View Geocache Log

Found it p@Che found La Ruta de Los Túneles - Barca d'Alva

Saturday, September 13, 2008Guarda, Portugal

It looks like your log contains HTML or UBB formatting. We now use Markdown formatting because it works on both web and mobile. Would you like to convert your log?

Success! To keep these changes, hit “Submit Log Entry” at the bottom of the page.

Hmm. Some of your log formatting is not supported. You might want to remove it and use Markdown formatting.

#767

(1/4) O Inicio

Expedição à linha by família "grandes malucos" e geocão!

Cansados da viagem de "comboio" entre o Pocinho e Barca D'Alva, montamos os sacos cama no espaço que gentilmente o Sr. Amadeu nos cedeu para dormir no átrio do seu café. Como podiam ter lido no log da [url=http://www.geocaching.com/seek/cache_details.aspx?guid=2196d976-f6a5-4bb4-8bb2-b68b1025ec60]Na linha do Douro[/url], quando chegamos a Barca D'Alva para pernoitar e seguir para a Fregeneda, encontramos um café chamado "Cantinho da Cepa Torta" - N41 01.630 W6 56.395. Fomos recebidos como verdadeiros chefes de estado e nada nos faltou. Ele era copos de Tinto, casa de banho e espaço para dormir. Não contente, o sr. Amadeu ainda foi a casa buscar umas mantas e colchões para que dormíssemos um pouco melhor. Bom, o Manel e o marioafonso levaram aqueles tapetes, eu e o Manel Lusitano é que dormimos mesmo na pedra, enquanto que o resto da malta aproveitou os colchões.

Depois da voltinha pela Vila cerca das 00h30, lá tentei dormir um pouco, mas o sr. Amadeu só fechou o "Cantinho" cerca das 01h. O Sr. saiu e nem 5 minutos estava a chegar um outro carro que vinha ainda ao café ... mas mais espantados do que ver o café fechado às 01h05, foi ver 9 pessoas e um cão deitados no átrio do café, enrolados em sacos cama e protegidos por mesas!

Durante a noite terei dormido 2 horas no máximo. O chão era duro, muito duro, e deitei-me sobre uma pequena pedra que teimosamente não a quis tirar. Durante a noite fui ouvindo algum movimento na pacata vila de Barca D'Alva, entre pessoas aflitas que lhes doi-a o coração, até bombeiros e verdadeiros "Fangius" na curva em frente. Durante toda a noite verdadeiras máquinas de costura ouviam-se das bocas dos meu colegas expedicionários... Cerca das 05h o galo (ou galinha, não tive contacto visual com o galináceo) começou a dizer que estava presente. O despertador era só às 07h, mas parece que tudo estava contra o meu descanso. Aos primeiros raios de luz, das árvores da vizinhança começaram-se a ouvir os habituais pardais e outras aves. Às 06h30 chegava o Sr.Amadeu e com ele a clientela... passamos então a ser a atracção turística de Barca D'Alva. Não vale a pena continuar a tentar dormir, vamos é acordar!!!

Não foi pequeno almoço à cama, mas foi quase. E aquele galão e torrada a fazer lembrar o catalão depois das francesinhas, foi um verdadeiro tónico para o inicio da caminhada. Tempo de arrumar as tralhas, contar as cabeças que estavam prontas para a segunda etapa, e mediante as desistências deixamos ficar o peso e foi apenas o essencial. O Bruno por exemplos foi apenas munido de 1,5l de água e máquina fotográfica! Depois de planear a estratégia para não acordar o Geocão, lá seguimos 7 em direcção à estação de Barca D'Alva. Mas mesmo antes de chegar ao ponto zero, já estávamos reduzidos a 6, e foram esses 6 que chegaram até ao fim.

Eram 08h quando começamos a caminhada, mas ainda perdemos algum tempo a explorar a imponente estação. Apesar do notório abandono foi possível verificar a importância que esta estação teve no tempo em que as fronteiras eram fechadas e a Guarda Fiscal não deixava passar mala com azeite ou bacalhau! Fomos recolher a coordenada seguinte na micro e seguimos para a plataforma giratória, e sim, ainda funciona. Eu e o marioafonso fizemos questão de a mover alguns centímetros Depois da foto de família, avançamos em direcção às pontes e túneis.

Ruinas da Estação Barca D'Alva

Visit Another Listing:

Advertising with Us