Skip to Content

View Geocache Log

Write note cmatos posted a note for iNtO tHe WiLd

Saturday, May 5, 2012Guarda, Portugal

Dia 5 de Maio de 2012 (Parte 2)

Hoje a Serra não me iria derrotar, estava determinado.
Tendo partido do sítio onde ficara, fui conquistar uma outra cache “Fragão do Poio dos Cães”. Contra vento, neve e nevoeiro, fui seguindo com todos os cuidados até esta maravilhosa cache, daquelas que só a Estrela proporciona. Convém referir que nesta última parte da “InToTheWild” não segui rigorosamente o track disponibilizado, pois com neve em todos os vales correm pequenas ribeiras e a altura da neve é maior, pelo que se torna mais perigoso caminhar, assim optei por trilhar o caminho que me pareceu mais apropriado de acordo com as necessidades. E foi assim que cheguei ao fragão. Nesta altura S. Pedro brindou-me com uma aberta na neve/chuva, levantou um pouco o véu de nuvens e até uma pitadinha de sol brilhou. Pude então apreciar toda a imensidão da paisagem, e fazer com calma esta cache. Com céu limpo é bonito, mas com estas condições a paisagem torna-se ainda mais bonita, quase mágica. E eu ali, na mais absoluta solidão, um ponto pequenino na imensidão do universo…
Só quando voltou a pingar e o nevoeiro se fechou novamente, é que me lembrei de que era preciso continuar rumo ao topo. Mais neve, vento, enterra aqui, escorrega ali, e atravesso a estrada em direção ao Covão do Meio, mas resolvi não descer até à sua cache e seguir para a lagoa do Covão das Quilhas e daí alcançar a Torre, o meu destino final. Chegado ao ponto indicado pelo amarelinho, como ponto X, fiquei apreensivo tal a altura da neve. Comecei a escavar, aqui e ali e mais além… o problema é que um palmo abaixo a neve transforma-se em gelo e fica muito mais difícil. Com as luvas completamente encharcadas, as pontas dos dedos dormentes, decidi, contra os meus princípios (já que a situação o justificava) pedir uma dica ao Owner. Depois dela (obrigado Cruz) ainda demorei uns bons 5 minutos a escavar com a ajuda do bastão de caminhada, mas agora sabia que estava no sítio certo. Entretanto a neve parou mas o nevoeiro adensou-se. Com o tesouro finalmente nas mãos, abro-o e…
Querem saber o final da história? Então preparem-se muito bem, física e psicologicamente, e partam à descoberta da Serra da Estrela, partindo de Seia e fazendo esta cache que não tenho dúvida, dará muito que falar no geocaching Português, sendo para mim, a cache das caches em Portugal. Não há favorito que chegue para classificar esta cache. Parabéns aos Valente Cruz e Sphinx n Sophie pela cache e um obrigado por tudo o que ela me proporcionou. Os cerca de 6Km de hoje demoraram mais ou menos 4h.

Com tudo isto até me esquecia:

In: TB
Out: O Santo Graal da Estrela.

Very T.F.T.C.

This entry was edited by cmatos on Saturday, 05 May 2012 at 22:32:50 UTC.

O Poio dos CãesUploaded by Geopt Geocaching Tools -> http://gctools.geopt.org

Additional Images Additional Images

O Poio dos Cães O Poio dos Cães

Lagoa da Paixão/Peixão Lagoa da Paixão/Peixão

Se não fosse as Botinhas de Goretex... Se não fosse as Botinhas de Goretex...

Algo fantasmagórico Algo fantasmagórico

Top Secret Top Secret

Log e as trocas Log e as trocas

Cheguei, iupyyyyyy Cheguei, iupyyyyyy

O fantasma da Torre O fantasma da Torre

infoA multi-cache ("multiple") involves two or more locations, the final location being a physical container. There are many variations, but most multi-caches have a hint to find the second cache, and the second cache has hints to the third, and so on. An offset cache (where you go to a location and get hints to the actual cache) is considered a multi-cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us

Return to the Top of the Page