View Geocache Log

Found it JJJHome found Obesidade abdominal / Abdominal obesity

Thursday, May 12, 2011Lisboa, Portugal

It looks like your log contains HTML or UBB formatting. We now use Markdown formatting because it works on both web and mobile. Would you like to convert your log?

Success! To keep these changes, hit “Submit Log Entry” at the bottom of the page.

Hmm. Some of your log formatting is not supported. You might want to remove it and use Markdown formatting.

Quando esta cache foi publicada senti de imediato uma certa identificação, como se ela me tivesse sido dedicada. No entanto foi passando o tempo e ainda não se tinha proporcionado a sua busca.

Log versão longa:

Hoje, após um moderado repasto na companhia do VSergios, decidimos lançar-nos à aventura. Como o repasto do VS não tinha sido tão moderado como o meu, acabei por levá-lo a algum exercício adicional, pois não fiz qualquer TPC e viemos “à bruta”.

Seguindo a sugestão do GPS começámos as nossas buscas a parir da prisão de Monsanto. Asneira! Ainda percorremos uns bons 400 metros até concluir que por ali não íamos lá. De regresso ao carro, demos a volta a Monsanto e viemos parar cá a baixo, ao sítio certo, onde chegámos a parar o carro.

No entanto, olhando para o GPS, víamos ali uma outra possibilidade, partindo do clube de tiro, que parecia poupar alguns metros de caminhada. Asneira de novo! Nós a fazer uma cache com este tema e ali a tentar poupar uns metrinhos. Logo o facto de termos de entrar um portão devia ter-nos alertado, mas insistimos e fomos entrando, aliciados com os metros a baixar no GPS. Fomos andando, agora já a pé, os números a baixar, nós a andar… chegámos a estar a 40 metros da cache, só que, do lado errado da vedação. [D:] Pois, o clube de tiro está (e bem) vedado a toda a volta e a cache claro que não está lá dentro. Empreendemos os 350 metros de regresso ao carro e fomos deixá-lo de novo na nossa segunda escolha. Entusiasmados com a “certeza” que agora é que era, subimos em passo acelerado até ao local da cache.

Aqui começou o segundo desafio. De facto as caches dos BTT são sempre muito engenhosas e difíceis de encontrar. Esta não fugiu à regra. Após as voltas iniciais, recorremos à dica, e a coisa parecia fácil… mas não era, pelo menos para nós. Uns minutos depois começámos a ler os logs. É pá, isto não pode ser assim tão difícil, vamos lá. Nada! Não havia maneira.

Bom, só nos resta o helpdesk. Procurámos alguém conhecido nos logs recentes e ligámos. Estávamos já a confirmar qual era a cache onde estávamos, quando de repente ela me saltou aos olhos, mesmo antes de ouvir a dica. “Deixa, já não é preciso, já a estou a ver!”. Genial, de facto! Mais uma vez os BTT demonstram o que se pode fazer com um (grande) bocadinho de trabalho e muita imaginação. Parabéns!

Log versão curta:

O VS está a precisar de exercício, por isso toca de o levar ao engano duas vezes e com isso fazer um quilómetro e meio adicionais para além do percurso a que a cache “obriga”.

TFTC!

infoThis is the original cache type consisting, at a bare minimum, a container and a log book. Normally you'll find a tupperware container, ammo box, or bucket filled with goodies, or smaller container ("micro cache") too small to contain items except for a log book. The coordinates listed on the traditional cache page is the exact location for the cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us