View Geocache Log

Found it Ernesto Garcia found Fenda da Calcedónia

Saturday, January 5, 2013Braga, Portugal

It looks like your log contains HTML or UBB formatting. We now use Markdown formatting because it works on both web and mobile. Would you like to convert your log?

Success! To keep these changes, hit “Submit Log Entry” at the bottom of the page.

Hmm. Some of your log formatting is not supported. You might want to remove it and use Markdown formatting.

Que magnífica aventura, mas muito atribulada.

Deixámos o cachemobile no local recomendado na listing da cache, e depois começámos a percorrer o trilho virando à direita. No entanto, a cache dáva-nos completamente para 90º à esquerda e resolvemos voltar para trás e usar o trilho como virando à esquerda. Logo depois há um poste de electricidade e o trilho ali faz um cotovelo para a direita e segue direito à cache. Fomos andando, passando por várias pilhas de pedras, marcadores de escoteiros, e chegados mais perto do local da cache, começamos a subir pedras e rochas, analisando várias possibilidades para subir para a cache e até encontrarmos uma que nos levava a cerca de 6 metros da cache, mas a menos cerca de 20 metros de altura, mas nada da Fenda própiamente dita. Entretanto, começamos a ver um grupo de pessoas, caminhantes a virem na direcção da fenda.

Descemos e fomos ao encontro deles, voltando ao trilho, mas seguindo ao longo da Fenda, até que começámos a ver mais sinais de trilho pedestre e mais marcadores de escoteiros. Juntámo-nos ao grupo de caminhantes que muito amávelmente nos levaram pela Fenda (finalmente encontrada após cerca de 2 horas de busca) e muito amávelmente nos ajudaram a subir, visto ser uma subida muitíssimo puxada. Saídos da Fenda, encontrámos outro grupo de caminhantes que iam iniciar a descida, mas nós ainda estávamos a cerca de 70 metros da cache! Descemos com este grupo e fomos dar a locais que já tínhamos encontrado ao tentar encontrar uma maneira de subir. Que frustração! Afinal subir a Fenda não nos leva directamente à cache. No entanto, chegámos rápidamente à conclusão que subir a Fenda foi também uma muito boa experiência pelo esforço dispendidos e como desconhecidos se prontificam sem hesitação a ajudar outros desconhecidos.

Já muito cansados, continuámos a tentar descobrir uma maneira de subir ao GZ, voltando a analisar locais já tentados e eis que chega outro grupo de caminhantes e estes, ao contrário dos anteriores, iam ao topo! Que sorte! Juntámo-nos a estes e o caminho escolhido foi só possível com a ajuda de cordas, havendo 2 dos elementos desse grupo com agilidade e destreza para subir e lançarem a corda para baixo, de modo aos restantes do grupo, incluindo nós, poderem subir. Nesta subida, há 2 pontos em que a corda ajuda muito, mas o resto do percurso já se faz bem. Lá chegámos ao topo e realmente a vista dali é assombrosa, em todas as direcções. É fantástico a sensação de estarmos quase no topo do mundo! Tiradas as muitas fotos do local, encontrada a cache, log feito. Nenhum dos TB registados na listing estavam na cache. Foi altura de iniciar a descida e o caminho efectuado, foi uma das possibilidades que analisámos para tentar subir e achámos que seria perigoso, mas até foi fácil porque a pedra estava bem seca e ali as botas aderem bem. Resultado final: excelente aventura de 5 horas gastas para fazer esta cache.

OPEC

Feita na excelente companhia de Miss Pochete

infoThis is the original cache type consisting, at a bare minimum, a container and a log book. Normally you'll find a tupperware container, ammo box, or bucket filled with goodies, or smaller container ("micro cache") too small to contain items except for a log book. The coordinates listed on the traditional cache page is the exact location for the cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us