View Geocache Log

Found it Valente Cruz found the Secret Beauty

Monday, August 13, 2012Leiria, Portugal

It looks like your log contains HTML or UBB formatting. We now use Markdown formatting because it works on both web and mobile. Would you like to convert your log?

Success! To keep these changes, hit “Submit Log Entry” at the bottom of the page.

Hmm. Some of your log formatting is not supported. You might want to remove it and use Markdown formatting.

Numa passagem anterior pela cidade, esta cache-experiência acabou por nos fugir por entre os dedos, como uma fada assustada, levava pelo tempo ou, no caso, pela sua falta. Desta vez, com tempo e muita vontade, fomos finalmente à sua descoberta.

Estacionámos no local referenciado e seguimos em direção ao rio. Nas suas margens estava uma senhora a lavar roupa; mãos ásperas, de outros tempos, suavizadas pela passagem das águas. Não nos dedicou qualquer olhar, como se não nos visse ou não se importasse com a nossa presença. Talvez fosse isso, ou talvez fosse a guardiã da passagem para o outro lado do rio, para o outro lado de nós; para um mundo encantado onde tudo está na medida da nossa imaginação. Já sabemos que a magia também está nos olhos de quem olha e aqui fica o nosso bem-haja às pessoas – neste caso particular ao Gato Maltês – que vão espalhando por aí “óculos” com umas lentes duplamente especiais que nos levam a olhar para lá de ver.

Distraídos, acabámos por passar para o outro lado e, ao relermos a listagem e ao olharmos para o possível local, acabámos por perceber para onde teríamos que ir. Voltámos ao mundo visível e acedemos ao local para recolhermos as pistas que nos conduziriam pela descoberta. Ficámos de imediato com um sorriso rasgado. Rapidamente assimilámos as imagens distorcidas com que se enganam os incautos e voltámos a passar para o outro mundo, seguindo posteriormente o curso do tempo, acompanhando o seu rio. As vistas abriam-se então em mil encantos e expectativas.

Rapidamente chegámos à clareira e encontrámos a pista seguinte. Após alguns instantes e outras tantas dúvidas, talvez suspiradas por outros seres mais maquiavélicos, percebemos então os meandros desta cache e seguimos em busca do seu final. Os dados iam encaixando como se fosse a narração de uma história mágica.

Ao chegarmos ao contentor aconteceu algo de maravilhoso. Por vezes, pode tornar-se complicado explicar a uma pessoa o que é o geocaching, na medida em que pode parecer muito estranho e inusitado como é que alguém maior, vacinado e ajuizado, se dedica à procura de plásticos no meio de nenhures apenas para lá escrever o seu nome. É possível que nos olhem de lado e pensem: “Há cada um, bastava ir à cozinha!”. Pois bem, essas pessoas desconhecem a delícia, o fascínio e o contentamento que é ver, tocar e poder sentir a dedicação e o esforço que se escondem pelos inúmeros recantos e experiências que visitamos e/ou vivenciamos. Esta é sem dúvida uma deles!

A cache tem provavelmente o contentor mais extraordinário que já tivemos o prazer de encontrar; uma palavra ainda para o passeio proporcionado num local muito agradável, para a forma como a descoberta está estruturada, incluindo os restantes contentores, para a listagem e para as imagens encantadas que ela cria na nossa imaginação. Muitos parabéns pela cache fabulosa e muito obrigado pela experiência!

infoA multi-cache ("multiple") involves two or more locations, the final location being a physical container. There are many variations, but most multi-caches have a hint to find the second cache, and the second cache has hints to the third, and so on. An offset cache (where you go to a location and get hints to the actual cache) is considered a multi-cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us