Skip to Content

<

Aldeia de Ciladas

A cache by JBondMir Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 12/09/2007
Difficulty:
1 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


P: Uma pequena aldeia onde se juntavam as pessoas das redondezas para irem à igreja e à escola.

E: A small village where people from around would gather to go to the church and to school.

P: Segundo nos foi dito por uma pessoa que habita S. Romão, o local onde encontra a cache era onde a população que vivia em quintas ali perto ia à igreja, onde as crianças iam à escola e onde habitavam os párocos. Com o tempo toda a gente começou a ir para S. Romão, ficando Ciladas ao abandono desde à cerca de 30 anos para cá, havendo apenas um dia por ano em que a população de Sr. Romão se desloca ali para fazer um piquenique, com comida e bebida. Em baixo deixo uma descrição que tirámos do site www.sromao.tk

“Ciladas de S. Romão é uma freguesia que, inicialmente, estava separada em duas. Com efeito, Ciladas e S. Romão eram independentes, unindo-se já neste século para proveito de ambas.
O Pe. Joaquim José da Rocha Espanca caracterizava assim a fisionomia de Ciladas de S. Romão: “Esta freguesia é toda montanhosa e coberta de montados e estevais, mas com boas terras principalmente no Forte e em Fatalão. É atravessada pelas ribeiras de Borba e da Asseca, as quais se juntam na herdade do Ratinho, e pela de Mures que vem das Ciladas e passa pelo reguengo do Fatalão para irem todas fundir-se no Guadiana. É pouco sadia nas partes baixas, mas a aldeia que está situada num ponto alto à vista de Vila Viçosa tem bom clima.”
O crescimento desta freguesia a partir do século XVIII tornou-se uma realidade. Com efeito, a Misericórdia aforou, na aldeia, a herdade de S. Romão em courelas e chãos para edificações.
É orago da freguesia S. Romão, monge de Panóias ali falecido em 566. Com o seu dia no calendário litúrgico marcado para 28 de Fevereiro, é festejado nesta povoação a 15 de Agosto. Era também padroeira Nossa Senhora de Ciladas, substituída aquando da união administrativa por aquela invocação.
A igreja matriz é o monumento mais interessante de todos os que existem em Ciladas de S. Romão. De início uma simples ermida, cresceu com o decorrer dos séculos e com a instituição e crescimento da paróquia. Virada para poente, que o mesmo é que dizer para Vila Viçosa, encontra-se ao lado do cemitério. Tem campanário de dois sinos na parte esquerda da fachada. Relativamente pequena, embora aumentada já em relação às suas dimensões originais, tem três altares: o altar-mor, consagrado ao padroeiro S. Romão, o altar de Nossa Senhora do Rosário e o altar das Almas. Em 1863, aqui foi fundada por Francisco de Paula Jordão uma Irmandade do Santíssimo Sacramento.

A igreja de Nossa Senhora de Ciladas, assim conhecida até à fusão das duas antigas freguesias, encontra-se na herdade do Carvão e era até àquele acontecimento a paroquial de Ciladas. Além da capela-mor, tem dois altares colaterais, dedicados a Nossa Senhora dos Remédios e às Almas, com S. Miguel, virados para baixo.
É a agricultura, conforme se nota, a principal ocupação das gentes da freguesia. Sempre foi, como referia, aliás, o Pe. Joaquim José da Rocha Espanca em “Memórias de Vila Viçosa: “Se abunda em cereais, legumes e gados, experimenta falta de frutos e hortaliças por não possuir ribeira das águas vivas como Bencatel e Pardais que por isso mesmo são mais saudáveis e aprazíveis”.
Novamente nos socorremos da obra acima citada para caracterizar o homem ciladense em finais do século passado: “Os moradores de S. Romão, da mesma sorte que os de Ciladas, distinguem-se ainda hoje pelo uso de grandes sombreiros e suíças compridas, trajando capotes aguadeiros de burel. Quanto ao uso de calções de tripe, coletes encarnados com botões amarelos e borzequina, já se nota muita divergência por adoptarem também as calças ou pantalonas e bota branca inteiriça”.
Aqui viveram até ao século passado os condes de Bobadela, que alcançaram grande prestígio social e económico no seio da sociedade local. Eram proprietários de parte importante da freguesia. “

Juntamos também este texto retirado de (visit link)

“D. Afonso III deu a carta de foral a Vila Viçosa e, a esta terra pertencia um reguengo (terra do rei) que se chamava Fatalão e outro que se chamava granja onde se situaria Ciladas.
Foi no Monte de Carvão que se construiu a Igreja de Nossa Senhora das Ciladas.
A população das Ciladas vivia em montes dispersos pelo campo. Esta povoação a pouco e pouco foi ficando desabitada e as pessoas foram morar para S. Romão.
A aldeia começou a crescer a partir da igreja. A igreja tem um campanário de dois sinos à esquerda, uma capela-mor, o altar da Nossa Senhora do Rosário e o altar das Almas, também possui um coro. Antigamente tinha o cemitério mesmo ao lado. “

Esperamos que gostem da nossa segunda cache.

E: This small village is abandoned for 30 years now, because people started moving to S. Romão. There is a church, a school, small houses and a bigger house. It still has some magic...

We hope you enjoy our second cache.

 

 

 

Additional Hints (Decrypt)

C: Qrznfvnqb snpvy. Qronvkb qr baqr hz fnagb grevn bf crf.
R: Gbb rnfl. Whfg haqre jurer n fnvag jbhyq unir uvf srrg.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

131 Logged Visits

Found it 123     Didn't find it 2     Write note 2     Publish Listing 1     Owner Maintenance 3     

View Logbook | View the Image Gallery of 77 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.