Skip to content

This cache has been archived.

ramiles: Fim! Obrigado ás pessoas que conheci aqui e que me proporcionaram bons momentos! Sejam felizes!

More
<

Colado

A cache by ramiles Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 04/26/2008
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


COLADO

 Atenção: Os últimos dois metros da aproximação à cache, não sendo problemáticos, exigem que se tenha cuidado.

Colocar aqui uma cache é o reconhecimento do interesse paisagístico e ecológico do curso do Rio Maçãs e uma homenagem às minhas origens: embora não tenha nascido em Quintanilha, a ligação à aldeia é assegurada pela permanência nela de alguma familia e por ser o local de "criação" do meu avô materno.


QUINTANILHA

Freguesia do Concelho de Bragança. População 192 habitantes em 182 fogos. Dista 31 km da sede de Concelho e está situada na margem da Ribeira de Mação. Há nesta Freguesia três minas de chumbo, denominadas Carreirão do Ferradal, Quintanilha n.º 10 e Quintanilha n.º 14. Já do século XI consta a existência desta freguesia porque a citam as inquirições de D. Afonso III em “Terra” de Bragança (1258), em que se situava.

O seu nome, todavia, era muito diferente do actual, porque nas ditas inquirições se registou com a sua designação da altura: Quintala de Rio Maçãs. Que é a própria freguesia presente de Quintanilha, provam-no a situação junto do Rio Maçãs.

O topónimo primitivo, vindo directamente do lat. quintana (unidade agrária dos Romanos), pelo diminutivo Quintanella, “Quintela”, ou pequena “quinta” modificou-se, porém, fora, em nosso ver, da evolução fonética normal, sofrendo alteração para uma outra espécie de diminutivo, dialectal, pela vizinhança dos falares leoneses – não devendo perder-se de vista que Quintanilha fica situada na região mais vizinha dos falares guadramilês e de Rio de Onor. 

Assim, foi o primitivo topónimo “Quintela”, português arcaico, substituído pelo correlativo, Quintanilha, leonês. A povoação situa-se junta da ponte internacional. Na alta Idade Média, foi domínio dos nobres da grande parte nobiliária dos N”Braganção, desde D. Alano, pelo menos. Herdada do Braganção D. Fernão Mendes deixou-a, com Bragança, à coroa, sua viúva, a Infanta D. Sancha Henriques, irmã do nosso primeiro rei. Já nesta altura devia existir a Freguesia de S. Tomé de Quintela de Rio de Maçãs.


¤



 A Vermelho  - O Percurso que leva à cache
   
Para chegarem à cache deverão seguir o caminho que parte da rua principal e que a placa indica (COLADO) e seguir a pé, ou fazer o percurso de automóvel, sendo certo que os caminhos que encontrarão, embora transitáveis, são caminhos agrícolas onde  por vezes as silvas crescem de forma descontrolada e a chuva causa danos.
Os que se fazem cache-transportar em 4x4, ou em 4x2 com provas de resistência já dadas; os que têm pressa; aqueles que não estão para fazer exercício fisico - só têm que se apear para procurar as caches (talvez noutra oportunidade concretize o sonho de muitos e crie uma multi que lhes permita permanecerem no cachemobile).
Se optarem pelo estacionamemto, façam-no no largo junto à Igreja, ou numa das ruas adjacentes, seja qual for o sítio que escolham nunca ficarão longe do início do percurso.
Se forem no verão parem na praia fluvial, desfrutem de um bom banho, aproveitem o convívio com as gentes locais e com os que já elegeram aquele ponto como um destino turístico de excelência e muitos espanhois, senhores da outra margem, pois que o rio, aqui, estabelece a fronteira entre os dois Estados: poderão mesmo nadar lado a lado com as cobras de água, uma experiência que já nem é traumática para os répteis que, de tão acostumados, não fogem, apesar de evidenciarem a cautela que lhes é reconhecida (lembre-se o conselho dado aos cristãos para que sejam mansos como cordeiros e prudentes como as serpentes do deserto).
As infrestruturas são muito básicas, mas durante o período de estio é muito vulgar encontrar pessoas a acampar junto do rio, este ponto funciona como oásis numa terra quente que por essa altura do ano está tingida pelo dourado das searas (poético...). Se tiverem oportunidade imitem-os e acampem lá, estou certo de que não se arrependerão e desfrutarão de óptimos dias de férias, em contacto com a Natureza

Additional Hints (Decrypt)

É n nzvmnqr dhr abf vaqvpn b pnzvaub dhr grerzbf dhr fhove
cnen abf ernyvmnezbf.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.