Skip to Content

This cache has been archived.

Fonsecada-Portucalense: Pois ... é melhor assim!!! Paz à sua alma!!! Obrigado a todos que a visitaram!!!

More
<

Mem Martins-Fontes e Lavadouros 01

A cache by Fonsecada-Portucalense Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 03/27/2008
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: not chosen (not chosen)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

A cache não se encontra nas coordenadas iniciais. Esta cache pode ser feita em qualquer altura (dia e noite) não apresentando qualquer perigo ou risco.
Na localização inicial vão obter as informações necessárias para o ponto 0. Não pare e/ou estacione em locais de transito intenso.

Esta multicache destina-se a mostrar um pouco mais de Mem-Martins de outros tempos.
Para além disso esta cache pretende ser a primeira de uma série, dedicada às bonitas fontes e lavadouros públicos do nosso País. A água - um bem precioso - era tratado pelos nossos antepassados de um modo muito mais carinhoso.

...Um pouco de História...
A origem toponímica de Algueirão é árabe e deriva da palavra al-guerane ou al-geiran (plural ou aumentativo de al-gar) que significam cova, gruta, caverna ou buraco.

Da origem do nome Mem Martins pouco se sabe. Diz-se que seria um fidalgo a quem foram doadas terras nesta zona.

No limiar dos anos trinta, Mem Martins era, tal como as localidades circunvizinhas, uma pequena aldeia onde viviam e laboravam os seus habitantes, cerca de 20 famílias, dedicando-se ao amanho das terras pobres e ainda a duas actividades industriais – à exploração do mármore e ao fabrico de queijadas.

Sendo Mem Martins uma localidade de fácil acesso a Lisboa – o “pouca terra” levava hora e picos com direito a chamusco! – Dotada de boas águas e óptimos ares indicados para a cura de vários males, começou a ser frequentada por veraneantes, os quais, senão todos a grande maioria, graças aos predicados atrás referidos, por cá se foram radicando.

Em 1961, é criada a freguesia de Algueirão–Mem Martins, contribuíndo para tal decisão a existência de 6.500 pessoas a residirem na freguesia e de esta ter uma corporação de Bombeiros (que viera de Albarraque).

O número de habitantes na freguesia tem vindo a aumentar significativamente durante as últimas décadas. Em 1940 tinha 2.356, em 1970 cerca de 16.000, em 1991 mais de 42.000 e actualmente ultrapassa os 60.000. Na sua área, de 1.596 ha, existem duas zonas distintas, uma urbana (Algueirão, Mem Martins, Mercês e Tapada das Mercês) e outra com características rurais (Sacotes, Baratã, Recoveiro, Raposeira, Pexiligais, Coutim Afonso e Barrosa).

Mem Martins era uma zona rural, como nos indicam algumas das suas ruas: Rua das Eiras, Rua das Vagens, Rua da Azenha, Rua das Hortas. No Casal dos Choupos, que sobreviveu até hoje à invasão do betão na freguesia, ainda se cultiva a terra!

Na Freguesia de Algueirão - Mem Martins existe mais de uma dezena de Fontes: de Stº António, dos Casais, da Azinhaga, Coutinho Afonso, da Barrosa etc.. Durante séculos, o abastecimento domiciliário de água às populações da Freguesia de Algueirão - Mem Martins foi assegurado pela abertura de poços e pelo aproveitamento de nascentes naturais. As Fontes são testemunho de séculos de história desta Freguesia.
Preservar as Fontes desta Freguesia é preservar o nosso património histórico e cultural de raiz popular e saloia.

Nos Casais de Mem Martins, num pequeno carreiro, existe uma pequena fonte, conhecida por Fonte de São Pedro ou Fonte dos Casais, onde se dava de beber ao gado e se lavava a roupa.

Em Setembro, realiza-se em Mem Martins, a procissão de Nossa Senhora da Natividade, cuja capela de invocação, erigida em 1933, situa-se no Largo do Rossio. No mesmo local, e junto ao riacho, existem uma fonte e o lavadouro público, datados de 1956.

A Cache
The Cache

O container não é mais uma Tupperware!!!! O container possui apenas o log-book, leve com que escrever.
Divirtam-se e não se esqueçam façam a cache e levem o lixo.
The container is not anymore a Tupperware!!!! It contains only a logbook, bring with you something to write.
Have a good time! Don’t forget cache in/trash out

Não há que destruir o muro para a encontrar.
There's no reason to destroy the wall to find it.

Additional Hints (Decrypt)

Uvag Vavpvny
C: gáf pn gryun!! Whagn(-gr) n aóf!!
Rat: Lbh unir n gvyr ybbfr!! Wbva(g) hf!!!

Uvag Svany
C: nb aíiry qbf byubf...
Rat: ng gur rlrf yriry...

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

128 Logged Visits

Found it 97     Didn't find it 11     Write note 10     Archive 1     Temporarily Disable Listing 3     Enable Listing 2     Publish Listing 1     Needs Maintenance 1     Owner Maintenance 1     Post Reviewer Note 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 76 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.