View Geocache Log

Found it joom found VIAGEM AO CENTRO DA TERRA #2

Wednesday, February 18, 2015Porto, Portugal

It looks like your log contains HTML or UBB formatting. We now use Markdown formatting because it works on both web and mobile. Would you like to convert your log?

Success! To keep these changes, hit “Submit Log Entry” at the bottom of the page.

Hmm. Some of your log formatting is not supported. You might want to remove it and use Markdown formatting.

#5301 @11:49

Um dia de caches fantásticas daquelas que começam com C grande.

Como estávamos ali ao lado, na parte do esquecimento das cordas, seguimos o monte e viemos até aqui. É claro que não foi pela oportunidade de estarmos por perto o motivo da visita, esta estava na nossa lista do dia de caches a visitar.

Ainda estávamos a caminho, já a ver a zona fustigada pelos incêndios e assim mais despida de vegetação percebemos onde seria o próximo local a visitar. Era ali, só podia ser ali, e tudo indicava que algo afectava os GPSr que nos indicavam outro ponto.

Afinal o que era indicado, e assim que lá chegámos, percebemos isso, era o ponto inicial desta letter. Tudo lido, resolvemos ir ao crava e não levar bilhete, tudo interiorizado e lá fomos para o próximo passo. A ideia de não levar nada resultou dos vários comentários semelhantes: mais um papelinho para ficar esquecido em algum lado.

Depois de passarmos o túnel, como porta de entrada para outra dimensão, continuámos em trilho simpático até termos à nossa frente o acesso às entranhas. Tinha chegado a hora de encarnarmos as personagens de Júlio Verne, que tantas alegrias me deu na minha juventude, e tal como Alex, Hans e o professor Lidenbrok.

Para não haver surpresas, e principalmente para estarmos operacionais para as próximas caches a visitar, e embora não fosse estritamente necessário, uma corda foi montada como corrimão. Era a chamada ajuda psicológica e que por vezes dá jeito ter mesmo ali ao lado. Há por vezes a necessidade de sentir a “mão amiga” da corda naqueles passos mais complicados. E como hoje estava tudo mais húmido, com mais lama e escorregadio, pareceu-nos uma ideia acertada no momento.

Já com tudo descido e com perto de um contacto mais molhado, é fantástico ver aquelas águas límpidas, fomos tratar de outros assuntos: a procura da cache.
Com todas as indicações recebidas e com mais um desafio a cache estava nas nossas mãos e foi nesta altura que percebemos porque é que tínhamos vindo ao crava. O bilhete, colectivo neste caso, tinha ficado na bilheteira e como não tínhamos visto o revisor não nos apercebemos do facto. E com algum improviso conseguimos registar a nossa passagem na cache.

Tudo arrumado e iniciámos o nosso regresso à superfície com mais uma subidinha.

Valeu a pena vir aqui.

Encontrada na agradável companhia de 20 ver, lenan2do e pbrandao
Sem trocas
Obrigado pela cache

Nas entranhas

Additional Images Additional Images

Nas entranhas log image Nas entranhas

Viemos dali log image Viemos dali

Nas margens do lago log image Nas margens do lago

Caiu log image Caiu

A conferenciar log image A conferenciar

Na subida log image Na subida

Uma passagem log image Uma passagem

No caminho log image No caminho

Atenção log image Atenção

Para recordar log image Para recordar

infoA letterbox is another form of treasure hunting using clues instead of coordinates. In some cases, however, a letterbox has coordinates, and the owner has made it a letterbox and a geocache. To read more about letterboxing, visit the Letterboxing North America web site.
Visit Another Listing:

Advertising with Us