Skip to Content

View Geocache Log

Found it global trekkers found Just get there!

Sunday, November 30, 2014Portalegre, Portugal

#3605
Parte 1 de 4

Aventura nas Portas do Ródão.

Desde que foi publicada há quase 5 anos, a busca desta cache alimentou sempre a nossa imaginação, sobretudo por se encontrar inserida num verdadeiro monumento natural de enorme enquadramento cénico, qual santuário de rapinas de grande envergadura e ícone de toda uma região.

“Acesso” era mesmo a palavra-chave desta cache. Os registos iniciais deixavam antever uma tarefa muito complicada em termos de acessibilidade, a qual era no entanto grandemente compensada pelo ultrapassar do desafio (tanto físico como psicológico) e sobretudo pelas grandes paisagens e oportunidade de vislumbrar estes enormes seres alados que chegam a atingir 2,80m de envergadura.

Quando no final de 2012, foi atribuída à equipa do ISA/IST, o projecto de determinação do regime de caudais ecológicos a jusante da futura barragem do Alvito, logo imaginei que oportunidades não iam faltar para procurar esta cache, já que agora teríamos amostragens piscícolas sazonais nos afluentes próximos (rio Ocreza e ribeira do Alvito), aproveitando quiçá uma manhã/tarde de descontracção para vir procurar esta cache. Este sentimento ficou ainda mais fortalecido quando desafiei a Isabel (IST) para tal demanda, a qual logo se prontificou para preparar uma verdadeira auto-estrada para a cache.

As saídas sazonais foram-se sucedendo, mas o trabalho de campo, sempre muito exigente e demorado, não nos deixava tempo para virmos procurar a cache. Entretanto com a atributo de sazonalidade (bem) colocado pelo owner em Março 2013, e com a última amostragem a ter lugar em Junho desse ano, logo ficaram por terra quaisquer esperanças de podermos abraçar esta aventura conforme tínhamos imaginado. Procurar esta cache nos meses de Verão (Agosto/Setembro) jamais estaria equacionado, pois sabíamos por experiência própria as quão árduas são as condições ambientais nesta zona do país e em particular nos vales escaldantes do Ocreza.

Com a cache disponível agora durante 4 meses por ano, sendo que 2 desses meses eram precisamente meses a evitar (Agosto/Setembro), restava somente Outubro e Novembro como época potencial para vir procurar a cache. Todavia, sendo uma altura bem mais amena em termos de temperatura do ar, é também mais húmida e chuvosa, sobretudo neste ano como recentemente se assistiu, tornando bastante mais perigosa uma eventual abordagem terrestre.
E assim foi então ganhando contornos uma eventual abordagem fluvial, a partir do cais de Vila Velha de Rodão até à Porta esquerda deste monumento, de onde se faria a atracagem e a subsequente subida íngreme até ao ponto zero.

Logo começámos a delinear o plano para este outono, pensando em aproveitar um ou outro fim-de-semana de Outubro, altura em que estaria ainda em vigor a hora de verão, dando-nos mais tempo e oportunidade de fazer outros passeios pela zona. No entanto, a chuva continuada em todos (ou quase todos) os fins-de-semana foram progressivamente gorando os nossos planos mais imediatos e adiando para Novembro a realização da dita aventura. Novembro, como se sabe não foi melhor, muito pelo contrário, com a chuva presente (e em quantidade) em quase todos os fins-de-semana. Com o mês a caminhar célere para o seu fim, tal como a acessibilidade desta cache, já estávamos com efeito a desanimar relativamente aos nossos planos. Eis então que finalmente se abre uma possível janela temporal: no último fim-de-semana de Novembro (29/30), o tempo vai melhorar, não se prevendo já chuva em todo o território nacional”. Era pois a nossa janela de oportunidade há muito esperada!

infoThis is the original cache type consisting, at a bare minimum, a container and a log book. Normally you'll find a tupperware container, ammo box, or bucket filled with goodies, or smaller container ("micro cache") too small to contain items except for a log book. The coordinates listed on the traditional cache page is the exact location for the cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us

Return to the Top of the Page