Skip to Content

This cache has been archived.

btreviewer: Esta cache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante as situações relatadas. Relembro a secção das guidelines sobre a manutenção http://support.groundspeak.com/index.php?pg=kb.page&id=307#maint :

[quote]
You are responsible for occasional visits to your cache to maintain proper working order, especially when someone reports a problem with the cache (missing, damaged, wet, etc.). You may temporarily disable your cache to let others know not to search for it until you have a chance to fix the problem. This feature is to allow you a reasonable amount of time – normally a few weeks – in which to check on your cache. If a cache is not being maintained, or has been temporarily disabled for an unreasonable length of time, we may archive the listing.

Because of the effort required to maintain a geocache, we ask that you place physical caches in your usual caching area and not while on a vacation or business trip. It is best when you live within a manageable distance from the cache placements to allow for return visits. Geocaches placed during travel may not be published unless you are able to demonstrate an acceptable maintenance plan, which must allow for a quick response to reported problems. An acceptable maintenance plan might include the username of a local geocacher who will handle maintenance issues in your absence.[/quote]

Como owner, se tiver planos para recolocar a cache, por favor, contacte-me por [url=http://www.geocaching.com/email/?u=btreviewer]e-mail[/url].

Lembro que a eventual reactivação desta cache passará pelo mesmo processo de análise como se fosse uma nova cache, com todas as implicações que as guidelines actuais indicam.

Se no local existe algum container, por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Obrigado

[b] btreviewer [/b]
Geocaching.com Volunteer Cache Reviewer

[url=http://support.groundspeak.com/index.php?pg=kb.page&id=77][i][b]Work with the reviewer, not against him.[/b][/i][/url]

More
<

Cruzeiro

A cache by Francis Carm Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 08/26/2007
Difficulty:
3.5 out of 5
Terrain:
2.5 out of 5

Size: Size: regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

VEJAM A HINT

VEJAM A HINT

Esta cache, vai-vos levar a um ponto de interesse histórico da
Charneca de Caparica embora um pouco esquecido (o que o torna
desconhecido para muitos).

O Cruzeiro de Vale de Rosal

No Vale Rosal um singelo cruzeiro de 1659 assinala o local onde o Beato Inácio de Azevedo preparou para o martírio, ocorrido nas mãos de calvinistas franceses em 1570 e 1571, os seus 61 companheiros jesuítas, quase todos jovens, destinados a evangelizar o Brasil, e dos quais 39 já se encontram beatificados.


A igreja elevou à honra dos altares quarenta religiosos da Companhia de Jesus (trinta e dois portugueses e os oito restantes espanhóis) que fizeram um longo retiro na Quinta do Vale de Rosal, em Caparica, e que, em 15 de Junho de 1570, quando seguiam viagem para as missões no Brasil, foram assaltados e massacrados no mar alto, próximo das Ilhas Canárias, pelos corsários calvinistas. Desde então, e por algum tempo, a propriedade do Vale de Rosal mudou o nome para Quinta dos Quarenta Mártires, erigindo-se ali um cruzeiro com uma inscrição gravada na base, em memória desses servos de Deus.

Os nossos compatriotas eram os que vão na relação que segue:
Beato Inácio de Azevedo, presbítero, nascido no Porto, em 1527.
Beato Aleixo Delgado, noviço natural de Elvas.
Beato Álvaro Mendes, estudante, natural de Elvas.
Beato Amaro Vaz, irmão-coadjutor, natural do Porto.
Beato André Gonçalves, estudante, natural de Viana do Alentejo.
Beato António Correia, noviço, natural do Porto.
Beato António Fernandes, irmão-coadjutor, natural de Montemor-o-Novo.
Beato António Soares, estudante, natural de Trancoso.
Beato Bento de Castro, estudante, natural de Chacim.
Beato Brás Ribeiro, irmão-coadjutor, natural de Braga.
Beato Diogo de Andrade, presbítero, natural de Pedrógão.
Beato Diogo Pires, noviço, natural de Nisa.(a)
Beato Domingos Fernandes, irmão-coadjutor, natural de Borba.
Beato Francisco Álvares, irmão-coadjutor, natural da Covilhã.
Beato Francisco de Magalhães, estudante, natural de Alcácer do Sal.
Beato Gaspar Álvares, irmão-coadjutor, natural do Porto.
Beato Gonçalo Henriques, noviço, natural do Porto.
Beato João Adauto, estudante, natural do Minho.
Beato João Fernandes, irmão-coadjutor, natural de Braga.
Beato João Fernandes, estudante, natural de Lisboa.
Beato Luís Correia, estudante, natural de Évora.
Beato Luís Rodrigues, estudante, natural de Évora.
Beato Manuel Álvares, irmão-coadjutor, natural de Estremoz.
Beato Manuel Fernandes, estudante, natural de Celorico da Beira.
Beato Manuel Pacheco, estudante, natural de Ceuta.
Beato Manuel Rodrigues, estudante, natural de Alcochete.
Beato Marcos Caldeira, noviço, natural de Vila da Feira.
Beato Nicolau Diniz, noviço, natural de Bragança.
Beato Pedro Fontoura, irmão-coadjutor, natural de Braga.
Beato Pedro Nunes, estudante, natural de Fronteira.
Beato Simão da Costa, irmão-coadjutor, natural do Porto.
Beato Simão Lopes, estudante, natural de Ourém.

Eis agora os nomes dos de nacionalidade espanhola:

Beato Álvaro Baena, irmão-coadjutor, natural de Villatobos.
Beato Estêvão Zurara, irmão-coadjutor, natural de Biscaia.
Beato Fernão Sanches, estudante, natural de Castela a Velha.
Beato Francisco Perez Godoy, estudante, natural de Torrijos.
Beato Gregório Escribano, irmão-coadjutor, natural de Logronho.
Beato João Mayorca, irmão-coadjutor, natural de S. Jean P. Port.
Beato João de S. Martin, estudante, natural de Yuncos.
Beato João de Safra, irmão-coadjutor, natural de Jerez de Bad.


(a) O Beato Diogo Pires era conterrâneo do saudoso prior Padre Baltasar Dinis de Carvalho, de quem, a propósito, transcrevemos o trecho de uma carta sobre o assunto escrita em 25 de Junho de 1939, em que diz:

"...no Vale de Rosal, d'esta Freguesia, entre os companheiros do Beato Inácio de Azevedo, esteve por bastante tempo um respeitável filho da minha terra natal, Nisa, e que se chamou Diogo Pires, martirizado com 39 companheiros. Soube-o à minha entrada em Caparica e fui logo nos primeiros dias em romagem piedosa a Vale de Rosal, onde viveu o meu santo conterrâneo, local que em 1910 uns desvairados reduziram a um montão de ruínas, esquecidos de tantas benemerências que ali se praticaram. Fui e ajoelhei naqueles escombros (hoje reparados) com o maior respeito e piedade, e pedi à alma do Mártir a sua intercessão valiosa junto de Deus pela sua e minha terra natal e por esta de Caparica a que me acolhi como seu humilde e indigno pastor. Mais um laço de afecto a prender-me a Caparica que tanto desejo ver próspera, respeitada e digna...".

cf. Caparica Através Dos Séculos, Conde dos Arcos, 1972, págs. 137, 138 e 139

DEIXEM
TUDO COMO ESTAVA =)
VEJAM A HINT

Additional Hints (Decrypt)

[PT]
[1] pnpur zvpeb- An onfr qb Pehmrveb.
Rfgn zvpeb rfgá orz pnzhsynqn, graunz phvqnqb r aãb n znaqrz sben!
[2] pnpur svany- n cbhpbf cnyzbf qb cvaurveb

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.