 log image Into the wild 4

Into the wild 5 log image Into the wild 5

Into the wild 6 log image Into the wild 6

Into the wild 7 log image Into the wild 7

Into the wild 8 log image Into the wild 8

Into the wild 9 log image Into the wild 9

224 log image 224

248 log image 248

250 log image 250

252 log image 252

267 log image 267

infoA multi-cache ("multiple") involves two or more locations, the final location being a physical container. There are many variations, but most multi-caches have a hint to find the second cache, and the second cache has hints to the third, and so on. An offset cache (where you go to a location and get hints to the actual cache) is considered a multi-cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us