View Geocache Log

Found it Team Camaches found There's No Such Place As Far Away [Sintra]

Tuesday, May 1, 2012Lisboa, Portugal

It looks like your log contains HTML or UBB formatting. We now use Markdown formatting because it works on both web and mobile. Would you like to convert your log?

Success! To keep these changes, hit “Submit Log Entry” at the bottom of the page.

Hmm. Some of your log formatting is not supported. You might want to remove it and use Markdown formatting.

Found it!

Hoje, feriado dia do trabalhador, decidimos levantar da cama cedinho para fazer o lindíssimo percurso Biscaia - Azoia com as inúmeras caches míticas que se encontram generosamente espalhadas pelos recortes da nossa fronteira com o Atlântico.

A alvorada foi às 7h00 e a chegada ao local de estacionamento deu-se por volta das 8h40. Devido ao facto de termos apanhado uma chuva torrencial a caminho da Malveira da Serra, na A5, estávamos com receio que o nosso passeio fosse sabotado pela incontrolável e imprevisível meteorologia. Tivemos sorte! Ao estacionar o carro no limite oeste da pequena povoação que é a Biscaia avistámos as nuvens negras a dirigirem-se para Lisboa... Ufffffa! Chuva para a grande capital e sol para nós!

Casacos vestidos, malas às costas, cajados empunhados à altura correcta, lá nos fizemos ao trilho que nos levaria à primeira cache da manhã: ENSEADA DO ROCHEDO by Team Ribeiro. A descida fez-se a um passo acelerado e depressa chegámos ao GZ indicado pelo GPS. Mal sabíamos que ia ser a cache mais teimosa do dia! Não queria mesmo aparecer... Não sei se era do vento ou do frio que se fazia sentir, o caixotinho não queria sair do esconderijo. Procurámos ainda durante largos minutos (talvez 15 ou 20min) quando, já num último olhar antes de prosseguir o passeio lá se ouviu o tão desejado "ESTÁ AQUI!" proclamado pelo elemento masculino da team, o João. Fotos tiradas, logbook carimbado, foi altura de prosseguir para a sua vizinha mais próxima...

Voltando ao trilho, dirigimo-nos então para a Biscaia by Teamnivea. No trilho correcto até la abaixo, os metros eram cada vez menores e a cache cada vez mais próxima. Pelo trilho fora, para além de apreciar a paisagem, tirar fotos e gravar vídeos, conseguia avistar-se os destemidos pescadores cada um com a sua falésia reservada e a gritarem uns para os outros para afastarem a solidão. O GZ chegou rapidamente e a cache apareceu sem dificuldade e bem de saúde. As falésias que se avistam daqui são absolutamente indescritíveis, cada uma com a sua beleza própria mas todas pintadas num tom alaranjado que contrasta com o verde da vegetação e o azul do mar. Está na altura de prosseguir o caminho...

Depois de subir tudo até lá acima e passando novamente pela Enseada do Rochedo, foi "só" continuar pelo trilho que nos iria levar para a Dad's cache [Centaurus] by danieloliveira. Os vales são mais que os desejados e a rotina do descer para depois subir foi ficando interiorizada nas pernas e costas que por esta altura ainda não estavam muito cansadas. Pela costa seguimos e passámos pelo primeiro vale sem penar muito. O tão ansioso GZ estava a aproximar-se cada vez mais... Chegamos lá e aproveitámos para recuperar o fôlego depois de uma subida razoável. A cache apareceu no seu ninho, bem protegida e a 100%. A paisagem passou a ser "mais do mesmo" mas nem por isso deixa de ser soberba e apetecer perder o olhar na imensidão rochosa.

As caches seguintes encontravam-se a uma distância curta e até avistámos uma "autoestrada" que nos levava mesmo mesmo lá abaixo, onde se encontravam umas construções já em ruína. Viver num local destes deve ser espectacular... fora da metrópole, sem poluição atmosférica, a ouvir os pássaros a cantar e o mar a bater nas rochas lá em baixo. Foi altura de se fazer a earthcache que nos falta aqui desta encosta: Trapped! - DP/EC49 by danieloliveira. Após completarmos todas as earthcaches que vão desde o Forte da Cresmina até à Praia das Maçãs, esta estava a faltar-nos e não podíamos deixá-la sozinha muito mais tempo. A formação - xenólito - foi encontrada com alguma facilidade e fez-nos lembrar o xenólito irmão da Praia da Ursa. Anotações e fotos tiradas está na altura de nos submetermos ao teste do professor Daniel Oliveira...

1118. There's No Such Place As Far Away

infoThis is the original cache type consisting, at a bare minimum, a container and a log book. Normally you'll find a tupperware container, ammo box, or bucket filled with goodies, or smaller container ("micro cache") too small to contain items except for a log book. The coordinates listed on the traditional cache page is the exact location for the cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us