View Geocache Log

Found it jasafara found 5K "Smilies" [Sesimbra]

Saturday, May 24, 2014Setúbal, Portugal

O Paulo decidiu comemorar duas milestones significativas com a colocação de duas caches num sítio de eleição. Foi o estímulo que precisava para voltar à Arrábida onde passei algumas das mais memoráveis jornadas de geocaching. Esta foi mais uma.

Carro deixado no ponto de estacionamento já bem conhecido e pela primeira vez contornei a pedreira pelo lado direito. Caminho mais longo até ao waypoint que indica o trilho que desde a falésia (e agora marcado pela cache "The Endless Landscape") mas bastante mais suave no que diz respeito a inclinação. Assim foi uma agradável caminhada até lá.

O trilho de que já conhecia uma parte da anterior ida à "Ponta de São Pedro" também se faz bem e é altamente cénico. Fantástico como está dissimulado na envolvente. Realmente quem está lá em cima irá jurar que não há forma de se descer até ao nível do mar.

A parte realmente difícil e que faz justificar as estrelas de terreno é realmente quando se sai do trilho e se passa a descer com uma inclinação bem superior. Na Ponta de São Pedro em versão pedras e para estas caches em versão areia. Para baixo todos os santos ajudam e é apenas preciso ter cuidado para não se cair, mas para cima é preciso mesmo boa forma física para se fazer a subida com algum ritmo.

Tanto eu como o Óscar chegámos lá a baixo com relativa facilidade. Ambas as caches foram relativamente fáceis de encontrar e assim deu para apreciar com calma os locais. Não os explorei ainda mais apenas porque o Óscar quando me vê afastar especialmente se me perde de vista fica numa aflição que procuro evitar...

Depois...é a parte má (ou não porque faz parte ). Sair dali. Como disse atrás, para quem não está em grande forma é realmente dolorosa aquela subida. Foi difícil a subida até ao trilho, foi difícil voltar ao cimo da falésia, foi difícil descer (pelo caminho que uso sempre por dentro da pedreira) de volta ao carro. Na verdade até para aí 4ªfeira que senti nas pernas esta subida...mas depois de passar só se quer lá voltar. Ficou por fazer a "Praia dos Penedos". Passar por tudo outra vez, ainda com o adicional de alguns quilómetros a subir e descer calhaus pela baixa-mar...

Quanto a esta cache. O spot já tinha sido fugazmente marcado com a "The Eye". Tinha levado a coordenada e estive a poucos metros. Só não procurei mais e eventualmente a resgatei (visto que tudo leva a crer que ela ainda por lá estará...) porque ficava fora do ângulo de visão de onde tinha deixado o Òscar e tive medo que ele tentasse vir atrás de mim e se magoasse... tenho quase a certeza de ter ter percebido onde ela estaria (com acesso fácil por mar, mas perfeitamente possível por terra). Ao contrário dessa que recomendava o proibido acesso por mar nesta o Paulo indica claramente que esse acesso é proibido. E diga-se até pode ser muito agradável pagaiar até ali e fazer estas caches (e as outras à mesma quota) por mar, mas não tem nada a ver. É outra experiência completamente diferente.

Este spot não é obrigatóriamente visitado por quem vai à Praia dos Penedos e por isso escolho esta cache em detrimento da outra para deixar um favorito.

TFTC e obrigado por continuares a colocar caches em sítios de eleição.

infoThis is the original cache type consisting, at a bare minimum, a container and a log book. Normally you'll find a tupperware container, ammo box, or bucket filled with goodies, or smaller container ("micro cache") too small to contain items except for a log book. The coordinates listed on the traditional cache page is the exact location for the cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us