Skip to Content

View Geocache Log

Write note global trekkers posted a note for Montanhas Nebulosas [PNPG]

Saturday, July 5, 2014Viana do Castelo, Portugal

(Parte 08/14)

E a surpresa não cessou mesmo, já que acabáramos entretanto de chegar a um autêntico monumento natural perdido na serra, um imponente arco de pedra formado quiçá por forças geológicas que ao longo do tempo terão moldado esta paisagem com alguns toques caprichosos. Foi o caso deste local que certamente vale a pena conhecer, e onde futuros aventureiros poderão encontrar mais uma cache para satisfazer ainda mais os momentos de aventura passados nesta verdadeira encosta do Sol.

Aqui mesmo foi o local escolhido para um merecido picnic antes de nos fazermos ao caminho novamente. Agora o destino era o vale das Sombras, local da antiga mina de volfrâmio que há muito cativava a nossa curiosidade, e para onde as atenções estavam agora voltadas. Poucos mais de 2,5 km nos separavam deste destino, ao longo dos quais pudemos sentir toda a tranquilidade, beleza e silêncio que dominam estas altitudes pontilhadas por alguns maciços graníticos de formas caprichosas.

A chegada ao vale das Sombras aconteceu por volta das 15:30h. Para quem planeava pernoitar nas Minas dos Carris tínhamos muito tempo para nos dedicarmos a explorações pela zona. E foi isso mesmo que fizemos, começando por deixar as mochilas cá em cima (e georreferenciando esse ponto, não fosse a memória falhar) e descendo ao longo do trilho de pé posto que nos levaria às antigas instalações mineiras. Estas são de pequena dimensão se se comparar com as vizinhas dos Carris. Ainda assim, deu para perceber que o local já terá testemunhado uma intensa actividade mineira aquando na corrida ao volfrâmio em plena 2ª guerra mundial.

Foi então altura de penetrar na escura mina em busca de mais uma geocache e de entrar noutro mundo. A primeira sensação que se tem assim que se enfia a cabeça no buraco, é de uma intensa frescura a vir da escuridão. Gostava de ter um termómetro para medir esta diferença de temperatura entre o interior e exterior que não será tão pequena quanto assim. Após andarmos os primeiros metros, eis que damos de caras com um autêntico vagão para transporte de minério! Fabuloso! E como esta estrutura ainda assenta sobre os carris. Depois os frontais fizeram o seu trabalho e levaram-nos até outros recantos da mina onde a escuridão era total. Cumprido este objectivo, regressámos ao exterior, sentindo novamente este brusca diferença de temperatura. Ficou a curiosidade de saber até onde é levariam que as três derivações encontradas no interior da gruta...
E também de saber um pouco mais da história deste local, quase desconhecido, quando comparado sobre os registos documentais e fotográficos dos vizinhos Carris.

A partir daqui empreendemos nova subida para a zona planáltica onde tínhamos deixado as mochilas e onde pudemos mirar com toda a clareza o próximo e imponente objectivo: o pico do Sobreiro (alt. 1537). Era sem dúvida uma enorme, acentuada e desgastante subida que tínhamos pela frente. Mas nada de desanimar, antes pelo contrário. Cada objectivo ultrapassado dava-nos ainda mais ânimo para vencer o seguinte. Ainda foram como tal algumas as vezes que parámos para uma pausa e para um gole de água, aproveitando simultaneamente para vislumbrar os horizontes e encher os pulmões deste ar isento de microorganismos. Talvez tenha sido das subidas mais desgastantes desta cache, mas felizmente podemos dizer que o tempo muito ajudou. Fazer esta caminhada, e em particular esta subida com temperaturas de 30ºC ou mais deve ser altamente extenuante.

infoA multi-cache ("multiple") involves two or more locations, the final location being a physical container. There are many variations, but most multi-caches have a hint to find the second cache, and the second cache has hints to the third, and so on. An offset cache (where you go to a location and get hints to the actual cache) is considered a multi-cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us

Return to the Top of the Page