View Geocache Log

Write note HDV posted a note for Pulo do Lobo

Sunday, December 30, 2007Beja, Portugal

It looks like your log contains HTML or UBB formatting. We now use Markdown formatting because it works on both web and mobile. Would you like to convert your log?

Success! To keep these changes, hit “Submit Log Entry” at the bottom of the page.

Hmm. Some of your log formatting is not supported. You might want to remove it and use Markdown formatting.

[2/2]

[i]Ficalho também se refere ao fenómeno num dos seus contos:

«Uma manhã veio ele, dando volta pelos matos dos Russins, até dar vistas ao Guadiana, por cima da pedra dos Grifos. O dia estava claro; e na luz ampla e forte o vale parecia ainda mais desolado e triste. O Guadiana ia baixo, deixando quási a descoberto o seu vasto leito de pedra, rasgado, roído, lavado pelas águas. Nas margens, nem uma árvore, nem uma nesga de várzea relvada - a corrente levara tudo. terra e areia, ficando só a rocha nua, e as manchas cinzentas dos calhaus, dos quartzos rolados, entre as quais passava a fita azulada e brilhante do rio. Pelas moitas pobres de loendro escuro e tamugem ruiva os palhiços secos, travados, marcavam o nível da última cheia.

«Uma solidão absoluta.

«Apenas agora, as cabras vermelhas do José Bento vinham aparecendo, uma a uma, entre o mato da encosta, com as orelhas fitas e as cabecinhas finas de animais quási selvagens. Em cima, no azul pálido, dois grifos pretos descreviam num vôo sereno as suas órbitas intermináveis.

«As cabras vieram descendo, em filas, pelos carreirinhos, e o José Bento desceu com elas. Ao dobrar um cabeço descobriu o Pulo do Lobo: todo o rio que se encerrava no canal estreito, tomando uma velocidade louca; as águas que se apertavam, atropelando-se em veios sobrepostos; depois a fenda na rocha, tragando tudo; e, por detrás, a água, pulverizada na queda, elevando-se num nevoeiro branco, que o sol irisava nos bordos, dando-lhe tons de opala.

«O José Bento foi seguindo a margem, até o sítio cm que o rio se despenhava, desaparecendo na funda bacia. Mais adiante, já para além da queda, viu, solidamente atada a uma saliência da rocha, uma corda forte de linho, que passava por cima da aresta e pendia para o abismo.

«- Olha! está cá um, pescando ao sável! disse ele consigo.

«Teve curiosidade de ver, aproximou-se, e, deitando o chapéu no chão lançou-se de bruços, passando a cabeça além da borda. A parede de xisto, irregularmente fracturado, descia a pique. Em baixo, a água espumava e fervia na queda; agitava-se, ainda sentida, em largas ondulações; e tranquilizando-se pouco a pouco, tomava os tons denegridos das rochas que a cercavam.

«Lá no fundo, na ponta da corda, um homem atado pela cintura, com os tentos da rede na mão, esperava a pancada do sável." (Conde de Ficalho).”[/i]

In: TB
Out: GC

PS: AH! E se num qualquer mapa arrancado ao fundo do porta-luvas vos aparecer a indicação de uma estrada que - descendo de Beja - comunica com a Amendoeira e permite aceder mais directamente que a N122 ao Pulo desiludam-se! Chegados à Ribeira de Terges por caminhos de terra batida a coisa é trabalho para 4x4; há que passá-la a vau e tanto a descida para o leito como a subida (a escassos quilómetros já, é certo, do Pulo) são íngremes q.b.
Fazemos votos de que a AXA Seguros trate com maior rigor a gestão dos fundos do que a forma como escolhe os fornecedor dos mapas que oferece a título de "brinde". Envenenado!

infoThis is the original cache type consisting, at a bare minimum, a container and a log book. Normally you'll find a tupperware container, ammo box, or bucket filled with goodies, or smaller container ("micro cache") too small to contain items except for a log book. The coordinates listed on the traditional cache page is the exact location for the cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us