Skip to Content

View Geocache Log

Found it lirassis found Lamento en la montaña

Thursday, November 27, 2014Viana do Castelo, Portugal

Mais um passeio em BTT, desta vez para os lados de Portuzelo, para visitar algumas caches. Percurso iniciado em Viana, passando pela manhã junto ao rio, Serreleis, Cardielos, Breia, e depois no período da tarde, até Nogueira, e a partir da Casa da Guarda uma valente caminhada até à cache Lamento na Montanha.

Olhei para o GPS e quando vi a direção da cache percebi porque era terreno 4 ...
Alguns metros depois da casa da guarda, o piso do caminho estava tão mau que não permitia continuar de bike . Escondi a menina no meio da vegetação, troquei as botas de btt pelas de caminhada, e continuei a caminhada a pé. Havia partes do caminho que estava tão enlameado que tinha de andar de um lado para o outro para evitar ficar enterrado.
Resolvi não subir a direito porque a inclinação era bastante acentuada (mais de 200m de altitude desde o local onde me encontrava) e o mato era muito denso. Continuei pelo caminho paralelamente à montanha e afastando-me cada vez mais da cache.
E do meio do nada aparece uma minúscula capela, alminhas ou sei lá o quê... Espreitei e vi que estava muito limpa, com muitas flores e com três ou quatro placas com indicação de familiares falecidos. Não sei a história desta construção e fiquei estupefacto pelo local: no meio da montanha, quase sem acesso, abandonada...
Lá continuei e estava a tentar encontrar menor inclinação, para abordar a subida com menos esforço.
Até que o caminho começou a afastar-se demasiado, pelo que comecei a subir até ao cume. Era mato e mais mato, mas são coisas do ofício...
E mais uma vez, novamente surpreendido por outra coisa curiosa: no cimo do cume estava um poste com cerca de 6 metros de altura, com objetos pendurados. Encaminhei-me para esse local e quando cheguei ao cume vi que era uma estação meteorológica em pleno funcionamento . Nunca tinha visto uma tão de perto. A ventoinha que devia medir a direção e velocidade do vento, estava a rodopiar a alta velocidade. Pudera, o vento estava com rajadas bastantes fortes que me dificultavam a caminhada em direção so sul. Agora tinha de caminhar, talvez uns 500 m, até chegar ao GZ. Mais mato pela frente .
Cerca de 15 minutos depois estava no local. Rapidamente encontrei a cache, de boa saúde. Depois foi fotos e mais fotos, apreciar a excelente paisagem, com Viana ao fundo, e regressar de imediato porque estava ameaçar chuva.
Desta vez resolvi descer a corta mato, com uma inclinação bastante acentuada. Corri alguns riscos, mas tudo correu bem, pois cortei bastante percurso. bem o mato era bastante denso, mas era em todo o lado, não é... .
Cheguei à bike, toca a trocar de calçado e sem pedalar rapidamente cheguei à estrada.
Vou dar um favorito. Muito obrigado pela cache .

As chuvas a deixar rasto...

Additional Images Additional Images

As chuvas a deixar rasto... As chuvas a deixar rasto...

Aqui é que a bike anda bem!!! Aqui é que a bike anda bem!!!

É para ali que eu vou É para ali que eu vou

A rua principal A rua principal

Estação meteorológica Estação meteorológica

O percurso parece um tapete... com picos O percurso parece um tapete... com picos

Estou quase lá Estou quase lá

Uma capela no meio do nada!!! Uma capela no meio do nada!!!

O troféu O troféu

Viana e a foz do Lima Viana e a foz do Lima

infoThis is the original cache type consisting, at a bare minimum, a container and a log book. Normally you'll find a tupperware container, ammo box, or bucket filled with goodies, or smaller container ("micro cache") too small to contain items except for a log book. The coordinates listed on the traditional cache page is the exact location for the cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us

Return to the Top of the Page