View Geocache Log

Attended corvos attended Adeus!

Friday, November 26, 2010Lisboa, Portugal

It looks like your log contains HTML or UBB formatting. We now use Markdown formatting because it works on both web and mobile. Would you like to convert your log?

Success! To keep these changes, hit “Submit Log Entry” at the bottom of the page.

Hmm. Some of your log formatting is not supported. You might want to remove it and use Markdown formatting.

Há pessoas que entram nas nossas vidas e nunca mais saem. Não tivemos o privilégio de conhecer pessoalmente o Sr.Serra, mas ele entrou na nossa vida e por isso fomos ter com ele neste evento. Ele esteve lá de certeza, também a acenar a quem passava e eram muitos os que o conheciam. Foi com bastante alegria que o vivemos e também os sorrisos e as respostas que recebemos com um simples aceno. É com sorriso que se cativa, ele apesar do sorriso aproximou-nos com um adeus. Afinal não é com um adeus não é uma despedida, é com um adeus que o imortalizamos. Até sempre Sr.Serra.

Tal como nós, também há gente que o lembra através da linguagem universal que é a música. Aqui deixamos a letra do “ O Homem do Saldanha”, de Boss AC e música de Tiago Machado, cantado pelo Carlos do Carmo e Marco Rodrigues.

"De sorriso na cara à noite
Na praça do Saldanha
À beira da estrada parado
Já ninguém o estranha
Toda a gente o conhece
Ele acena e atravessa
E a cidade continua no seu rumo

Sorriso na cara à noite
Na praça do Saldanha
Apagando a solidão ao luar que o acompanha
É vê-lo chegar quando anoitece
Esperam os carros que atravesse
Com a mão no ar
Como quem diz Olá Lisboa

Seja bem vindo meu amigo à nossa rua
Faz algum tempo que não o via por aqui
Nunca é demais há sempre espaço
Venha de lá esse abraço
Folgo em vê-lo bem disposto
A dizer olá a quem passa
Com prazer espelhado no rosto

Benvindo à nossa rua meu amigo
Faz algum tempo não o via por aqui
Nunca é demais há sempre espaço
Venha cá dar-me um abraço
Porque à noite Lisboa sorri

Não é adeus que diz é olá por quem ali passa
De casaco castanho, o João
Dá um ar da sua graça
Torna a cidade mais risonha
Só é louco quem não sonha
Quem não percebe então não sabe o que é ser só

Não é adeus é olá que diz
A quem por ali passa
Com o olhar abraça Lisboa, despede-se da praça
Já se faz tarde a sua hora
Apanha o táxi e vai-se embora
Chega por hoje
Amanhã estará por cá

(…)

Benvindo à nossa rua, meu amigo
Faz algum tempo que não o via por aqui
Nunca é demais há sempre espaço
Venha de lá esse abraço
Porque é noite Lisboa sorri
Porque é noite Lisboa sorri
Porque é noite Lisboa sorri"

Um agradecimento ao João e à Maja pela iniciativa e a todos os que participaram. corvos
883corvos201011262315

Adeus!!Sr. João Serra

infoAn Event Cache is when local geocachers and geocaching organizations designate a time and location to meet and discuss geocaching. After the event happens the cache listing is archived.
Visit Another Listing:

Advertising with Us