View Geocache Log

Found it LiaSousa found Halloween Adventure

Monday, November 17, 2014Arquipélago da Madeira, Portugal

It looks like your log contains HTML or UBB formatting. We now use Markdown formatting because it works on both web and mobile. Would you like to convert your log?

Success! To keep these changes, hit “Submit Log Entry” at the bottom of the page.

Hmm. Some of your log formatting is not supported. You might want to remove it and use Markdown formatting.

Ao anoitecer, Cidinho, JJGouveia e eu dirigimo-nos à casa assombrada pela bruxa má, minhas pernas tremiam a cada passo que dava, meu coração batia descompassadamente por antecipação, o suor escorria-me pelo rosto, a agonia era tanta que levava comigo um ramalhete de alhos e sal grosso, pois tinha que me precaver contra a maléfica bruxa.

Destemidos mas cheios de adrenalina fomos seguindo as pistas, com muita risada pelo meio (a risada era para disfarçar o medo que tínhamos), Cidinho disse: “…que a luz da sua lanterna tinha tanto alcance que atingia a igreja lá próxima…” mal ele sabia que a claridade das nossas lanternas tinha despertado a curiosidade de alguém…

Fazia-se uma noite escura e sombria, presenciamos momentos de muito terror, ouvimos barulhos estranhos de passos, as janelas a baterem e as portas que se abriam e fechavam-se, o ranger das escadas, parecia mesmo uma noite de Halloween… Nesta luta contra o mal os morcegos, os fantasmas brancos e esvoaçantes, todas aquelas aranhas gordas e peludas não faltaram, que horror! Pensei eu… meu Deus tira-me deste filme!
Só faltava fazermos uma emboscada à terrível bruxa, estávamos tão perto. E eis que quase irreconhecível, de olhos assustadores, envergando um manto preto, lá estava ela (...)
Pensei! não é assim tão ruim, ruim seria a casa desmoronar-se, e ups! Já fostes!
Eu, a mais destemida do grupo não pensei duas vezes, dei-lhe “cabo do pelo”, fiz-lhe uma oração contra a bruxaria e besuntei-a de alho, sal grosso e um carimbo na testa, sim isso mesmo, parece estranho, não é? para nunca se esquecer de não se meter com geocachers… não é que ela fugiu a sete mil pés dali…enfim, finalmente estávamos livres de todo o mal, pensava eu!
Cidinho e JJGouveia, não acreditavam o que tinham presenciado, estavam brancos que nem cera, coisa difícil para o JJGouveia, mas é verdade! Recompostos do susto, mas agradecidos pela minha bravura, regressamos ao ponto de partida e por artes mágicas estava cercada pela polícia. Só me falta esta para terminar a noite… Nem vos conto, apanhei mesmo um valente susto! Só imaginava ir prestar declarações à esquadra, até já tinha vestido uma camisola riscada, só faltava atribuir um número, para passar a ser reclusa.
Não é que a vizinhança tinha já presenciado certas movimentações que achavam estranhas e não acreditando em presenças do além, telefonaram à polícia e deram parte da ocorrência…
Ficamos ali a explicar a três policias que eramos pessoas de bem, simples e insignificantes geocachers madeirenses, que não eramos nem caça fantasmas, nem terroristas…, que o geocaching é uma atividade mundial, enfim tantas justificações, quando um dos policias diz: “Tenho uma sobrinha que pratica essa atividade…” Aleluia! Aleluia! Finalmente alguém acreditava em nós!… e eu até conheço muito bem essa sobrinha, bem-haja!

Quanto à cache é uma ideia absolutamente fantástica, parabéns! Vou atribuir um favorito, pela criatividade, e pelo trabalho executado.

Por fim, tivemos uma noite agradável com a prática do geocaching, cada vez mais, sou amante desta atividade, todas a caches que até hoje já fiz, levam-me e dão-me a conhecer o desconhecido, lugares fantásticos que tenho visitado e vivências que nunca irei esquecer… estou agradecida!

infoA letterbox is another form of treasure hunting using clues instead of coordinates. In some cases, however, a letterbox has coordinates, and the owner has made it a letterbox and a geocache. To read more about letterboxing, visit the Letterboxing North America web site.
Visit Another Listing:

Advertising with Us