Skip to Content

View Geocache Log

Write note MAntunes posted a note for On the Origin of Species

Saturday, June 26, 2010Leiria, Portugal

(continuação)

Após o almoço, veio um dos momentos altos da visita à ilha, que voi o passeio de barco pelas grutas com regresso ao porto de chegada, sem ter que subir e descer o topo da ilha. Gostámos mesmo, pelo que vi nas expressões de exclamações do companheiros de barco. O nosso barqueiro também se mostrou um personalidade interessante e faladora e contou-nos várias histórias e situações, umas engraçadas outras impressionantes, além de nos descrever vários dos locais que nos mostrou. Gostámos bastante de ele dizer que preferia comer um determinado peixe mas para vender prefere o robalo. E o Robalo, sentado no barco a rir-se para ele. Também foi emocionante e muito fotografada a passagem pela 'Greta da Inês', acompanhada da história com detalhes peludos contada pelo nosso barqueiro.

Chegados ao porto de embarque, com pagamento antes do desembarque , fomos ao café (bica para uns, cimbalino para outros mas café para todos ;-) ) e depois, fomos explorar a outra parte da ilha, onde pontificavam a cache mais a Norte, e mais antiga, dos meus conhecidos 'tetra' e da sua cadela cocker spaniel, que foi o "amor de uma tarde" do meu "Snoopy". Nesta parte da ilha, agora com menos pessoas à volta, tive finalmente oportunidade de procurar caches e foi o local onde as gaivotas, talvez já cansadas de tanto 'muggle' - pois é, para elas somos uns 'muggles' muita chatos! - se mostraram mais impacientes e constantes na iniciativas para nos expulsarem -. Foram vários os voos rasantes sobre as nossas cabeças. E foram muitas as fotos que isso nos permitiu tirar. ;-) Felizmente não levaram o escalpe a ninguém, como ouvi no fim contar que já aconteceu... Da próxima vez levanto o bastão ao alto, quietinho bem destacado acima da minha cabeça.

Feita a volta completa pela ilha da Berlenga, e como ainda havia tempo de sobra, foi hora do momento do descanso e do relaxe com uns gelados e bebidas fresquinhas, enquanto recebíamos mais documentação do inexcedível Coruja que se mostrou mais uma vez uma simpatia.

Ainda trouxe um poema de Miguel Torga, sobre o mar e as Berlengas, para ler ao meu principal fan das leituras de Torga mas ele acabou por não vir... Fica para a próxima.

O regresso, foi já uma antecipação da saudade que a Berlenga nos deixou, assim como, em mim, a vontade de voltar para ter a experiência de pernoitar pelo menos uma noite na ilha e viver aquele ambiente.

Tivémos ainda o prazer de rever o team Corvos, elementos do antigo grupo "The GreenShades" que tão bem lançou o geocaching em Portugal com as suas excelentes caches.

Muito obrigado pelo excelente Evento e óptimo dia passado na Berlenga - um desejo de hà muito - e pela informação distribuída.

No fim, os sacos distribuídos no barco acabaram por ficar a melhor acomodar caches da Berlenga e de Peniche.

Antes e após o jantar em Peniche, os Expedicionários procuraram algumas caches naquela península e viveram alguns momentos gostosos; o não pisar a minhoca ao senhor que pescava na "Varanda de Pilatos", as correrias por cima dos lapiases, as sessões de secagem de cabelos na "Furna que Sopra", a reconstrução do muro na "Naufrágio do San Pedro de Alcantara", e escalada ao topo do VG, na península da Papôa e, finalmente, o chamar de "Palhaço!" a um participante na Corrida das Fogueiras e ele sorrir-nos e agradecer... (ia mascarado de palhaço).

MAntunes, na companhia de amigos do grupo Expedicionários.

A ver os 'muggles' passar...

Visit Another Listing:

Advertising with Us

Return to the Top of the Page