View Geocache Log

Found it nhau_team found Salty Pirate Island (Ilha do Rato, Lisbon/Montijo)

Saturday, May 25, 2013Setúbal, Portugal

It looks like your log contains HTML or UBB formatting. We now use Markdown formatting because it works on both web and mobile. Would you like to convert your log?

Success! To keep these changes, hit “Submit Log Entry” at the bottom of the page.

Hmm. Some of your log formatting is not supported. You might want to remove it and use Markdown formatting.

Bem, esta estava na lista faz tempo. Já tínhamos pensado em tudo: kayak, moto de água, nadar com barbatanas, saltar do catamaran Montijo/Lisboa...

Depois, bem, depois veio a nhauzinha, que nos deixou com algumas limitações durante uns tempos. Mas isso tem sido tão bom...

E a cache sempre ali... pertinho mas tão longe. Entretanto, tudo se foi compondo e pondo no lugar, e a nhau decidida avançou com os planos. O nhau não disse que não mas pouco deu para ajudar.

"Bora lá?"
"Bora."
"E se perguntassemos se alguns amigos queriam vir?"
"Claro!"

E de repente, eram 50 pessoas e planos para dois dias de maré!

No Sábado lá fomos então. Levámos o beyf, a nhauzinha (que ficaria em terra), e com tudo montado lá estávamos à hora combinada. Nós e mais todos os que iam no Sábado (mal sabíamos a sorte que seria).

Ainda assistimos ao barco a chegar ao pontão. Uma canoa do Tejo, toda catita, com o simpático Capitão João. Dividimo-nos em dois grupos e fomos no primeiro com o beyf. Subir para o barco, simples.
A viagem feita a motor e não a vela, para dar para as idas e vindas necessárias com a maré, foi espectacular. O rio ali está muito mais limpo do que se pensa, pouco movimento e meia hora de histórias. Barco feito à mão pelo Capitão e irmão, as pândegas a bordo, alguns dados sobre os arredores, o facto de se pescarem ali boas corvinas quando vão desovar, enfim, houvesse mais tempo.
Mas éramos chegádos à margem da ilha do Rato. Primeiro problema: para sair é a saltar para a água. É o que dá mandarem marinheiros de água doce para estas coisas.

Nota mental: na próxima ir de chinelos e calções.

A ilha tem uma praia que está até bem limpa e a água convida. Depois de todos desembarcados, lá vai o capitão de volta para ir buscar o segundo grupo enquanto nós vamos procurar e explorar.

O tempo é bem passado, no silêncio e na calma, só interrompida quando um dos catamarans passa ao largo na travessia entre Montijo e Lisboa. Infelizmente a ilha está a ser destruída por estas travessias, que criam vagas enormes que batem na margem e comem a ilha pouco a pouco.

O passeio faz-se pela areia branquinha, e por momentos são as Bahamas do Tejo. Molha-se o pé, brinca-se. A caixinha fica secundária face à experiência, e mesmo se não encontrada, teria tudo valido muito a pena.
No entanto o owner até tinha autorizado a levar um container de substituição não fosse haver algum problema.
O Found dá-se em grupo, para espanto de todos um container novinho com uma semana, levado de kayak!
Depois é aproveitar. O ambiente e a tranquilidade, o passeio e o espanto de estar ali, tão perto e tão longe.

A chegada do segundo grupo vem cheia de novidades. Em vez de regressarmos em grupos separados, vamos todos, cabemos bem. Dá ao primeiro grupo mais um tempo para aproveitar. Uns dormem na areia, outros molham-se, outros passeiam.

O Capitão e ajudante aproveitam, e depois de mergulho em pose olímpica do Capitão João, dão umas vassouradas pelo casco para deixar o barco num brinco.

Reunidos os grupos de novo, é hora de voltar. Nova dificuldade: entrar a bordo.
Com água pelo peito e umas escadinhas para ajudar, lá se consegue. Não sem antes um aparatoso banho dado por um dos convivas, a testar a estanquicidade e roupa, bolsa, GPS, máquina fotográfica, etc

O regresso é ainda mais apaziguador. Içada a vela e desligado o motor, foi feito no mais perfeito silêncio, só interrompido por mais um bom par de histórias e aventuras tidas no Tejo.

Que grande dia, que grande experiência. Obrigado por nos teres levado até este lugar.

Ah! E TFTC. E deixámos uma GeoCoin já grabada.

20130525_141239

Additional Images Additional Images

20130525_141239 log image 20130525_141239

20130525_141452 log image 20130525_141452

20130525_143540 log image 20130525_143540

20130525_151915 log image 20130525_151915

20130525_154328 log image 20130525_154328

infoThis is the original cache type consisting, at a bare minimum, a container and a log book. Normally you'll find a tupperware container, ammo box, or bucket filled with goodies, or smaller container ("micro cache") too small to contain items except for a log book. The coordinates listed on the traditional cache page is the exact location for the cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us