View Geocache Log

Found it dupladepeso found The Grey Havens

Thursday, December 8, 2011Lisboa, Portugal

Tour da GaNg Da PaTa NeGrA "Será que os Pika7 chegam ás 1000 na Grey Havens ou têm medo das alturas e desistem?"

Okok a tour não tinha bem esse nome, mas começando...

A 1000 dos Pika7 já estava prometida desde que eles estavam nas 800... ou 900, por aí :p
Após várias negociações, encontros de jantares e cafés nós íamos sempre ouvindo "Grey Havens... tem de ser" e nós nem diziamos nada, não somos propriamente muito aventureiros no que toca a terrenos 4 para cima.

Na 4ª Feira dia 2, fizemos o nosso GeoJantar de Natal (sem eventos que a malta não liga muito a isso) e o Pika lançou o desafio:

  • Amanhã, Grey Havens, ás 8h na casa da Vanessa?
    A nossa primeira reacção foi:
  • "Ás quê????? É feriado..."

Depois é que começámos a pensar... Grey Havens... aquela... cena das cordas...? :\

Ficámos de dar resposta, mas durante a viagem para casa pensámos: Ou é agora com o Gang... ou muito dificilmente iremos lá! E além do mais, é a 1000 dos Pika7!

Nem tinham passado 20min depois de termos saído de lá e já tinhamos confirmado ao Pika: CONTA CONNOSCO!

Dia 3...
Levantar bem cedo (acho que nos levantamos mais cedo para fazer geocaching do que para trabalhar...) e lá fomos nós a caminho da casa da Vanessa (Pika7). Carros estacionados e toca a arrancar em carros partilhados (tão ecológicos e poupadinhos que nós somos). Conversa e conversa e mais conversa durante o caminho todo, que neste mundo nunca se esgota assunto.
Uma pequena paragem para a simbólica 999 dos Pika e cada vez mais perto...

Carro estacionados, TZR com câmara fotográfica na mão e Cláudio (DuplaDePeso) com a de filmar na mão. Comer alguma coisa, mochilas e bora lá!

Começámos bem, pelo caminho errado. Mas nada de becos sem saída, foi para apreciar mais a paisagem e treinar para o que nos esperava a seguir, afinal se os pescadores conseguem com canas ás costas e baldes nas mãos... nós levamos umas simples mochilas.
Na verdadeira descida já meteu algum respeito, pelo sim pelo não arrumei a câmara na mochila e só lá para o meio é que voltei a retirá-la.
A meio também, o Pika e o Telmo procuram um atalho, a verdade é que ele existia mas o resto da malta (incluindo nós) prefiros seguir o trilho principal por mais segurança (não é medo, é segurança lol).
Quando chegámos à praia... que cenário. Fez-nos lembrar a Ilha do Tom Hanks acho... isso ou era do cansaço e já víamos cenas não sabemos bem.
Mas... não era só isto? Temos que subir? Ok bora lá!
Desta vez no fim da subida fizemos pausa, snacks, fotos, descansar as pernas enquanto uns começavam lentamente avançar até ao "ponto A"... "A" de "Assustador".
O Cláudio (dupladepeso) sentou-se em cima da rocha para filmar e perceber como era o esquema das cordas, o Telmo já junto das mesmas teve a primeira reacção a quente

-"ALI NÃO PASSO"

Mas por acaso o Cláudio (que é bem mais medroso) sentiu que a coisa até se fazia...

Telmo, TZR e Pika foram os primeiros e acabavam por demonstrar que afinal não era tão dificil, o Cláudio foi o último dos Boys e a seguir foram todas as Miss's... e é importante dizer isto:

NINGUÉM FICOU PARA TRÁS

infoThis is the original cache type consisting, at a bare minimum, a container and a log book. Normally you'll find a tupperware container, ammo box, or bucket filled with goodies, or smaller container ("micro cache") too small to contain items except for a log book. The coordinates listed on the traditional cache page is the exact location for the cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us